Blizzard of Ozz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blizzard of Ozz
Álbum de estúdio de Ozzy Osbourne
Lançamento 20 de setembro de 1980
Gravação Março/Abril de 1980
Ridge Farm Studios, Rusper, Inglaterra.
Gênero(s) Heavy metal
hard rock[1]
Duração 39:31
Gravadora(s) Jet
Produção Ozzy Osbourne, Randy Rhoads, Bob Daisley, Lee Kerslake
Cronologia de Ozzy Osbourne
Último
Diary of a Madman
(1981)
Próximo
Singles de Blizzard of Ozz
  1. "Crazy Train"
    Lançamento: 20 de Setembro de 1980
  2. "Mr. Crowley"
    Lançamento: 20 de Setembro de 1980

Blizzard of Ozz é o álbum de estreia do vocalista britânico de heavy metal Ozzy Osbourne, lançado a 20 de Setembro de 1980 pela Jet Records. O álbum é o primeiro lançamento de Osbourne desde que foi despedido em 1979[2] de Black Sabbath. Osbourne admitiu que na altura das gravações, sentia que estava em competição direta com a sua ex-banda.[3] Foi o primeiro de dois álbuns de estúdio que Osbourne gravou com o guitarrista Randy Rhoads, antes de sua morte em 1982.

As faixas "Crazy Train" e "Mr. Crowley" foram lançadas como singles em 1980, no mesmo dia que o lançamento do álbum. Nesse ano, “Crazy Train” conseguiu a posição #9 nas tabelas da Billboard e em 2009, o estatuto de 2× Platina.[4] Apesar de ter tido pouca rotação na rádio quando foi lançada, "Crazy Train" tornou-se uma das canções assinatura de Osbourne e ao longo dos anos seguintes uma parte importante das listas de reprodução das rádio de rock.[5]

Um sucesso comercial, Blizzard of Ozz já vendeu mais de 6 milhões de cópias mundialmente, fazendo dele o álbum mais vendido de Osbourne. Foi certificado 4x Platina nos Estados Unidos, um feito que Osbourne só iria conseguir de novo em 1991 com No More Tears.[4] No Reino Unido, foi o primeiro de quatro álbuns de Osbourne a conseguir a certificação de Prata (60,000 unidades vendidas) pela British Phonographic Industry.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4.5 de 5 estrelas.[6]
Encyclopedia of Popular Music 3 de 5 estrelas.[7]
Examiner 5 de 5 estrelas.[8]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas.[9]
The Rolling Stone Album Guide 2 de 5 estrelas.[10]
Martin C. Strong 7/10[11]
MusicHound 3.5 de 5 estrelas.[12]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Remaster de 2002[editar | editar código-fonte]

Em 1986, Bob Daisley e Lee Kerslake processaram Ozzy por não os pagar royalties, vencendo-o e ganhando os créditos na escrita das canções de Blizzard of Ozz e Diary of a Madman. Na versão remasterizada de 2002, o baixo e a bateria foram regravados por Robert Trujillo e Mike Bordin, respectivamente. Sharon afirmou que Ozzy os queria fora da gravação devido aos seus "comportamentos abusivos e injustos". Muitos fãs acharam isso desonesto, ainda mais porque nada fora posto sobre isso nos encartes dos álbuns remasterizados.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "I Don't Know"   Daisley,Ozzy,Rhoads 5:14
2. "Crazy Train"   Dasley,Ozzy,Rhoads 4:56
3. "Goodbye To Romance"   Dasley,Ozzy,Rhoads 5:36
4. "Dee"   Rhoads 0:50
5. "Suicide Solution"   Dasley,Ozzy,Rhoads 4:16
6. "Mr. Crowley"   Dasley,Ozzy,Rhoads 4:50
7. "No Bone Movies"   Dasley,Kerslake,Ozzy,Rhoads 3:58
8. "Revelation (Mother Earth)"   Dasley,Ozzy,Rhoads 6:09
9. "Steal Away (The Night)"   Dasley,Ozzy,Rhoads 3:30
10. "You Lookin' at Me Lookin' at You" (Remaster de 2002)   4:16
11. "Crazy Train" (Remaster de 2002)   4:50
Duração total:
48:25

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Definitive Editions of Ozzy Osbourne's Landmark Solo Albums -- 'Blizzard of Ozz' & 'Diary of A Madman' -- Restored & Remastered From The Original Recordings Set For Release Tuesday, May 31 On Epic Records/Legacy Recordings Ozzy.com (18-3-2011). Visitado em 8-9-2015.
  2. Osbourne, Ozzy; Ayres, Chris. I Am Ozzy Grand Central Publishing [S.l.] pp. 6, 84. ISBN 0-446-56989-5. 
  3. Osbourne, Ozzy (2011). I Am Ozzy I Am Ozzy [S.l.] Consult. May 24, 2013. 
  4. a b "Searchable Database-Search: Ozzy Osbourne". Consult. 2012-01-22.  Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "RIAA" defined multiple times with different content
  5. "Top 10 Sports Songs". Consult. 2010-02-05. 
  6. Steve Huey. “Blizzard of Ozz - Ozzy Osbourne” Allmusic. Visitado em 8-9-2015.
  7. Larkin, Colin. In: Virgin Books. Encyclopedia of Popular Music. [S.l.: s.n.], 2002. 1430 p. ISBN 9781852279233
  8. Jason Bodak (8-6-2011). “Ozzy Osbourne - 'Blizzard of Ozz' 30th Anniversary Expanded Edition Album Review” Examiner. Visitado em 8-9-2015.
  9. Chuck Eddie (31-5-2011). Blizzard of Ozz (Reissue) Rolling Stone. Visitado em 8-9-2015.
  10. Dave Marsh e John Swenson (Editores). “The Rolling Stone Album Guide”. Nova Iorque: Random House/Rolling Stone Press, (EUA, 1979 e/ou 1983). 648 p. ISBN 0-394-72107-1
  11. Martin C. Strong. The Great Rock Discography. 7ª ed. [S.l.]: Canongate U.S.. ISBN 1-84195-615-5 Página visitada em 14-1-2013.
  12. Graff, Gary; Durchholz, Daniel (eds) (1999). MusicHound Rock: The Essential Album Guide (Farmington Hills, MI: Visible Ink Press). ISBN 1-57859-061-2. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Ozzy Osbourne é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.