Boa Viagem (Recife)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros sentidos para a palavra Boa Viagem, veja Boa Viagem.
Boa Viagem
  Bairro do Brasil  
Bairro de Boa Viagem em primeiro plano
Bairro de Boa Viagem em primeiro plano
Localização
Localização de Boa Viagem no Recife
Localização de Boa Viagem no Recife
Unidade federativa Pernambuco
Zona sul
Região administrativa 6
Município Recife
Características geográficas
Área total 753 hectares
População total 122,922 hab.
Densidade 163,17/hectare não hab./km²
 • IDH 0,974
Outras informações
Domicílios 42.272
Rendimento médio mensal R$ 7.108

Boa Viagem é um extenso e populoso bairro nobre situado na Zona Sul da cidade do Recife, capital de Pernambuco, Brasil. Uma das suas principais características é a sua posição ao longo do Oceano Atlântico, onde também fica a praia de Boa Viagem. A avenida Boa Viagem, que corta o bairro por completo, é a beira-mar. O bairro nobre possui uma das maiores aglomerações por metro quadrado da população da cidade, tendo em vista a grande quantidade de edifícios. Em virtude de sua costa praiana, considerada uma das mais bonitas praias urbanas do Brasil, existem diversos hotéis no local.

Boa Viagem é o bairro mais rico da zona sul do Recife e um dos mais ricos da cidade, embora não seja o mais desenvolvido, devido principalmente às favelas do bairro, como a Entra Apulso, Tancredo Neves e Bruno Veloso. Possui uma infraestrutura com lojas, restaurantes, bares, hotéis, boates, escolas e grandes edifícios, principalmente na Avenida Boa Viagem, o endereço residencial mais requintado da cidade. Trata-se ainda hoje do lugar mais disputado por empresas do mercado imobiliário, assim como a Barra da Tijuca no Rio de Janeiro.

Delimita-se com os bairros de Piedade, na cidade de Jaboatão dos Guararapes e Pina que tem uma praia homônima.[1][2] Seu IDH em 2000 era o segundo maior da cidade do Recife sendo de 0,974, superado apenas pelo IDH do bairro da Jaqueira.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, que deu nome ao bairro.

No início do século XVIII, em terras doadas por Baltazar da Costa Passos e sua esposa, foi construída, por iniciativa do Padre Leandro de Carvalho, uma igreja dedicada à Nossa Senhora da Boa Viagem em razão da devoção dos pescadores que habitavam o então pequeno povoado. A capela deu nome à praia e ao bairro que cresceria ao seu redor.[4]

A urbanização só ganhou impulso no início do século XX, com a construção da avenida Boa Viagem. Mesmo assim ainda era um bairro de veraneio.[4] Os primeiros arranha-céus do bairro, os edifícios Holiday (1957), Acaiaca (1958) e Califórnia (1960), foram feitos originalmente como endereços de veraneio. Tornou-se realmente residencial no fim dos anos 70, aliado à construção do Shopping Recife.

Dados[editar | editar código-fonte]

Boa Viagem ao fundo, vista a partir do Aeroporto Internacional do Recife.

Vista Aérea Boa Viagem

Boa Viagem é um dos bairros mais populosos do Recife
  • IDH: 0,974
  • Área territorial (hectare): 753
  • Valor do Rendimento Nominal Médio Mensal dos Domicílios: R$ 7.108
  • População residente: 122.922 habitantes
  • População residente por sexo:
Masculina: 55.044
Feminina: 67.878
  • População por faixa etária:
0 - 4 anos: 6.102
5 - 14 anos: 12.970
15 - 17 anos: 4.693
18 - 24 anos: 13.865
25 - 59 anos: 65.017
60 anos e mais: 20.275
  • Taxa de alfabetização da população de 10 anos e mais: 97,6%
  • Densidade:
Demográfica (habitante/hectare): 163,17
Domiciliar (habitante/domicílio): 2,9
  • Proporção de mulheres responsáveis pelo domicílio: 42,92%
  • Domicílios: 42.272
Domicílios: 42.272
Imóveis residenciais: 35.856
Imóveis não-residenciais: 7.764
Terrenos: 6.506
  • Zonas especiais de interesse social (ZEIS) no bairro: Borborema, Entra Apulso, Ilha do Destino.
  • Fonte: Censo do IBGE (2000) e Prefeitura da Cidade do Recife

Principais vias[editar | editar código-fonte]

Setúbal[editar | editar código-fonte]

Setúbal é uma subdivisão informal da área mais meridional do bairro de Boa Viagem. Tal subdivisão não é reconhecida na estrutura geopolítica do município, de acordo com a Lei Municipal nº 16.293, de 22 de janeiro de 1997[5], a qual define as suas regiões político-administrativas.

Por ele passa um canal denominado Canal de Setúbal, que se encontra na principal avenida do bairro, a Visconde de Jequitinhonha. Essa avenida é porta de saída da cidade do Recife, realizando a divisa com a cidade Jaboatão dos Guararapes ao sul.

A orla do bairro também se encontra na avenida Boa Viagem, assim como todo o bairro de Boa Viagem e do Pina. O diferencial da orla em relação aos outros bairros deve-se a sua estreita faixa de areia, decorrente do constante avanço do mar. Barreiras artificiais foram e estão sendo criadas pela prefeitura para tentar minimizar o problema[6].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «5 lugares incríveis no Nordeste para conhecer». acordacidade.com.br. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  2. «Companhia estima crescimento de 20% ao ano em Pernambuco». revistaapolice.com.br. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  3. Atlas de Desenvolvimento Humano no Recife
  4. a b CAVALCANTI, Carlos Bezerra. O Recife e seus bairros. Recife:Câmara Municipal do Recife, 1998, pág 111.
  5. Lei 16.293
  6. Setúbal, o bairro independente. Apesar de, oficialmente, fazer parte de BV, região da Zona Sul é vista como bairro à parte, Jornal do Commercio, 21 de outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Boa Viagem (Recife)