Branca de Navarra, Duquesa da Bretanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Branca
Infanta de Navarra
Selo da duquesa Branca.
Duquesa consorte da Bretanha
Reinado 16 de janeiro de 123611/12 de agosto de 1283
Antecessor(a) Margarida de Huntingdon
Sucessor(a) Iolanda de Dreux
 
Cônjuge João I, Duque da Bretanha
Casa Blois (por nascimento)
Dreux (por casamento)
Nascimento Antes de 19 de janeiro de 1225
Morte 12 de agosto de 1283 (58 anos)
  Castelo de Hédé, Ille-et-Vilaine, França
Enterro Abadia de Notre-Dame-de-Joye, Hennebont, França
Pai Teobaldo I de Navarra
Mãe Inês de Beaujeu

Branca de Navarra, também conhecida como Branca de Champanhe (em castelhano: Blanca, em francês: Blanche; antes de 19 de janeiro de 1225 — Castelo de Hédé, 11 ou 12 de agosto de 1283)[1][2] foi duquesa consorte da Bretanha como esposa de João I, chamado "o Ruivo".

Família[editar | editar código-fonte]

Branca era a filha mais velha do conde de Champanhe, e futuro rei, Teobaldo I de Navarra, conhecido como "o Trovador", e de sua segunda esposa, Inês de Beaujeu. Seus avós paternos eram Teobaldo III de Champanhe e Branca de Navarra. Seus avós maternos eram Guichardo IV de Beaujeu e Sibila de Flandres.

Por parte do terceiro casamento do pai com Margarida de Bourbon, Branca teve seis meio-irmãos: Leonor, que morreu jovem; o rei Teobaldo II de Navarra; Margarida, esposa de Frederico III da Lorena; Pedro, senhor de Muruzábal; Beatriz de Navarra, duquesa da Borgonha como esposa de Hugo IV, Duque da Borgonha, e o rei Henrique I de Navarra.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 12 de janeiro de 1225, ela ficou noiva de Otão da Borgonha, filho de Otão I, duque de Merano, e de Beatriz de Borgonha-Condé. Porém, o casamento não foi realizado.

Com a ascensão de Teobaldo ao trono de Navarra em 1234, ela passou a ser conhecida como Infanta Dona Branca de Navarra.

Em 16 de janeiro de 1236, Branca casou-se com o duque João I, em Château-Thierry, na Picardia. Ele era filho de Pedro I, duque da Bretanha e de Alice de Thouars, Duquesa da Bretanha.

Jacente de Branca no Museu do Louvre, em Paris.

Branca fundou a Abadia de Notre-Dame-de-Joye, em Hennebont, na Bretanha, em 5 de outubro de 1275.[3] Lá, ela foi enterrada após seu falecimento em 11 ou 12 de agosto de 1283, com aproximadamente 58 anos de idade. [4]

Já João morreu alguns anos mais tarde, em 8 de outubro de 1286.

Descendência[editar | editar código-fonte]

O casal teve oito filhos:

Ascendência[editar | editar código-fonte]


Precedida por:
Margarida de Huntingdon
Duquesa consorte da Bretanha
Blanka Navarrská.png

16 de janeiro de 123611/12 de agosto de 1283
Sucedida por:
Iolanda de Dreux
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Branca de Navarra, Duquesa da Bretanha

Referências