Cidade de Westminster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cidade de Westminster
Palácio de Westminster
Palácio de Westminster
Lema: Custodi Civitatem Domine
(Guarde a cidade, Senhor)
Dados Gerais
Nação  Inglaterra
 Reino Unido
Região Londres
Distrito Westminster
Área 21,48 km²
População (2008) (est.) 236.000 habitantes
Densidade 10.987 hab/km²
Etnicidade 49.0% britânicos brancos
2.8% irlandeses brancos
19.4% outros brancos
0.8% caribenhos brancos e negros
0.7% africanos brancos e negros
1.5% brancos e asiáticos
1.4% outros mestiços
4.8% indianos
1.4% paquistaneses
2.3% bangladeshi
2.1% outros asiáticos
2.5% caribenhos
3.4% africanos negros
0.7% outros negros
3.2% chineses
4.1% outros[1]
Localização
Cidade de Westminster está localizado em: Reino Unido
Cidade de Westminster
LondonWestminster.png
51° 30' 00" N -00° 08' 00" O
Localização da Cidade de Westminster na Inglaterra e na Grande Londres.
Cidade do Reino Unido Reino Unido

A Cidade de Westminster (em inglês: City of Westminster) é um borough da Grande Londres, situado a oeste e contíguo ao distrito da Cidade de Londres (City of London, ou simplesmente The City, o centro histórico de Londres ) e ao norte do rio Tâmisa. Ocupa a maior parte da área central de Londres, incluindo a maior parte de West End.

Em 1965 foram anexados os antigos distritos de St. Marylebone e Paddington, situados mais ao norte; deste modo, a atual cidade de Westminster cobre uma área muito mais extensa que no passado.

História[editar | editar código-fonte]

Vista parcial da Cidade de Westminster.

O nome foi usado historicamente para descrever a área em torno da Abadia de Westminster - o West Minster, ou "igreja de mosteiro" em inglês, que emprestou seu nome ao local - que tem sido a sede do governo da Inglaterra por quase mil anos. O nome também é utilizado para a Cidade de Westminster, que inclui uma área geográfica maior.

O núcleo histórico de Westminster é a antiga ilha de Thorney, na qual a Abadia foi construída. Esta tornou-se o local tradicional da coroação dos reis ingleses. O vizinho Palácio de Westminster (atualmente as Casas do Parlamento) passou a ser a principal residência real após a conquista normanda da Inglaterra, em 1066 e posteriormente abrigou o incipiente Parlamento e os tribunais do país. Embora mantivesse uma forte presença da Cidade de Londres devido à Torre de Londres, o monarca na verdade não residia ali (um local volátil e insalubre). Londres desenvolveu, portanto, dois pontos focais distintos - um econômico, na Cidade de Londres, e um político e cultural, em Westminster, onde se estabelecera a corte real - uma divisão que ainda perdura nos tempos atuais.

Posteriormente, a monarquia mudou-se para outros palácios na cidade e os tribunais, para o "Royal Courts of Justice", próximo à divisa com a Cidade de Londres. Westminster, porém, continua a ser o centro do governo, já que contém o Parlamento e a maioria dos principais ministérios, ao longo da via chamada Whitehall. Assim sendo, o termo "Westminster" passou a ser usado como metonímia para o Parlamento e a comunidade política do Reino Unido em geral. Do mesmo modo, o serviço público britânico (o civil service) é referido como "Whitehall". "Westminster" também é empregado para referir o modelo britânico do sistema parlamentarista, surgido no Reino Unido.

Distritos[editar | editar código-fonte]

A Cidade de Westminster cobre toda ou parte das seguintes áreas de Londres:

Pontos de interesse[editar | editar código-fonte]

A cidade contém a maior parte do setor chamado West End (extremo oeste), e alberga as principales instalações do governo do Reino Unido, como o Palácio de Westminster, Whitehall, e as Royal Courts of Justice (conhecido também como a Houses of Parliament, sede do Parlamento britânico). O Palácio de Buckingham e a Abadia de Westminster, símbolos da monarquía britânica, se encontram também neste distrito.

Uma boa parte de Londres mais conhecida se situa na cidade de Westminster. Exemplos são: Charing Cross Road, Chinatown, Covent Garden, Downing Street, National Gallery, Oxford Street, Pall Mall, Piccadilly Circus, Royal Academy, Royal Opera House, Soho, St. James's Palace, St. Martin-in-the-Fields, Tate Britain, Trafalgar Square, Victoria Station.

Grandes parques fazem parte da cidade de Westminster: Hyde Park, Kensington Gardens, Regent's Park, St. James's Park.

Pontes que fazem parte do distrito inculem: Chelsea Bridge, Cathedral Bridge, Hungerford Bridge, Grosvenor Bridge, Lambeth Bridge, Vauxhall Bridge, Waterloo Bridge e Westminster Bridge.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Ferroviário[editar | editar código-fonte]

Estações terminais:

Metrô[editar | editar código-fonte]

A cidade de Westminster tem 27 estações de metrô e é servida por 10 das 11 linhas (a exceção é a linha Waterloo & City).

Educação[editar | editar código-fonte]

Universidades[editar | editar código-fonte]

Referências