Baykar Bayraktar TB2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bayraktar TB2
Veículo aéreo não tripulado
Um TB2 da força aérea turca.
Descrição
Tipo / Missão Veículo aéreo de combate não tripulado
País de origem  Turquia
Fabricante Baykar
Quantidade produzida ~ 300[1][2]
Custo unitário US$ 6 milhões (2020)
Desenvolvido de Bayraktar TB1
Desenvolvido em Bayraktar TB3
Primeiro voo em Agosto de 2014
Tripulação 3 na estação de controle de solo
Carga útil 150 kg (331 lb)
Especificações
Dimensões
Comprimento 6,5 m (21,3 ft)
Envergadura 12 m (39,4 ft)
Propulsão
Motor(es) 1 × 100 hp (75 kW)
Performance
Velocidade máxima 220 km/h (119 kn)
Velocidade de cruzeiro 130 km/h (70,2 kn)
Alcance (MTOW) 150 km (93,2 mi)
Autonomia 27 h(s)

O Bayraktar TB2 (do turco: "Porta-bandeira")[3] é um veículo aéreo de combate não tripulado (VACONT) de grande autonomia e média altitude desenvolvido pela empresa turca Baykar. Os modelos desta aeronave são monitorados e controlados por uma estação de controle terrestre, incluindo o emprego de suas armas.[4] O seu desenvolvimento é creditado a Selçuk Bayraktar, um engenheiro formado no MIT.[5]

Em operação desde 2015, o TB2 já somou mais de 400 mil horas de voo.[6][2] As Forças Armadas Turcas são o maior usuário do drone, mas um modelo feito para exportação já foi vendido para vários países, como a Ucrânia e o Azerbaijão.[7][8]

A Turquia já utilizou esta aeronave em conflitos regionais contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e as Unidades de Proteção Popular (YPG) no Iraque e na Síria. Porém, este VACONT ganhou notoriedade por seu extenso e bem sucedido uso, primeiro pelo Azerbaijão na Guerra no Alto Carabaque de 2020 e depois pelos ucranianos na Invasão da Ucrânia pela Rússia em 2022.[9][10]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A criação do Bayraktar TB2 foi estimulada por uma sanção dos EUA contra a Turquia na área de aeronaves não tripuladas, devido a preocupações de que essas seriam usadas contra grupos do PKK dentro e fora do território turco, que se provariam verdadeiras anos depois.[11]

A Baykar começou a desenvolver o sistema a pedido do governo turco, após os testes satisfatórios do Bayraktar TB1.[12] O TB2 fez seu voo inaugural em agosto de 2014.[13]

Histórico operacional[editar | editar código-fonte]

Operações antiterrorismo turcas[editar | editar código-fonte]

O uso do TB2 pelos militares turcos ganhou destaque em operações de antiterrorismo contra posições de militares do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e das Unidades de Proteção Popular (YPG) nas fronteiras do Iraque e da Síria.[14][15][16][17]

Azerbaijão e a Guerra no Alto Carabaque de 2020[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2020, o Ministro da Defesa do Azerbaijão, Zakir Hasanov, anunciou que o Azerbaijão havia decidido comprar drones Bayraktar da Turquia.[18] Durante a Guerra no Alto Carabaque de 2020, os Bayraktar TB2s foram usados ​​contra as Forças Armadas da Armênia, e obtiveram grande sucesso.[19] O Azerbaijão usou TB2s para destruir a artilharia armênia, posições de infantaria e veículos militares, incluindo BM-30 Smerch MLRS, tanques T-72, BMP-1 e BMP-2.[20][21]

Em 19 de outubro de 2020, um Bayraktar TB2 foi abatido pelas defesas aéreas do Exército Armênio sobre o Alto Carabaque.[22][23] Em 8 de novembro de 2020, outro Bayraktar TB2 do Azerbaijão foi abatido pela defesa aérea, no sudeste de Alto Carabaque.[24]

Ucrânia e a invasão russa de 2022[editar | editar código-fonte]

