Coamo Agroindustrial Cooperativa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Coamo)
Disambig grey.svg Nota: "Coamo" redireciona a este artigo. Para o município porto-riquenho, veja Coamo (Porto Rico).
Coamo
Razão social Coamo Agroindustrial Cooperativa
Atividade Alimentícia
Fundação 28 de novembro de 1970 (51 anos)
Sede Campo Mourão, PR, Brasil
Produtos cereais
Website oficial www.coamo.com.br

Coamo (Coamo Agroindustrial Cooperativa) é uma cooperativa agro-industrial brasileira, considerada a maior cooperativa da América Latina, com sede em Campo Mourão, no estado do Paraná.

História[editar | editar código-fonte]

Inicio[editar | editar código-fonte]

A Coamo Agroindustrial Cooperativa surgiu em 1970, através de um grupo de 79 produtores em Campo Mourão - COAMO.[1] Chefiados por José Aroldo Gallassini, engenheiro agrônomo recém-formado e funcionário da Emater (na época Acarpa), os agricultores tiveram acesso à novas tecnologias e puderam produzir mais.

A Cooperativa Agropecuária Mourãoense Ltda nasceu em 28 de novembro de 1970, formada por 79 agricultores e com um capital social de Cr$ 37.540,00. A sigla Coamo foi proposta pelo cooperado e posteriormente vice-presidente, Gelindo Stefanuto. O 1º presidente foi Fioravante João Ferri que assumiu com a condição de Aroldo Gallassini ser seu gerente geral.

Em 2014, a empresa foi premiada pelo Valor Econômico, como uma das empresas de melhor desempenho do setor de agropecuária.[2]

Crescimento[editar | editar código-fonte]

Com a Coamo veio o crescimento da produção de trigo e a necessidade de alugar armazéns. Em 1971 surgiram sobras que se tornaram características. Um ano depois a cooperativa adquiriu seu 1º armazém próprio.

As primeiras unidades descentralizadas (entrepostos) surgiram em 1974 em Mamborê e Engenheiro Beltrão. Com o falecimento do então presidente Fioravante João Ferri, Gelindo Estefanuto administrou a cooperativa até o fim do mandato. Depois os cooperados elegeram José Aroldo Gallassini, era o ano de 1975. No mesmo ano a Coamo implantou a loja de peças, o moinho de trigo e a tradicional Fazenda Experimental.

A partir dos anos 80 ocorreu o grande salto da cooperativa com a implantação das indústrias de óleo de soja e fiação de algodão. Em 2000 surgiu a fábrica de margarina. Atualmente a cooperativa abrange, através de entrepostos, cerca de 53 municípios em três estados brasileiros: Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Dados numéricos[editar | editar código-fonte]

  • Cooperados: 29.115 (até 31 de dezembro de 2019)
  • Receitas Globais: R$ 13.969.282.258,00
  • Faturamento: R$ 13.390.572.840,00
  • Sobras Líquidas: R$ 792.427.290,00
  • Ativo total: R$ 9.976.486.487,00
  • Patrimônio Líquido: R$ 5.559.053.432,00
  • Exportações, em US$: 1.493.962.623,00
  • Vendas destinadas à exportação, em US$:7.750.219,00
  • Vendas destinadas à exportação, em toneladas: 216.506
  • Vendas de Produtos Industrializados, em R$: 2.284.192.033,00
  • Vendas de Produtos Industrializados, em toneladas: 1.577.484
  • Investimentos: R$ 565.167.385,00
  • Recolhimento de Tributos: R$ 382.315.448,00
  • Recursos humanos: 7.938 funcionários efetivos, dos quais 7,9% foram promovidos internamente e média mensal de 1.443 colaboradores temporários e terceirizados. 2.150 funcionários estão na empresa há mais de dez anos. (O Programa Tempo de Casa homenageou 408 funcionários que completaram 10, 20, 30 e 40 anos de serviços prestados à cooperativa, sendo: 260 com 10 anos; 107 com 20 anos; 35 com 30 anos e 06 com 40 anos.)
  • Unidades: A cooperativa conta com 110 unidades localizadas em 71 Municípios nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, para recebimento da produção agrícola dos mais de 29 mil associados.
  • Ranking de Exportação: 23ª maior empresa exportadora do país e 1ª empresa do Paraná; maior embarcadora de produtos no porto de Paranaguá.
  • Beneficiados: mais de 100 mil pessoas recebem benefícios diretos do cooperativismo (Cooperados, funcionários e familiares).
  • Capacidade de Armazenagem (Estática): 3,83 milhões de toneladas.
  • Recebimento da Produção: 5,01 milhões de toneladas de produtos agrícolas.
  • % Participação (Brasil/Paraná) 3,5 % da produção agrícola do Brasil e 16% da produção paranaense.
  • Alimentos Coamo: lançamento da margarina Coamo Light. Área alimentícia registrou faturamento de R$ 402,75 milhões, representando crescimento de 40,6% em relação ao ano anterior.

(Fonte: Coamo; 2019)

Memorial dos Pioneiros[editar | editar código-fonte]

Inaugurado em [8 de novembro de 2000 em função do 30º aniversário de fundação da Coamo, é uma reverência a todos os que participaram da idealização e construção da maior cooperativa da América Latina. A obra é do artista plástico Luís Trevisan.

Alimentos Coamo[editar | editar código-fonte]

A linha alimentícia Coamo, Primê, Sollus, Dualis e Anniela produz óleo de soja refinado, café torrado e moído, margarinas, farinha de trigo e gordura vegetal hidrogenada.

Atuação social[editar | editar código-fonte]

A cooperativa realiza atividades técnicas, educacionais e sociais para desenvolverem os cooperados e seus familiares. Em 2008 foram 1.420 eventos, que capacitaram 70.782 pessoas.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]