Cooperativa Agroindustrial Consolata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copacol
Razão social Cooperativa Agroindustrial Consolata
Slogan Paixão pra toda vida
Atividade alimentícia
Fundação 23 de outubro de 1963 (55 anos)
Fundador(es) Luis Luise
Sede Bandeira de Cafelândia - PR.svg Cafelândia
 Paraná
 Brasil
Presidente Valter Pitol
Vice-presidente James Fernando De Morais
Website oficial www.copacol.com.br

A Cooperativa Agroindustrial Consolata, conhecida pela sigla Copacol, é uma empresa brasileira baseada no cooperativismo e ligada ao agronegócio. Está sediada em Cafelândia, município localizado no oeste paranaense.[1]

Atualmente, esta cooperativa é ranqueada como uma das maiores do Brasil no seu ramo de atuação,[2][3][4] liderando no segmento da produção de suínos e aves.[5]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A cooperativa foi fundada pelo padre Luis Luise em 23 de outubro de 1963, quando na ocasião foram reunidos trinta e dois pequenos produtores rurais provenientes dos estados Santa Catarina e Rio Grande do Sul.[6][7] Em 1969, a Copacol foi desmembrada para atender especificadamente a agricultura (cuja cultura predominante era a de feijão, arroz, milho e café).[8]

Mais recentemente, a Copacol destacou-se pela sua participação na edição de 2018 da Gulfood, sendo este um dos maiores eventos de alimentos do mundo, realizado em Dubai.[9]

Marcando sua expansão no cenário internacional, em junho de 2018 a Copacol inaugurou seu escritório em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, visando atender regiões como o norte africano e o Oriente Médio.[7]

Empresa[editar | editar código-fonte]

Atuação[editar | editar código-fonte]

Um dos braços de atividade desta cooperativa encontra-se nos Supermercados e Loja do Produtor Copacol. Esta rede de comércio visa atender tanto os empreendedores agrícolas como o consumidor final.[10] Suas seis unidades estão localizadas em cidades do oeste paranaense.[11]

A Copacol possui unidades destinadas a ações específicas, tais como:[12][13][14]

  • Cooperativa Central Agropecuária Sudoeste - Sudcop: sediada em Medianeira, cujas atividades estão na produção de leite e engorda de suínos;
  • Cooperativa Agroindustrial União - Coagru: sediada em Ubiratã, seu trabalho está desenvolvido na avicultura;
  • Cooperativa Frimesa: trabalho nas áreas de suinocultura e derivados do leite;
  • Unitá Cooperativa Central: fundada em 2011 e sediada em Ubiratã, destina-se desde 2013 ao abate e processamento da carne de frango.

A empresa possuiu também um abatedouro de peixes (piscicultura) em Nova Aurora, além de uma Unidade Industrial de Soja e um Centro de Distribuição no distrito de Penha (na área do município de Corbélia).[14][15][16]

Atualmente, esta cooperativa apresenta números representativos para sua atuação e empregabilidade, que iniciam-se no total de colaboradores (9.563), passam pela produção (como nos 11 milhões e 100 mil litros de leite entregues anualmente para a Frimesa) até chegar ao seu faturamento (R$3,841 bilhões em 2018).[1][17][18][19]

Produtos[editar | editar código-fonte]

Em si, a Consolata trabalha com o processamento de alimentos e insumos, cujos alvos são a marca própria e para terceiras empresas. Os produtos estão baseados em sua cultura de área (como aves, suínos, bovinos, laticínios, soja, arroz, dentre outros).[20]

Cotriguaçu[editar | editar código-fonte]

A Copacol é cofundadora e coproprietária da Cotriguaçu. Esta empresa destina-se ao apoio para as maiores cooperativas da região oeste do Paraná. Conta com um terminal de contêineres refrigerados no Porto Seco de Cascavel junto à Ferroeste, além de um terminal de grãos e estrutura alfandegária no Porto de Paranaguá, e de um moinho de trigo no município de Palotina.[21][22][23]

Ações sociais e ambientais[editar | editar código-fonte]

A empresa possui práticas de ações sociais e ambientais, entre as quais destacam-se:

  • programa que promove a recuperação das Áreas de Preservação Permanentes (APPs), em especial as matas ciliares do Paraná;[24][25]
  • combate à poluição, tratamento adequado de resíduos orgânicos, tratamento da água e realocação dos resíduos oriundos dos tratamentos da saúde;[26]
  • projeto Escola no Campo, em parceria com a Syngenta, que visa melhorar a qualidade de educação no campo com a integração de iniciativas nos campos social e ambiental.[27][28]

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Esta empresa já obteve reconhecimentos e premiações diversas ao longo de sua história. Entre elas, está a premiação concedida à Consolata pelo seu Programa de recomposição da Mata Ciliar.[29] No ano de 2005, já havia recebido um reconhecimento com o prêmio Qualidade e Produtividade Total na Avicultura, então concedido pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).[30]

Em 2009, a Consolata foi inserida entre as 150 melhores empresas do Brasil para se trabalhar, segundo pesquisa e ranqueamento da Revista Exame.[31]

Em maio de 2016, esta empresa obteve o segundo lugar na categoria Responsabilidade Social, no reconhecimento Quem é Quem: Maiores e Melhores Cooperativas Brasileiras, realizado pela Fundação Getúlio Vargas.[32] Através da publicação feed&food, a Consolata recebeu em 2017 o Troféu Curuca de Sustentabilidade, devido às ações da mesma no campo ambiental.[26]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Sobre a Copacol». Copacol. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  2. Oliveira, Antônio (9 de julho de 2018). «COOPERATIVISMO – Listas das 50 maiores da Forbes, tem 14 cooperativas | Cerrado Editora». Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  3. «RANKING EXAME: Cooperativas paranaenses se destacam entre as 1000 Maiores Empresas do Brasil». www.paranacooperativo.coop.br. 29 de agosto de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  4. Mezzadri, Ana Julia; Iodice, Giulianna; Bernardo, José Vicente; Le; Manzoni, ro; Baranyi, Lucas; Lauro, Lucas Borges Teixeira e Marcos (7 de julho de 2018). «50 melhores empresas de agronegócio do Brasil». Forbes Brasil. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  5. «Copacol está em 1º no ranking de suínos e aves». O Paraná. 6 de julho de 2016. Consultado em 4 de março de 2019 
  6. «Dois padres e uma inspiração divina: o Cooperativismo». www.alertaparana.com.br. Alerta Paraná. 6 de abril de 2019. Consultado em 16 de abril de 2019 
  7. a b «Cooperativa paranaense Copacol inaugura escritório em Dubai». ANBA - Agência de Notícias Brasil-Árabe. 13 de junho de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  8. Pegoraro, Paulo (26 de outubro de 1999). «Copacol homenageia fundador». Folha de Londrina. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  9. «Copacol participates in the world's largest food fair». Copacol (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  10. «Copacol Supermercado de Nova Aurora está com a Semana Agropecuária». Agronews - Jornal Integração. 25 de abril de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  11. «Copacol Supermercado». Copacol Supermercado. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  12. Oricolli, Sílvio (4 de julho de 2003). «Copacol ganha o Brasil e o mundo». Folha de Londrina. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  13. «COAGRU: Cooperativa cresce 25% e anuncia faturamento recorde». www.paranacooperativo.coop.br. Sistema Ocepar. 21 de março de 2017. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  14. a b Maia, Ricardo (26 de janeiro de 2012). «Copacol investe R$80 milhões em nova unidade». Folha de Londrina. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  15. Mendes, Luiz Henrique (26 de janeiro de 2012). «Copacol inaugura unidade de esmagamento de soja». Valor Econômico. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  16. «Copacol anuncia Centro de Distribuição no distrito da Penha, em Corbélia». Suinocultura Industrial. 20 de julho de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  17. Redação AI/SI (5 de fevereiro de 2019). «Cooperativas do Paraná tiveram avanço no faturamento em 2018». Avicultura Industrial. Consultado em 4 de março de 2019 
  18. Assessoria (13 de fevereiro de 2019). «Copacol cresce 11% e fatura R$ 3,841 bilhões em 2018». www.oparana.com.br. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  19. «Relatório do Conselho de Administração - 2018» (PDF). Copacol. 18 de janeiro de 2019. Consultado em 24 de fevereiro de 2019 
  20. «Linha de produtos». Copacol. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  21. «Cotriguaçu: Primeiro moinho de trigo com APPCC no país». www.paranacooperativo.coop.br. 30 de setembro de 2003. Consultado em 18 de outubro de 2018 
  22. Lima, Marli (19 de março de 2012). «Cotriguaçu aumenta capacidade de terminal portuário em Paranaguá». Valor Econômico. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  23. «Cotriguaçu Cooperativa Central - Apresentação». www.cotriguacu.com.br. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  24. «Programa de Recomposição da Mata Ciliar, vencedor do Prêmio ODM Brasil - Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Brasil». ODM Brasil - Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Brasil (salvo em Wayback Machine). 10 de novembro de 2010. Consultado em 3 de março de 2019 
  25. «Programa de Recomposição da Mata Ciliar — Rio + 20». www.rio20.gov.br. 6 de dezembro de 2011. Consultado em 3 de março de 2009 
  26. a b Ponse, Natália (Agosto de 2017). «Quatro ações fazem da Copacol uma disseminadora...». www.feedfood.com.br. Consultado em 3 de março de 2019 
  27. «Copacol e Syngenta premiam alunos do programa Escola no Campo». O Paraná. 9 de novembro de 2018. Consultado em 3 de março de 2009 
  28. «Secretaria de Educação, Copacol e Syngenta de Jesuítas comemoram o resultado do projeto». www.jornaldooeste.com.br. 29 de novembro de 2014. Consultado em 3 de março de 2019 
  29. «Organizações da sociedade civil premiadas» (PDF). www.enap.gov.br. p. 1. Consultado em 3 de março de 2019 
  30. «Pujança na avicultura garante premiação à Copacol - Página Rural». www.paginarural.com.br. 10 de junho de 2005. Consultado em 3 de março de 2019 
  31. «GUIA EXAME VOCÊ S/A : Copacol está entre as 150 melhores empresas para se trabalhar». www.paranacooperativo.coop.br. SistemaOcepar. 17 de setembro de 2009. Consultado em 4 de março de 2019 
  32. «Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves é premiado na AveSui». www.embrapa.br. 4 de maio de 2016. Consultado em 3 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]