Berenice Azambuja

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Berenice Azambuja
Informação geral
Nascimento 21 de março de 1952 (64 anos)
Origem Porto Alegre, (RS)
País  Brasil
Gênero(s) Música nativista
Ocupação(ões) Cantora, compositora, instrumentista
Instrumento(s) Acordeão, violão, baixo, cavaquinho, bateria
Página oficial www.bereniceazambuja.com.br

Berenice da Conceição Azambuja (Porto Alegre, 21 de março de 1952) é uma cantora, compositora e instrumentista brasileira de música nativista gaúcha. Seu maior sucesso é a canção É Disso Que o Velho Gosta, que compôs juntamente de Gildo Campos.[1] A música foi regravada em 1985, por Sérgio Reis, e em 1996, por Chitãozinho & Xororó. Já gravou 17 discos, entre CDs e vinis, e um DVD.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1976 - Gaúchinha Faceira - Musicolor
  • 1978 - É o Sucesso - Continental
  • 1979 - Canto Para Mil Querências - Musicolor
  • 1980 - Romance de Terra e Pampa - Musicolor
  • 1981 - Tropeada da Vida - Musicolor
  • 1983 - Canto da Terra - Musicolor
  • 1984 - Berenice Azambuja - Vol. 8 - Continental
  • 1986 - Xote Largado - Continental
  • 1989 - No Jeitinho Brasileiro - Chantecler
  • 1995 - Um Pedaço do Meu Pago
  • 2003 - Quem Tá Mandando é a Mulherada
  • 2008 - Dançando Num Saravá - USA Discos

Política[editar | editar código-fonte]

Berenice se candidatou a vereadora nas eleições de 2016, no município de Cidreira, no Litoral Norte do RS, pelo PSD[2]. Não se elegeu. Obteve[3] apenas 23 votos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.