Celestia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de o asteroide, veja 1252 Celestia.
Celestia
Captura de tela
Vista de Júpiter em Celestia
Desenvolvedor Desenvolvedores do Celestia
Plataforma Microsoft Windows, Apple MacOS, Linux
Lançamento 2001
Versão estável 1.6.1 (0/06/11)
Versão em teste 2.0
Sistema operacional Multiplataforma
Gênero(s) Software Educacional
Licença GNU GPL
Página oficial https://celestia.space/

Celestia é um programa de astronomia 3D, de código aberto, para Windows, Mac OS X e Linux, criado por Chris Laurel.

O programa, baseado no Catálogo Hipparcos, permite ao usuário mostrar objetos variando em escala de satélites artificiais até galáxias inteiras em três dimensões usando OpenGL. Diferentemente da maioria dos programas para planetários, o usuário é livre para viajar através do Universo. Mais de 10GB de conteúdo extra estão disponíveis para suplementar o programa básico como resultado da pequena mas produtiva comunidade de usuários que apoiam o programa.

Tanto a NASA como a Agência Espacial Europeia (AEE) já usaram o Celestia, mas este não é para ser confundido com o Celestia 2000, que é um programa proprietário da AEE.

Limitações[editar | editar código-fonte]

Há algumas limitações ao modelamento do Celestia:

  • O parâmetro por padrão para a Terra no Celestia é um esferoide perfeito, o que significa que satélites em órbita terrestre baixa não são modelados com precisão. No entanto, este parâmetro pode ser ajustado.
  • Muitas estrelas binárias não são simuladas corretamente.
  • Apenas objetos no sistema solar são móveis; estrelas e galáxias são imóveis (fixas no mesmo ponto).
  • Originalmente não há nebulosas no Celestia, mas elas podem ser adicionadas.

Usos na mídia[editar | editar código-fonte]

A NASA e a ESA usaram o Celestia em seus programas educacionais e de divulgação, bem como para interface com software de análise de trajetória.[1][2]

Celestia foi usada na mídia pelo programa de televisão da CBS NCIS (Temporada 4, Episódio 22: "In the Dark"). O personagem Timothy McGee explica o que é Celestia e como um add-on pode permitir que o usuário armazene um diário dentro do programa também. Texturas desenhadas por artistas gráficos de Celestia foram usadas no filme The Day After Tomorrow e na minissérie de 2008 The Andromeda Strain.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Celestia Exploration Activity». NASA Learning Technologies. National Aeronautics and Space Administration. 2005. Consultado em 26 de outubro de 2007. Arquivado do original em 23 de outubro de 2007 
  2. «Mars Express orbit lowered». Closing in on the Red Planet. European Space Agency. 2003. Consultado em 26 de outubro de 2007. Upcoming Mars Express flight orbits until 7 January, getting closer to the Red Planet. Generated with Celestia software. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons