Chuck (álbum de Sum 41)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chuck
Álbum de estúdio de Sum 41
Lançamento 12 de outubro de 2004[1]
Gênero(s) Punk rock, rock alternativo
Duração 37:59
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, LP, K7, DD
Gravadora(s) Aquarius Records
Island Records
Produção Greig Nori
Cronologia de Sum 41
Último
Does This Look Infected Too?
(2003)
Go Chuck Yourself
(2005)
Próximo
Singles de Chuck
  1. "We're All to Blame"
    Lançamento: 2004
  2. "Pieces"
    Lançamento: 2004
  3. "Some Say"
    Lançamento: 2005
  4. "No Reason"
    Lançamento: 2005
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4 de 5 estrelas.[1]
Entertainment Weekly (B+)[2]
IGN (6.8/10)[3]

Chuck é o terceiro álbum de estúdio da banda Sum 41, lançado em 12 de outubro de 2004.

Foi o último disco da banda com o guitarrista Dave Baksh. Ele deixou a banda em 11 de Maio de 2006 para iniciar sua carreira em sua nova banda, Brown Brigade. Esse disco foi um pouco diferenciado por possuir um pouco de hardcore em suas canções.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Intro"   0:46
2. "No Reason"   3:04
3. "We're All to Blame"   3:38
4. "Angels With Dirty Faces"   2:23
5. "Some Say"   3:26
6. "The Bitter End"   2:51
7. "Open Your Eyes"   2:44
8. "Slipping Away"   2:28
9. "I'm Not the One"   3:33
10. "Welcome to Hell"   1:56
11. "Pieces"   3:01
12. "There's No Solution"   3:18
13. "88"   4:40

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Banda

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Parada musical (2004/2005) Melhor
posição
 Alemanha (Media Control Charts)[4] 32
 Canadá (Canadian Albums Chart)[5] 2
 Estados Unidos (Billboard 200)[6] 10
 Japão (Oricon)[7] 2
 Reino Unido (UK Albums Chart)[8] 59

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • No Reason pode ser ouvida na série One Tree Hill (2ª Temporada, Episódio 8: Truth, Bitter Truth) e no filme Dirty Love (2005);
  • We're All to Blame faz parte da trilha-sonora do filme Gojira: Fainaru uôzu. Filme lançado somente no Japão para comemorar o 50º aniversário do filme Godzilla (1954).
  • Open Your Eyes faz parte da trilha-sonora do filme Going the Distance (2004). Em 6 de outubro de 2014, Deryck Whibley postou em seu site oficial a versão original da canção.[9]
  • Pieces tem acordes reutilizados da canção The Scientist do Coldplay.
  • Noots faz parte da trilha-sonora do filme Fantastic Four (2005). Originalmente seria a terceira faixa do álbum, mas foi cortada logo após We're All to Blame ser gravada.

Referências

  1. a b Johnny Loftus. «Chuck - Sum 41» (em inglês). allmusic. Consultado em 29 de julho de 2013. 
  2. Michael Endelman (4 de outubro de 2004). «"Chuck Review"» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 29 de julho de 2013. 
  3. JR (20 de outubro de 2004). «Sum 41 - Chuck Review» (em inglês). IGN. Consultado em 29 de julho de 2013. 
  4. «"Sum 41" in der Musikdatenbank» (em alemão). charts.de. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  5. «Sum 41's Chart History: Canadian Albums Chart» (em inglês). Billboard. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  6. «Sum 41's Chart History: Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  7. «SUM 41のアルバム売り上げランキング» (em japonês). Oricon. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  8. «Official Charts - Sum 41» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 30 de julho de 2013. 
  9. [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Sum 41 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.