Bobadela (Loures)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Bobadela 
  Freguesia portuguesa extinta  
Brasão de armas de Bobadela
Brasão de armas
Localização no concelho de Loures
Localização no concelho de Loures
Bobadela está localizado em: Portugal Continental
Bobadela
Localização de Bobadela em Portugal Continental
Coordenadas 38° 49' N 9° 06' O
Concelho primitivo Loures
Concelho (s) atual (is) Loures
Freguesia (s) atual (is) Santa Iria de Azoia, São João da Talha e Bobadela
Fundação 25 de Agosto de 1989
Extinção 2013
Área [1]
 - Total 3,57 km²
População (2011) [2]
 - Total 8 839
    • Densidade 2 475,9 hab./km²
Gentílico Bobadelense
Orago Nossa Senhora dos Remédios

Bobadela é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Loures, com 3,57 km² de área e 8 839 habitantes (2011). Densidade demográfica: 2 475,9 hab/km². Desde 2013, faz parte da nova União das Freguesias de Santa Iria de Azoia, São João da Talha e Bobadela.[3]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizada na zona oriental do concelho, Bobadela é banhada pelos rios Tejo (a leste) e Trancão (a sul e a oeste), sendo que este último a separa de Unhos (a oeste) e de Sacavém (a sul e sudoeste); a norte e noroeste faz fronteira com São João da Talha, da qual se desmembrou.

Incluía o sítio da Bobadela, e ainda os bairros da Bela Vista, da Cortiça, da Figueira, dos Fojos, da Petrogal, dos Telefones e dos Covões.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia da Bobadela [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
9 041 8 577 8 839

Criada pela Lei n.º 68/89 [5], de 25 de Agosto, com lugares da freguesia de S.João da Talha

História[editar | editar código-fonte]

Embora a freguesia da Bobadela seja de criação recente (separou-se em Agosto de 1989 da freguesia de São João da Talha), o topónimo reflecte uma origem antiga: parece provir do árabe budel, que significa «porta franca» (subentenda-se, uma porta de acesso a Lisboa, através da ponte sobre o Trancão), ou mais provavelmente do nome Abu 'Abd Allah (em árabe, «filho do servo de Deus»).

Aqui passou algumas temporadas el-rei D. Manuel I, aquando de surtos periódicos de peste ocorridos na capital durante o seu reinado, sendo na altura esta terra conhecida pela pureza das suas águas, consideradas medicinais.

A Bobadela conheceu um elevado desenvolvimento económico durante o século XX, a que se associou um grande crescimento demográfico. Isso viria a conduzir à criação da paróquia eclesiástica em 1985, da freguesia civil em 25 de Agosto de 1989[6] e da elevação ao estatuto de vila em 4 de Junho de 1997.[7]

Património[editar | editar código-fonte]

Heráldica[editar | editar código-fonte]

A Bobadela usa a seguinte bandeira e brasão de armas:

Um escudo de púrpura, com cabeça de bobo de ouro e uma roda dentada de vermelho, debruada de prata, alinhadas em faixa. Em chefe, coroa mariana de ouro, entre dois ramos de oliveira de prata, frutados de negro. Contra-chefe ondado de prata e azul de cinco peças. Uma coroa mural de prata de quatro torres. Um listel branco, com a legenda de negro, em maiúsculas: «BOBADELA – LOURES». Bandeira esquartelada de amarelo e vermelho; cordões e borlas de ouro e vermelho.

Antigo brasão da Bobadela.

Até à sua elevação a vila, a Bobadela usava o seguinte brasão:

Um escudo esquartelado: I de vermelho, cabeça de bobo de ouro; II de negro, com imagem de Nossa Senhora dos Remédios, vestida de vermelho e coroada de prata; III de negro, com oliveira arrancada de prata e folhada de verde; IV de vermelho, com roda dentada de ouro. Em contra-chefe, três faixas ondadas de azul. Uma coroa mural de prata de três torres. Um listel branco, com a legenda de negro, em maiúsculas: «FREGUESIA DE BOBADELA» (ou «BOBADELA - LOURES»). Bandeira esquartelada de amarelo e vermelho; cordões e borlas de ouro e vermelho.

Referências

  1. «Áreas das freguesias, municípios e distritos da CAOP2012». Separador Areas_Freguesias_CAOP2012. Instituto Geográfico Português. 2012. Consultado em 1 de Abril de 2014.. Cópia arquivada em 9 de Novembro de 2013 
  2. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_lISBOA". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 28 de Fevereiro de 2014.. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  3. «Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (pdf). Diário da República eletrónico. Consultado em 28 de Março de 2014.. Cópia arquivada (PDF) em 6 de Janeiro de 2014 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  5. Diário da República - https://dre.tretas.org/dre/37004/
  6. «Lei n.º 68/89, de 25 de Agosto» (PDF). Diário da República 
  7. «Lei n.º 57/97, de 12 de Julho» (PDF). Diário da República 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]