Baudolino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Baudolino
Baudolino
Autor(es) Umberto Eco
Idioma italiano
País  Itália
Gênero romance
Linha temporal Idade Média (século XII)
Localização espacial Constantinopla
Lançamento 2000
Edição portuguesa
Tradução José Colaço Barreiros
Editora Difel
Lançamento 2002
Páginas 470
ISBN 972-29-0587-2
Edição brasileira
Tradução Marco Lucchesi
Editora Editora Record
Lançamento 2001
Páginas 462
ISBN 85-01-06026-7

Baudolino é um livro de Umberto Eco publicado em 2000 e é ambientado na Idade Média entre 1152 e 1204.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma história de um homem chamado Baudolino de Alexandria que se intitula "o maior mentiroso do mundo inteiro" contando seus feitos ao historiador Nicetas Coniates, feitos de íntima relação com mitos e acontecimentos históricos, entre guerras e uma viagem ao oriente, de um mundo jamais imaginado.

Narra a aventura picaresca de um jovem adotado por Frederico I, o Barba Ruiva, em uma saga que vai desde a coroação deste imperador à invasão de Constantinopla pelas cruzadas - operação financiada pelos venezianos que permitiria a o controle do Mediterrâneo. Com isso, Umberto Eco nos leva para uma época de geografia não explorada em que terras e mares misteriosos pautavam projetos de aumento territorial, religioso e comercial, desatando ambições de governos, negociantes, intelectuais e aventureiros, como Baudolino e seus amigos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.