Auto Viação Tijuca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Auto Viação Tijuca (A/C 50000)
Privada
Fundação 1961
Sede Brasil Brasil
Pessoas-chave Jacob Barata
Produtos Transporte urbano de Passageiro e turismo
Website oficial http://www.tijuquinha.com.br/

Auto Viação Tijuca, conhecida como Tijuquinha, é uma empresa brasileira de transporte coletivo urbano da cidade do Rio de Janeiro. É uma concessionária municipal, sendo filiada à Rio Ônibus.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Ônibus da Tijuquinha antes da padronização da pintura.

Iniciou sua operação no início da década de 60, com lotações. A empresa tem como marco o fato de ser a primeira empresa de ônibus a ser legalmente constituída[carece de fontes?], em julho de 1961. Em 1964 inaugurou sua primeira sede própria e em 1969 inaugurou sua sede atual, localizada no bairro do Andaraí.

Em maio de 1978, Jacob Barata passa a ser acionista da empresa e através de novas técnicas gerenciais impulsionou o crescimento da Tijuquinha.

Foi inaugurando em maio de 1999 a filial de Jacarepaguá, conhecida como G2, para concentrar as linhas que circulam na Barra da Tijuca. A empresa possui uma frota com mais de 200 veículos atualmente.[quando?][carece de fontes?]

Após a padronização imposta pelo poder público municipal em 2010, deixou suas cores originais e passou a adotar a pintura do Consórcio Intersul e do Consórcio Transcarioca.[2]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Auto Viação Tijuca

Referências

  1. Rio Ônibus. «Tijuquinha». Consultado em 25 de julho de 2015.. Cópia arquivada em 25 de julho de 2015 
  2. «Novos ônibus padronizados começam rodar no Rio a partir do dia 30». Revista do Ônibus. 24 de outubro de 2010. Consultado em 3 de abril de 2012. [ligação inativa]