Can't Buy Me Love (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Can't Buy Me Love
Namorada Aluga-se (PT)
Namorada de aluguel (BR)
Cartaz de lançamento
 Estados Unidos
1987 •  cor •  94 min 
Direção Steve Rash
Produção Thom Mount
Roteiro Michael Swerdlick
Elenco Patrick Dempsey
Amanda Peterson
Courtney Gains
Tina Caspary
Seth Green
Género comédia romântica
Música Robert Folk
Cinematografia Peter Lyons Collister
Edição Jeff Gourson
Companhia(s) produtora(s)
Distribuição Buena Vista Pictures
Idioma inglês
Receita $31,623,833
Página no IMDb (em inglês)

Can't Buy Me Love (Namorada de aluguel (título no Brasil) ou Namorada Aluga-se (título em Portugal)) é um filme americano de comédia romântica para adolescente de 1987, estrelado por Patrick Dempsey e Amanda Peterson, em uma história sobre um nerd de escola secundária em Tucson, Arizona, que dá a uma líder de torcida US$1.000 para fingir ser sua namorada por um mês. O filme foi dirigido por Steve Rash[1] e tem o mesmo título de uma canção dos Beatles.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ronald Miller (Patrick Dempsey) é um jovem tímido e trabalhador, que sempre sonhou em ser popular no colégio. Quando ele descobre que Cindy Mancini (Amanda Peterson), uma garota linda que todos os garotos paqueram, está precisando de 1000 dólares ele surge com uma insólita proposta: empresta o dinheiro a ela e em troca ela deverá fingir ser sua namorada. Ela aceita e, com sua ajuda, ele acaba se tornando um dos garotos mais populares do colégio.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Patrick Dempsey .... Ronald Miller
  • Amanda Peterson .... Cindy Mancini
  • Courtney Gains .... Kenneth Wurman
  • Tina Caspary .... Barbara
  • Seth Green .... Chuckie Miller
  • Sharon Farrell .... sra. Mancini
  • Darcy DeMoss .... Patty
  • Dennis Dugan .... David Miller
  • Cloyce Morrow .... Judy Miller
  • Devin DeVasquez .... Iris
  • Cort McCown .... Quint
  • Eric Bruskotter .... Big John
  • Gerardo Mejía .... Ricky
  • Ami Dolenz ... Fran
  • Max Perlich ... Lester

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Can't Buy Me Love tem recepção mista por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 48% em base de 21 críticas no Rotten Tomatoes. Tem 76% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[2]

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme teve sua locação em Tucson, Arizona, na escola Tucson High Magnet School (então conhecida como Tucson High School). A coreografia é de Paula Abdul, que fez uma ponta não creditada como uma dançarina. Os estudantes que aparecem nas cenas como figurantes também não foram pagos por suas aparições durante o filme.

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Young Artist Awards (EUA)

  • Venceu na categoria de Melhor Ator Jovem de Cinema - Comédia (Patrick Dempsey).
  • Indicado nas categorias de Melhor Filme para a Família - Comédia, Melhor Atriz Jovem de Cinema - Comédia (Tina Caspary e Amanda Peterson).
  • Nomeado: Melhor Filme Familiar—Comédia

Remake[editar | editar código-fonte]

Em 2003, Can't Buy Me Love foi refeito como Amor de Aluguel estrelando Nick Cannon e Christina Milian.[3] Embora o evento desencadeador difira entre os dois filmes, muitos dos aspectos/cenas do filme original são reinterpretados neste remake, como o consumo de ovo cru na sala de aula de Economia Doméstica, bem como o líder de torcida dizendo ao valentão que ele está sentado na seção errada no refeitório que ele (o valentão) precisa sentar-se na "seção babaca" da lanchonete.

Referências

  1. Roger Ebert (14 de agosto de 1987). «Can't Buy Me Love». Chicago Sun-Times. Consultado em 29 de janeiro de 2018 
  2. «Can't Buy Me Love» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 19 de abril de 2014 
  3. Scott Brown (10 de dezembro de 2003). «Love Don't Cost a Thing». Entertainment Weekly. Consultado em 11 de novembro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]