Joana de França, Duquesa de Bretanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joana de Valois
Duquesa de Bretanha
Reinado 1 de novembro de 139927 de setembro de 1433
 
Cônjuge João VI, Duque de Bretanha
Descendência Ana
Isabel, Condessa de Laval
Margarida
Francisco I
Catarina
Pedro II, Duque de Bretanha
Gilles, Senhor de Chantocé
Casa Valois
Montfort
Nascimento 24 de janeiro de 1391 (627 anos)
  Castelo de Melun, Sena e Marne, Reino da França
Morte 27 de setembro de 1433 (42 anos)
  Vannes, Morbihan, Ducado da Bretanha
Enterro Catedral de Vannes
Pai Carlos VI de França
Mãe Isabel da Baviera, Rainha de França
Religião Catolicismo

Joana de França (em francês: Jeanne de France; Castelo de Melun, 24 de janeiro de 1391Vannes, 27 de setembro de 1433) foi duquesa da Bretanha através de seu casamento com João VI. Era filha de Carlos VI de França e sua esposa, Isabel da Baviera.

João VI e os Condes de Penthièvre[editar | editar código-fonte]

Os Condes de Penthièvre tinham perdido a Guerra de Sucessão Bretã na década de 1340.[1] Como resultado, perderam o título ducal da Bretanha aos Montforts. A conclusão para o conflito levou muitos anos para se confirmar até 1365, quando o Tratado de Guérande foi assinado. Apesar da perda militar e diplomática do acordo, os condes de Penthièvre não haviam renunciado a suas reivindicações ducais à Bretanha e continuaram a persegui-las.

Em 1420 convidaram João VI para um festival realizado em Châtonceaux. Ele apareceu e foi detido. Posteriormente, os Condes de Penthiève espalharam boatos sobre sua morte e o levou a uma nova prisão por dia. Joana de França apelou a todos os barões da Bretanha para responder. Eles cercaram todos os castelos da família Penthièvre um por um.

Joana acabou apreendendo a condessa viúva de Penthièvre, Margarida de Clisson, forçando-a a libertar o duque.[2]

Família[editar | editar código-fonte]

Joana era filha de Carlos VI de França e Isabel da Baviera, que lhe deu o Livro de horas quando tinha 6 anos.[3] Ela era mãe de dois Duques da Bretanha. Ela também tinha irmãos notáveis.

Em 1396 casou-se com João VI, Duque de Bretanha.[4] Juntos, eles tiveram sete filhos:

  • Ana (1409 – c. 1415);
  • Isabel (1411 – c. 1442), que em 1435 casou com Guy XIV de Laval e teve 3 filhos com ele;
  • Margarida (1412 – c. 1421);
  • Francisco I (1414 – c. 1450), duque da Bretanha;
  • Catarina (1416 – c. 1421);
  • Pedro II (1418 – c. 1457), duque da Bretanha;
  • Gilles, Senhor de Chantocé (1420 – c. 1450).
O casamento de João e Joana por Froissart.

Seus irmãos mais notáveis foram:

Joana morreu em 1433, durante o reinado de seu marido.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Joana de França

Referências

  1. Kibler, William W.. Medieval France: An Encyclopedia. Hove, East Sussex: Psychology Press, 1995. p. 443.
  2. Palliser, Bury. Brittany & Its Byways: Some Account of Its Inhabitants and Its Antiquities. Nova Iorque: J. Murray, 1869. p. 219.
  3. Erler, Mary; Kowaleski, Maryanne. Women and Power in the Middle Ages. Athens, GA: University of Georgia Press, 1988. p. 165.
  4. Jones, Michael. Creation of Brittany. Londres: A&C Black, 1988. p. 252.