Porto de Paranaguá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Porto de Paranaguá
Porto de Paranaguá, o segundo maior porto do Brasil, o maior porto em Movimentação de grãos e o 4° maior porto do Mundo.Brasil.
Localização
Localização Baía de Paranaguá, Paranaguá, Paraná,  Brasil
Detalhes
Área 171.500 m2[1]
Extensão do cais 2.486 m[1]
Armazéns 24[1]

O Porto de Paranaguá é um porto brasileiro que está localizado no estado do Paraná, na cidade de Paranaguá.[2][3][4] É o maior porto exportador de produtos agrícolas do Brasil, com destaque para a soja em grão e o farelo de soja. No ano de 2007, o Porto de Paranaguá, movimentou 38,5 milhões de toneladas e gerou uma receita cambial de US$ 11,8 bilhões. O porto está aberto a turistas, estudantes e empresários.

O Porto de Paranaguá é o maior porto graneleiro da América Latina. Sendo também o 3º maior porto de contêineres do Brasil, perdendo só para Itajaí e Santos. É o maior porto do Brasil em exportação de grãos. Exporta e importa grãos, fertilizantes, contêineres, líquidos, automóveis, madeira, papel, sal, açúcar, entre outros. A maioria dos navios oriundos de outros países são provenientes dos Estados Unidos, China, Japão e Coreia do Sul.

Administração e investimentos[editar | editar código-fonte]

O porto de Paranaguá é administrado pela APPA (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina). Prometendo recuperar o espaço perdido para portos como o de Itajaí em Santa Catarina, o Governo do Paraná anunciou, em janeiro de 2011, o investimento de 154 milhões de reais no Porto de Paranaguá, pedindo a dragagem emergencial do berços de atracação. O restante do dinheiro seria destinado a dragagem do canal de acesso ao porto (Canal da Galheta) e também para ampliação do complexo que passaria de 20 terminais de atracação para 40, isso aumentaria a capacidade do Porto de Paranaguá de 38 milhões de toneladas anualmente para 60 milhões de toneladas.[carece de fontes?]

Área de Influência[editar | editar código-fonte]

O Porto de Paranaguá tem sua área de influência formada pelos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Paraguai, Minas Gerais e parte de São Paulo.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Navio ancorado
Navio ancorado no Porto de Paranaguá (PR)

Acessos[editar | editar código-fonte]

O acesso rodoviário pode ser realizado pelas rodovias: BR 277, PR 401, PR 411, PR 410 e PR 412. O acesso ferroviário se dá pela Ferrovia Sul-Atlântico S/A, malha Sul, da antiga Superintendência Regional Curitiba (SR 5), da Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA). O terminal de contêineres de Paranaguá é o único do sul do Brasil que conta com uma ferrovia direta.[5]

Já o acesso aquaviário apresenta três canais de acesso: o do Norte, o do Sudeste e o da Galheta, esse último, o principal, com 28,5 km de extensão, largura variando de 150m a 200m e profundidade de 12m. A barra de entrada tem largura de 200m e profundidade de 12m.

Armadores[editar | editar código-fonte]

Alguns dos armadores que atuam em Paranaguá: Maersk Line, Mercosul Line, Safmarine, Evergreen, CMA CGM, Hamburg Süd, CCL, China Shipping, NYK Line, Grimaldi, Mitsui, Gearbulk, Aliança, MSC, CSAV e Cosco.

Movimento[editar | editar código-fonte]

O Porto de Paranaguá é um dos mais movimentados do Brasil. É notável a presença de milhares de caminhões na cidade que causam até engarrafamentos e caos no trânsito. Em 2020 apresentou mais de 57 milhões de toneladas de movimentação de produtos. Sendo exportados 14,2 milhões de toneladas de soja, 5,4 milhões de toneladas de farelo de soja e 2,5 milhões de toneladas de milho.[5]

Relações com a comunidade[editar | editar código-fonte]

As ações do porto com a comunidade não eram tão visíveis até então. A Prefeitura de Paranaguá, que até então não tinha relações com o porto pelo fato do embargo no crescimento do município, agora faz sua retomada expressa delimitando novas áreas para o crescimento do Porto, mantendo relações fortes. Fortalecendo assim o Porto de Paranaguá que hoje em sua área possui um bairro, a Vila Becker, onde os moradores vivem em perigo extremo por morarem ao lado de tanques de armazenamento de óleo e álcool e também pelos dutos que passam pelo porto. Com a Parceria a Prefeitura de Paranaguá estuda remanejar os moradores para outros locais da cidade, que ficam na Zona de Desenvolvimento Urbano, previsto para crescimento da cidade. A Prefeitura também criou a ZDI (Zona de Desenvolvimento Industrial) que possibilitará a instalação de novas indústrias de grande porte na cidade já este ano de 2011.

O Porto de Paranaguá não contava com um terminal de passageiros. Com a previsão de um investimento de quase 25 milhões de reais para a construção de um terminal de passageiros o porto passaria a contar com um moderno prédio para receber turistas, com uma passarela direta até as áreas de interesse turístico da cidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.