Chernobil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em 26 de abril de 1986 ocorreu o acidente nuclear de Chernobil. O reator número 4 da central de Chernobil teve problemas com o erro do responsável naquele momento. E liberou uma nuvem radioativa contaminando pessoas, animais e o meio ambiente de uma vasta extensão de terras.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra Tchornobyl (também traduzida como Čornobyl') pode ter surgido a partir da união das palavras чорний (tchorny, "preto") e билля (billya, "grama" ou "folhas"), portanto, pode significar grama preta ou folhas pretas.[carece de fontes?] Há também especulações de que o nome da cidade tenha derivado da planta Artemisia vulgaris.[1]

Chernobilite[editar | editar código-fonte]

Chernobilite é o nome descrito por duas fontes de mídia[2][3] para formações cristalinas altamente radioativas e incomuns encontradas na usina nuclear de Chernobil após a explosão. Foi descoberto devido ao acidente nuclear de Chernobil.[4][5][6]

Medidas de descontaminação[editar | editar código-fonte]

Um café abandonado em Chernobil

Uma espécie de "caixão" de betão (concreto), aço e chumbo foi construída sobre o reator que explodiu, a fim de isolar o material radioativo que ali se concentra. O combustível nuclear chega a 200 toneladas de núcleo do reator e uma espécie de magma radioativo.

Mesmo assim, não foi possível a reocupação de todas as áreas que foram contaminadas. (Pivovarov & Mikhalev 2004). Cinco milhões de hectares de terras foram inutilizados e houve contaminação significativa de florestas.

Referências

  1. Gernot Katzer's Spice Pages, Mugwort (Artemisia vulgaris L.), by Gernot Katzer, 4 July 2006.
  2. BBC Special Report: 1997: Containing Chernobyl?
  3. Suicide Mission to Chernobyl: NOVA, Public Broadcasting Service (PBS)1991, 60mins
  4. United States. Joint Publications Research Service; United States. Foreign Broadcast Information Service (1991). USSR report: Chemistry. [S.l.]: Joint Publications Research Service. Consultado em 20 de julho de 2012 
  5. Richard Francis Mould (1 de maio de 2000). Chernobyl Record: The Definitive History of the Chernobyl Catastrophe. [S.l.]: CRC Press. pp. 128–. ISBN 978-0-7503-0670-6. Consultado em 20 de julho de 2012 
  6. Valeriy Soyfer "Chernobylite: Technogenic Mineral", Khimiya i Zhizn', No 11, Nov. 1990, p. 12, in Science & Technology USSR: Chemistry. JPRS Report. 27 March 1991. p. 29.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pivovarev U. P. & Mikhalev V. P. Radiatsionnaja ekologija. Moscou: Academia, 2004.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chernobil
Ícone de esboço Este artigo sobre a Ucrânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.