Cajuína

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma taça de cajuína
Em um supermercado no Piauí.

Cajuína é uma bebida típica do nordeste brasileiro, sem álcool, clarificada e esterilizada, preparada a partir do suco de caju[1], apresentando uma cor amarelo-âmbar resultante da caramelização dos açúcares naturais do suco. Preparada de maneira artesanal, é muito comum nos estados do Ceará e Piauí. Foi inventada em 1900 pelo farmacêutico Rodolfo Teófilo[2] que pretendia com ela combater o alcoolismo. Ele a via como um substituto benévolo da cachaça.

A Cajuína, adotada como símbolo cultural da cidade de Teresina é considerada Patrimônio Cultural do Estado do Piauí.[3]

A produção da cajuína é feita através dos seguintes processos[carece de fontes?]:

  • Extração do suco do caju;
  • Filtração;
  • Adição de gelatina;
  • Separação dos taninos;
  • Clarificação.

O cantor e compositor Caetano Veloso compôs uma música intitulada "Cajuína", em que cita a bebida.

Referências

  1. SANTOS. Tomé Cabral. Dicionário de Termos e Expressões Populares. Fortaleza; Editora Universidade Federal do Ceará, 1973.
  2. Seara da Ciência - Acessado em 3 de junho de 2010
  3. Cajuína do Piauí é patrimônio cultural brasileiro CODEVASF - Acessado em 23 de agosto de 2016
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.