Como parte de seu programa de modernização militar, as Forças Armadas da Ucrânia compraram 12 Bayraktar TB2s em 2019.[25][26] A Ucrânia recebeu o primeiro lote dos VACONTs em março de 2019.[27]

Em 2021, autoridades turcas e ucranianas anunciaram o estabelecimento de um empreendimento conjunto para produzir 48 Bayraktar TB2 adicionais no território ucraniano.[28] O primeiro lote foi entregue à Marinha em julho de 2021.[29]

Durante a invasão russa da Ucrânia em 2022, drones TB2 foram usados ​​pelas Forças Armadas da Ucrânia contra forças e equipamentos russos.[30]

De acordo com imagens de vídeo, os drones TB2 destruíram com sucesso em diferentes ocasiões um posto de comando russo, veículos militares, incluindo tanques, diferentes tipos de caminhões, sistemas de mísseis superfície-ar (incluindo Buk e Tor), artilharia autopropulsada, lançador múltiplo de foguetes (MLRS), obuses e um sistema de guerra eletrônica.[31][32][33][34][35]

O drone também destruiu dois trens abastecedores russos, navios-patrulha e helicópteros.[36][37][38]

Próximo ao verão de 2022, o TB2 começou a apresentar resultados menos significativos na frente de batalha. Os russos, inicialmente desorganizados, começaram a apresentar defesas antiaéreas mais adequadas, com os drones ucranianos sendo abatidos com frequência. Isso pode ter feito com que os ucranianos reduzissem o uso de TB2.[39] Em 25 de julho do mesmo ano, um especialista militar disse à BBC que a baixa velocidade dos drones Bayraktar os tornavam alvos fáceis para as defesas antiaéreas russas, e que muitos foram abatidos.[40]

Utilizadores[editar | editar código-fonte]

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

A popularidade do uso militar do drone na pelas Forças Armadas da Ucrânia inspiraram uma música com o nome do drone.[42] Algumas fontes afirmam que Bayraktar é uma das primeiras músicas sobre drones militares.[43]

