Azul e Branco (Israel)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Azul e Branco
כחול לבן
Líder Benny Gantz
Yair Lapid
Fundação 21 de Fevereiro de 2019
Ideologia Pega-tudo[1]
Liberalismo[2]
Sionismo[2]
Fações:
Social liberalismo[3]
Liberalismo económico[4]
Liberalismo nacional[5]
Espectro político Centro[6]
Afiliação nacional Partido da Resiliência de Israel
Yesh Atid
Telem
Knesset
35 / 120
Cores Azul e Branco

Azul e Branco (em hebraico: כחול לבן‎, Kahol Lavan) é uma coligação política de Israel. A coligação por três partidos centristas (Partido da Resiliência de Israel, Yesh Atid e Telem para concorrer às eleições de 2019.[7] Azul e Branco define-se como uma aliança plural que representa todos os cidadãos dos diversos espectros políticos e várias religiões.[8] Azul e branco são as cores nacionais israelitas e as cores da bandeira nacional; a frase "azul e branco" é normalmente usada para descrever algo como israelita.[9]

Os principais pontos do programa da aliança são: introduzir limites de tempo para o cargo de primeiro-ministro; proibir políticos acusados de crimes de concorrerem para o Knesset; limitar o poder do Rabino Chefe de Israel sobre casamentos; investir na educação primária e expandir o sistema de saúde e, por fim, retomar negociações de paz com a Autoridade Palestiniana.[10] Na questão da paz com os Palestinianos, o partido põe 4 condições para chegar a um acordo: as Forças de Defesa de Israel estarem autorizadas a entrar em território palestiniano se souberem de possíveis ataques terroristas que ponha em causa a segurança de Israel ou ou seus cidadãos; o Vale do Jordão continuar sob controlo de Israel; proibição do direito de retorno de Palestinianos expulsos após 1948 e Jerusalém manter-se como a capital indivisível de Israel.[11]

Membros[editar | editar código-fonte]

Partido Líder Ideologia Espectro
Partido da Resiliência de Israel Benny Gantz Social liberalismo Centro
Yesh Atid Yair Lapid Liberalismo Centro
Telem Moshe Ya'alon Liberalismo nacional Centro-direita

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % Deputados Status
2019 2.º 1 124 805
26,1 / 100,0
35 / 120

Referências

  1. «After Replacing Netanyahu, Gantz's Party Will Self-destruct. And That's OK». Haaretz. Consultado em 5 de março de 2019 
  2. a b «Blue and White». The Israel Democracy Institute. Consultado em 7 de março de 2019 
  3. Lahav Harkov (16 de fevereiro de 2019). «Histadrut chief Avi Nissenkorn joins Gantzs Israel Resilience Party». The Jerusalem Post. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  4. JPost Editorial (17 de março de 2013). «A Capitalist Government». The Jerusalem Post. Consultado em 17 de março de 2013 
  5. Eric R. Mandel. «Spotlight on Moshe 'Bogie' Ya'alon». The Jerusalem Post. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  6. Alon Yakter; Mark Tessler (26 de fevereiro de 2018). «Netanyahu's new rival is surging in Israel's polls». Washington Post. Gantz's centrist political party, Blue and White... 
  7. staff, T. O. I.; Wootliff, Raoul. «United Gantz-Lapid party to be called 'Blue and White'; no women in top 6». www.timesofisrael.com (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  8. «מצע כחול לבן». כחול לבן (em hebraico). Consultado em 9 de abril de 2019 
  9. «מה זה כחול לבן - מילון עברי עברי - מילוג». milog.co.il. Consultado em 9 de abril de 2019 
  10. Wootliff, Raoul. «Blue and White releases its political platform: 'No second disengagement'». www.timesofisrael.com (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  11. «Yair Lapid Outlines Four Demands for Peace With Palestinians». Haaretz (em inglês). 7 de março de 2019