Asnières-sur-Seine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Asnières-sur-Seine
  Comuna francesa França  
Château d'Asnières
Château d'Asnières
Símbolos
Brasão de armas de Asnières-sur-Seine
Brasão de armas
Gentílico Asniérois
Localização
Asnières-sur-Seine está localizado em: França
Asnières-sur-Seine
Localização de Asnières-sur-Seine na França
Coordenadas 48° 54' 39" N 2° 17' 20" E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Hauts-de-Seine.svg Altos do Sena
Administração
Prefeito Manuel Aeschlimann
Características geográficas
Área total 4,82 km²
População total (2018) [1] 46 430 hab.
Densidade 9 632,8 hab./km²
Altitude máxima 43 m
Altitude mínima 22 m
Código Postal 92190, 92360
Código INSEE 92048
Sítio asnieres-sur-seine.fr

Asnières-sur-Seine, anteriormente Asnières, é uma comuna francesa do departamento de Hauts-de-Seine, na região da Île-de-France.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

A comuna está localizada na margem esquerda do Sena no periferia noroeste de Paris.

Transportes[editar | editar código-fonte]

A cidade tem uma gama de serviços de transporte público.

  • A estação de Asnières-sur-Seine é servida por linhas J e L do Transilien. As duas linhas levam para a Gare Saint-Lazare tomando a ponte ferroviária de Asnières. Em relação a linha L há trens na direção de Versailles Rive-Droite ou Nanterre-Universidade. Aqueles que estão no destino de Versailles Rive-Droite permitem o acesso ao bairro empresarial de La Défense. Em relação a conexão com a linha J, há trens vindos de Ermont-Eaubonne, que são direto entre Asnières e Paris. O bairro da estação em Asnières, portanto, é uma área cobiçada pela facilidade de acesso, e também é muito dinâmica em termos de atividade comercial.
  • A estação de Bécon-les-Bruyères, no ocidente, entre as estações de Asnières e Courbevoie, e localizado no limite destes duas comunas. É servida pelos trens da linha L, pelos trens na direção de Nanterre-Université ou de Saint-Nom-la-Bretèche. Estes últimos também permitem um acesso direto para La Défense.
  • A estação de Bois-Colombes, também a oeste, está situado não muito longe do limite comunal com Asnières. Ela é servida pela linha J, para o trem em direção de Ermont-Eaubonne.
  • A estação de Les Grésillons, servida pelo RER C: localizada na avenue des Grésillons, marcando o limite entre Gennevilliers e Asnières, a leste do município. Ele permite a você conectar em uma parte Pontoise e, por outro lado, de Massy-Palaiseau, servindo muitas paradas em Paris, incluindo Invalides, Saint-Michel Notre-Dame, Gare d'Austerlitz.
  • Linha 13 do metrô: atravessando Asnières, do norte ao sul ao limite com Gennevilliers, três estações servem Asnières : Les Courtilles, Les Agnettes e Gabriel Péri. Esta linha também permite de chegar rapidamente à Gare Saint-Lazare, mas também Montparnasse.
  • A linha 1 do tramway, cujo terminal está situado em Les Courtilles, para o destino de Noisy-le-Sec, na travessia de bairro de Saint-Denis em particular.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

Seu nome veio de muitas haras de asnos (asinaria, asneria em latim), presentes no seu território, e que têm sido empregadas na construção da abadia de Saint-Denis, e até mesmo burros usados para o transporte de sacos de farinha, vindos dos moinhos de Sannois e Argenteuil, em toda a planície de Gennevilliers.

O nome da comuna foi Anières e depois Asnières-Saint-Marcel e Asnières antes de se tornar Asnieres-sur-Seine, em 15 de fevereiro de 1968[2], nome mantido então[3].

História[editar | editar código-fonte]

Asnières tem uma história em comum com a comuna de Gennevilliers.

Antiga Prefeitura de Asnières.
A "nova" agência postal de 1904, e os tramways.

Geminação[editar | editar código-fonte]

Em 22 de junho de 2015, Asnières-sur-Seine está geminada com :

Cultura e patrimônio[editar | editar código-fonte]

Lugares e monumentos[editar | editar código-fonte]

A prefeitura de Asnières.

A cidade tem muitos monumentos que estão listados no inventário geral do património cultural da França[5].

  • Alcazar : um dos primeiros quartos do subúrbio dedicado ao cinema de arte.
  • O cemitério de Cães.
  • O castelo de Asnières : construído a partir de 1750 a 1752 pelo Marquês d'Argenson, o castelo de Asnières foi construída no local de um antigo castelo que pertencia a condessa de Parabère, amante do Regente.
  • A igreja Sainte-Geneviève d'Asnières-sur-Seine.
  • A gare Lisch, mais conhecida sob o nome de estação de Carbonnets : construída em 1878, esta antiga plataforma no Champ-de-Mars em Paris, foi construída para a exposição universal de 1878. Esta estrutura foi desmontada em 1897 e transportados em Asnières, embora classificados no inventário suplementar de monumentos históricos, este edifício encontra-se muito deteriorada e não há perspectiva de renovação está sendo considerado atualmente Predefinição:Lire en ligne.
  • O monumento aos mortos da place Aristide-Briand.
  • A igreja Saint-Joseph des Quatre-Routes[6].

Personalidades ligadas à comuna[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Populations légales 2018. Recensement de la population Régions, départements, arrondissements, cantons et communes». www.insee.fr (em francês). INSEE. 28 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de abril de 2021 
  2. «Modifications de communes». le site de l'Insee. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 .
  3. «Code officiel géographique». le site de l'Insee. Consultado em 30 de dezembro de 2012 
  4. «Atlas» 
  5. Asnières-sur-Seine
  6. Église Saint-Joseph-des-Quatre-Routes Asnières-sur-Seine

Ligações externas[editar | editar código-fonte]