Clodomiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clodomiro
Rei de Orleães
O rei supervisiona a execucação de Sigismundo, Rei da Borgonha.
Governo
Reinado 511524
Consorte Gunteuca
Dinastia Merovíngia
Vida
Nascimento 495
Morte 21 de junho de 524 (29 anos)
Próximo a Vézeronce-Curtin, Isère, França
Filho(s) Teobaldo
Gontário
Santo Clodoaldo
Pai Clóvis
Mãe Clotilde da Borgonha

Clodomiro (c. 49521 de junho de 524). Foi o segundo dos quatro filhos de Clóvis I, rei dos francos. Quando seu pai morreu em 511, ele dividiu o reino dos francos com seus três irmãos: Teodorico I, Childeberto I e Clotário I. Embora Teodorico, o primogênito, tivesse uma excelente reivindicação, Clodomiro dividiu metade do reino com seus dois outros irmãos. Seu reino era o de Orleães, na Borgonha, tomado do antigo reino de Siágrio. O reino incluía, principalmente, os bispados de Tours, Poitiers e Orleães.

Clodomiro casou-se com Gunteuco, com quem teve três filhos: Teodebaldo, Gontário e Clodoaldo.

Em 523-524, possivelmente por instigação de sua mãe Clotilde, que ansiava por vingar seu sobrinho que havia sido assassinado por Sigismundo da Borgonha, Clodomiro se juntou a seus irmãos numa expedição contra os burgúndios. Após capturar Sigismundo, Clodomiro retornou a Orleães. No entanto, o irmão de Sigismundo, Godomário, retornou triunfalmente à Borgonha à frente das tropas enviadas por seu aliado, o rei ostrogodo Teodorico, o Grande. Lá, ele massacrou a guarnição militar que os francos haviam deixado.

Embora vitorioso, Clodomiro assassinou Sigismundo e seus filhos Gisaldo e Gondebaldo em 1º de maio de 524. Ele então conduziu uma segunda expedição contra os burgúndios.

Ele foi morto nesta expedição, na primavera ou verão do mesmo ano, na Batalha de Vézeronce. Seus três filhos foram confiados à sua mãe até que sua viúva se casasse com Clotário I. Clotário, no entanto, assassinou os filhos de Clodomiro, embora Clodoaldo tenha conseguido escapar. Mais conhecido como São Clodoaldo, ele depois se tornou abade de Nogent, tendo cortado seus cabelos longos, símbolo da realeza franca, abrindo mão de sua herança real.

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 514 ou 521, se casou com Gunteuca, filha de Gundebaldo, rei da Borgonha e de Caratena, com quem teve:

  • Teodebaldo (514 — 524)
  • Gontário (517 — 524)
  • Santo Clodoaldo, Abade de Nogent (522 — c. 560)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clodomiro