Beilerbei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Beilerbei[1] (em turco otomano: بكلربكی; transl.: Beylerbey(i) , "Bei dos Beis", que significa "comandante dos comandantes" ou "senhor dos senhores"), antes Beguelarbegue (Beglerbeg - "lit. "Begue dos begues") em turcomano, era um alto posto no mundo islâmico ocidental no final da Idade Média e início da Idade Moderna, usado do Sultanato de Rum e Ilcanato à Pérsia Safávida e o Império Otomano. Inicialmente designando um comandante-em-chefe, ele também chegou a ser usado por altos governadores provinciais. No uso otomano, onde o posto sobreviveu por mais tempo, o termo designava os reguladores-gerais de algumas das maiores e mais importantes províncias, embora em séculos mais atrasados desvalorizou-se em um título meramente honorífico. Seus equivalentes em árabe eram emir de emires (amir al-umara), e em persa, mir de mires (mir-i miran).[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cunha 2003, p. 87.
  2. Ménage 1986, pp. 1159–1160.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cunha, Antônio Geraldo da (2003). Os estrangeirismos da língua portuguesa: vocabulário histórico-etimológico. São Paulo: Humanitas FFLCH/USP. ISBN 8575061232 
  • Ménage, V. L. (1986). «Beglerbegī». The Encyclopedia of Islam, New Edition, Volume I: A–B. Leiden and New York: BRILL. pp. 1159–1160. ISBN 90-04-08114-3 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.