Troiano de Netuno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os troianos de Netuno, com os plutinos presentes como referência.
Animação mostrando as órbitas dos seis troianos de Netuno conhecidos.

Os troianos de Netuno (português brasileiro) ou troianos de Neptuno (português europeu) são um grupo de corpos menores do sistema solar que possuem aproximadamente o mesmo período orbital do planeta Netuno, e estão localizados nos pontos de Lagrange L4 e L5, 60° à frente ou atrás do planeta.[1][2]

O primeiro troiano de Netuno foi descoberto em 2001, 2001 QR322, próximo a região L4 de Netuno. Em 2010, foi anunciado a descoberta do primeiro troiano de Netuno no ponto de Lagrange L5, 2008 LC18.[3] Atualmente o ponte L5 que fica à direita de Netuno é muito difícil de ser observada devido está ao longo da linha de visão para o centro da Via Láctea, uma área do céu repleto de estrelas.

Em 19 de janeiro de 2016, existiam doze troianos de Netuno conhecidos, 2001 QR322, 385571 Otrera, 2005 TN53, (385695) 2005 TO74, 2006 RJ103, 2007 VL305, 2008 LC18, 2004 KV18, 2011 HM102, 2012 UV177, 2014 QO441 e 2014 QP441.[1] Além de (316179) 2010 EN65 que é um outro troiano coorbital de Netuno, o objeto está se movendo a partir do ponto de Lagrange L4 para o L5.[4] A descoberta de 2005 TN53 em uma órbita de alta inclinação (>25°) sugere uma nuvem de troianos na região. Acredita-se que números de grandes troianos (com raio maiores do que 100 km) podem ser mais numerosos do que os troianos de Júpiter.[5][6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «List Of Neptune Trojans». Minor Planet Center. Consultado em 2008-05-08. 
  2. Sheppard, Scott S.; Trujillo, Chadwick A. (2006). «A Thick Cloud of Neptune Trojans and Their Colors» (PDF). Science [S.l.: s.n.] 313 (5786): 511–514. doi:10.1126/science.1127173. PMID 16778021. Consultado em 2008-02-26. 
  3. Scott S. Sheppard (2010-08-12). «Trojan Asteroid Found in Neptune's Trailing Gravitational Stability Zone». Carnegie Institution of Washington. Consultado em 2007-12-28. 
  4. «2010 EN65» (em inglês). Consultado em 19 de janeiro de 2016. 
  5. E. I. Chiang and Y. Lithwick Neptune Trojans as a Testbed for Planet Formation, The Astrophysical Journal, 628, pp. 520–532 Preprint
  6. «Neptune May Have Thousands of Escorts». Space.com. 30 January 2007. Consultado em 2007-03-08. 



Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.