Broken Blossoms

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broken Blossoms
O lírio quebrado (PT)
Lírio partido (BR)
 Estados Unidos
1919 • p&b • 90 min 
Direção David Wark Griffth
Roteiro David Wark Griffth
Thomas Burke
Elenco Lillian Gish
Richard Barthelmess
Donald Crisp
Arthur Howard
Género Drama / romance
Idioma mudo
Página no IMDb (em inglês)

Lírio partido no Brasil, O lírio quebrado em Portugal, cujo nome original é Broken Blossoms (ou ainda Broken Blossoms or The Yellow Man and the Girl ou The Chink and the Child) é um filme de 1919 dirigido por D. W. Griffith.

Esse filme é uma história de amor que não acaba bem. É através dessa trágica história de amor idealizado e brutalidade que Griffith expõe a sua visão sobre o novo mundo em que vive: um lugar sem mais lugar para gentilizas e suavidade. Um novo mundo, construído de energia agressiva, cruel e violenta.

Quase uma peça de teatro[editar | editar código-fonte]

O Lírio Partido foi baseado no livro Limehouse Nights, de Thomas Burke. E, ao contrário dos filmes anteriores de Grifth, como o épico O Nascimento de Uma Nação (o mais famoso filme de Griffth), esse filme foi quase uma peça filmada, utilizando, apenas, dois pequenos sets, que eram rearranjados de acordo com as necessidades do diretor de fotografia Henrick Sartov.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1919, no porto de Londres, um chinês que havia saído de seu país para espalhar a mensagem de paz, de Buda, já não tem mais fé nem vontade. Agora, ele tem uma loja e é viciado em ópio.

Em outro canto deste mesmo porto existe uma jovem, que vive em um casebre, junto com o seu pai, que é um boxeador. Ele é um homem violento, e costuma espancar a sua filha.

Após uma dessas surras, a jovem sai sem rumo pelas ruelas do porto, até ser encontrada pelo chinês, que a leva para sua casa, onde toma conta dela - e, também, acaba se apaixonando.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.