Porto de Antonina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Porto de Antonina
O Porto de Antonina como visto da Ponta da Pita.
Localização
Localização Antonina, Paraná,  Brasil
Detalhes
Área 256.622,95 m² (terminal Barão de Teffé) e 72.000m² (terminal da Ponta do Félix)[1]
Extensão do cais 360m (Terminal Portuário da Ponta do Félix) e cais comercial para navios de até 155m (terminal Barão de Teffé).[1]
Armazéns dois armazéns (2.436m e 1.056m) no terminal Barão de Teffé; 3 armazéns para carga geral, um com 2.500m² (capacidade 10000m³) e dois com 3.125m² cada (capacidade de 18000m³), no Terminal Portuário da Ponta do Félix.[1]

O Porto de Antonina é um porto brasileiro localizado no município de Antonina, no estado do Paraná. É administrado pela autarquia estadual.

Em 1920 foi considerado o 4º maior porto em exportações no Brasil.[2] Atualmente conta com dois terminais portuários, o Barão de Teffé e o Ponta do Félix, este último com uma área de 263,8 mil metros quadrados e dois berços de atracação em 360 metros de cais.[3] As principais cargas que passam pelos terminais são congelados, fertilizantes e minérios de ferro.[2] A capacidade atual de importação é de 2 milhões de toneladas com projeções para dobrar essa capacidade para 4 milhões de toneladas.[4]

Em 2013 o porto registrou 1 573 406 toneladas de volume embarcado.[5] Com as obras de dragagem em 2014, o porto passou a permitir navios com até 45 mil toneladas.[6] Em 2015 foi anunciado o investimento privado de 160 milhões de reais nos próximos anos,[4] incluindo a construção de um novo berço de atracação no Terminal de Ponta do Félix e dois novos armazéns de 120 mil toneladas.[7]

Referências

  1. a b c Porto de Antonina no Site Oficial do Ministério de Estado dos Transportes do Brasil
  2. a b Secretaria de Infraestrutura e Logística. «História do Porto de Antonina». Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 
  3. «Porto de Antonina terá investimentos de R$ 114 milhões e novo berço de atracação». Agência Estadual de Notícias. 24 de março de 2016. Consultado em 24 de março de 2016 
  4. a b «Uralkali investe R$ 160 milhões no Porto de Antonina, no Paraná». Globo Rural. 2 de fevereiro de 2015. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 
  5. «Porto de Antonina bate recorde de movimentação». Gazeta do Povo. 19 de julho de 2014. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 
  6. «Começam os trabalhos de dragagem no Porto de Antonina, no litoral do PR». G1. 19 de maio de 2014. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 
  7. «Empresa russa vai investir 160 milhões de reais no Porto de Antonina, no Litoral do Estado». Agência Estadual de Notícias. 30 de janeiro de 2015. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.