Referências

  1. «300'üncü Bayraktar TB2 göklerde». Savunma Sanayi (Turkish Defence Industry) (em turco). 5 de março de 2022 
  2. a b «Bayraktar TB2 SİHA'dan 400 bin uçuş saati». TRT Haber (em turco). 26 de novembro de 2021 
  3. Fishuk, Erick. «Bayraktar (música militar ucraniana)». Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  4. «Bayraktar TB2». www.baykartech.com (em turco). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  5. «Baykar İnsansız Hava Aracı Sistemleri | Selçuk Bayraktar». Baykarsavunma.com 
  6. BAYKAR [@BaykarTech] (26 de novembro de 2021). «#BayraktarTB2 UAV has successfully completed 400,000 flight hours!» (Tweet) (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 – via Twitter 
  7. «How drones are changing the game». Israel National News (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2022 
  8. «Droning On in the Middle East». American Purpose (em inglês). 5 de abril de 2021. Consultado em 26 de abril de 2021 
  9. «Ukraine credits Turkish drones with eviscerating Russian tanks and armor in their first use in a major conflict». Business Insider. 28 de fevereiro de 2022 
  10. Gatopoulos, Alex. «The Nagorno-Karabakh conflict is ushering in a new age of warfare». aljazeera.com. Consultado em 3 de março de 2022 
  11. «Revealed: how UK technology fuelled Turkey's rise to global drone power». the Guardian (em inglês). 27 de novembro de 2019. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  12. «Bayraktar, Malazgirt ve Çaldıran» (PDF) 
  13. «Milli İHA'ya yerli füze takıldı! - GÜNCEL Haberleri». web.archive.org. 18 de junho de 2018. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  14. Sabah, Daily (19 de abril de 2018). «Turkey's Bayraktar TB2 drones enable swift, precise victory against YPG/PKK in Syria's Afrin». Daily Sabah (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  15. Gatopoulos, Alex. «Turkey's drones and a new way of war». www.aljazeera.com (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  16. «Turkey's Drone War in Syria – A Red Team View | Small Wars Journal». smallwarsjournal.com. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  17. «Revealed: how UK technology fuelled Turkey's rise to global drone power». the Guardian (em inglês). 27 de novembro de 2019. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  18. «Azerbaijan to purchase combat drones from Turkey». www.aa.com.tr. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  19. «Turkish armed drones used against Armenia, Azerbaijan confirms». Middle East Eye (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  20. Newdick, Joseph Trevithick and Thomas (28 de setembro de 2020). «Everything We Know About The Fighting That Has Erupted Between Armenia And Azerbaijan». The Drive (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  21. Treadstone 71 (30 de outubro de 2020). «Bayraktar TB2 Armed UAVs destroy 2 Armenian Smerch MLRS». The Cyber Shafarat - Treadstone 71 (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  22. «Karabakh displays wreckage of Turkish Bayraktar drone (Video)». PanARMENIAN.Net. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  23. Author (20 de outubro de 2020). «Տեսնես` ինչքա՞ն «Բայրաքթար» ունեն». ՀՐԱՊԱՐԱԿ (em arménio). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  24. «Karabakh air defense shoots down another Turkey-made Bayraktar drone of Azerbaijan (PHOTOS)». news.am (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  25. SABAH, DAILY (27 de novembro de 2020). «Ukraine to buy 5 more Turkish Bayraktar TB2 drones in 2021». Daily Sabah (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  26. Axe, David. «Ukraine Might Field A Drone Strike Force—And It Could Knock Out Russian Tanks». Forbes (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  27. «Ukraine receives Bayraktar armed UAVs from Turkey | Jane's 360». web.archive.org. 11 de março de 2019. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  28. Bisht, Inder Singh (28 de janeiro de 2021). «Ukrainian Navy Will Receive Turkish Bayraktar TB2 Drones This Year». The Defense Post (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  29. «Ukrainian military gets first Turkish Bayraktar UAV complex». www.ukrinform.net (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  30. «Videos Purport to Show Ukriane Bayraktar Strikes on Russia Vehicles». web.archive.org. 15 de março de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  31. «Videos Purport to Show Ukriane Bayraktar Strikes on Russia Vehicles». web.archive.org. 15 de março de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  32. Corcoran, Kieran. «Ukraine credits Turkish drones with eviscerating Russian tanks and armor in their first use in a major conflict». Business Insider (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  33. «Ukraine's Secret Weapon Against Russia: Turkish Drones». Time (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  34. «In three days, two Bayraktar drones destroy nearly $27 million of Russian hardware». web.archive.org. 5 de setembro de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  35. D'Urso, Stefano (10 de maio de 2022). «Bayraktar TB2 Videos Show New Wave Of Ukrainian Attacks Against Russian Forces On Snake Island». The Aviationist (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  36. «A cheap drone is giving Ukraine's military an edge against Russia». Quartz (em inglês). 2 de março de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  37. Newdick, Thomas (2 de maio de 2022). «Ukraine Claims TB2 Drones Sunk Russian Patrol Boats Off Snake Island (Updated)». The Drive (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  38. «Ukrainian TB2 struck Mi-8 just as troops are disembarking» (em inglês). 8 de maio de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  39. Shoaib, Alia. «Ukraine's drones are becoming increasingly ineffective as Russia ramps up its electronic warfare and air defenses». Business Insider (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  40. «How are 'kamikaze' drones being used by Russia and Ukraine?». BBC News (em inglês). 24 de julho de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  41. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s Oryx. «An International Export Success: Global Demand For Bayraktar Drones Reaches All Time High». Oryx. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  42. «Ucranianos criam música para homenagear o drone Bayraktar». Airway. 10 de março de 2022. Consultado em 16 de março de 2022 
  43. «The Bayraktar TB2 Drone is so effective against Russian vehicles that the Ukrainians made a pop song about it. And the Official Video is going viral on YouTube.». The Aviation Geek Club (em inglês). 2 de março de 2022. Consultado em 16 de março de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma aeronave é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.