ColdFusion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Adobe ColdFusion
Adobe ColdFusion 10 icon.png
Paradigma Programação procedural
Surgido em 1995
Última versão 10 (15 de maio de 2012)
Criado por Adobe Systems, Inc.
Compiladores Linguagem interpretada
Licença: Proprietária
Página oficial Adobe ColdFusion

ColdFusion é uma plataforma de desenvolvimento Web proprietária da Adobe Systems. O ColdFusion utiliza da linguagem CFML para o desenvolvimento de aplicações e páginas dinâmicas. A plataforma ColdFusion oferece integração nativa com plataforma Adobe Flash e seus derivados Flex e Adobe AIR.

A Adobe detém direitos sobre o termo ColdFusion Server, porém existem outros servidores de aplicação que interpretam a linguagem CFML.

Conceituação[editar | editar código-fonte]

O acrônimo CFML significa ColdFusion Markup Language. É uma linguagem baseada em tags que, por ser similar à linguagem HTML (também baseada em tags), apresenta uma boa curva de aprendizagem em comparação com outras linguagens tais como ASP e PHP. Sendo esta a razão principal pela adoção da linguagem e do produto por profissionais da Web, sendo que muitos a adotam como sua primeira linguagem de programação para Internet.

Por ser suportado primordialmente pela Adobe Systems (veja histórico), o ColdFusion Server oferece boa interoperabilidade com outros produtos da mesma empresa, tais como Flash, Dreamweaver entre outros, sendo também uma escolha comum para aqueles que trabalham com estas tecnologias.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A linguagem e o servidor ColdFusion foram criados em 1995 pelos irmãos JJ e Jeremy Allaire, fundadores da empresa Allaire, adquirida em 2001 pela Macromedia, que por sua vez, em 2005, foi adquirida pela Adobe, empresa que agora mantém o ColdFusion Server. Com a aquisição da Allaire pela Macromedia, o ColdFusion foi totalmente reescrito, tornando-se um servidor J2EE (Java) certificado pela Sun. A primeira versão baseada em Java foi a MX 6.0, codinome Neo.

Com o lançamento da versão 4.5, o nome do produto deixou de ser grafado de forma separada (Cold Fusion), e passou a ser simplesmente ColdFusion. Esta mudança na grafia causa grande confusão entre usuários, especialmente no tocante à buscas por artigos e referências na Internet, que frequentemente são confundidas com o termo Fusão a Frio da física.

A versão atual é a 10, lançada em 15 de maio de 2012. Essa nova versão inclui, além de aperfeiçoamentos de performance e segurança, suporte à web sockets e outros recursos de HTML5, integração com Tomcat, aperfeiçoamentos na linguagem (closures, construtores, etc), entre outros.

O servidor de aplicações[editar | editar código-fonte]

Para o ColdFusion Server da Adobe Systems, existem três versões do ColdFusion Server: Developer, Standard e Enterprise. Todas possuem suporte à CFML e diferem-se em recursos extras, tais como as buscas Verity e recursos como sandbox security. A versão Developer é gratuita e tem as mesmas funcionalidades da versão Enterprise, porém limitado a responder requisições oriundas da própria máquina onde está instalado e um IP adicional da mesma rede (totalizando no máximo dois clientes).

Outras empresas oferecem alternativas ao produto da Adobe, uma vez que a linguagem CFML não é proprietária. Os mais conhecidos são:

A linguagem de programação CFML (exemplos)[editar | editar código-fonte]

<!--- Esse texto é apenas um comentário no ColdFusion --->
 
<cfquery name="NomeDaQuery" datasource="NomeConexao">
	SELECT 
	  campo1, 
	  campo2 
	FROM 
	  tabela
	WHERE 
	  campo1 = <cfqueryparam cfsqltype="cf_sql_varchar" value="oquevcquiser">
</cfquery>
 
<cfoutput query="NomeDaQuery">
	#NomeDaQuery.campo1# - #NomeDaQuery.campo2#
</cfoutput>
 
<!--- OU --->
 
<cfoutput>
	<cfloop query="NomeDaQuery">
		#NomeDaQuery.campo1# - #NomeDaQuery.campo2#
	</cfloop>
</cfoutput>
 
 
<!--- Variáveis --->
<cfset minhaVariavel = 2>
<cfset minhaVariavel2 = variables.minhaVariavel>
 
<!--- Estruturas de condição --->
<cfif variables.minhaVariavel GT 2>
	É maior que 2
<cfelseif variables.minhaVariavel LT 2>
	É menor que 2
<cfelse>
	É igual a 2
</cfif>
 
 
<!--- Arrays --->
<cfset frutas = ArrayNew(1)>
<cfset frutas[1] = "laranja">
<cfset frutas[2] = "abacaxi">
<cfset frutas[3] = "banana">
<cfset frutas[4] = "maçã">
 
<!--- OU --->
 
<cfscript>
	frutas = ArrayNew(1);
	ArrayAppend(variables.frutas, 'uva');
	ArrayAppend(variables.frutas, 'morango');
	ArrayAppend(variables.frutas, 'mamão');
	ArrayAppend(variables.frutas, 'manga');
</cfscript>
 
<!--- OU --->
 
<cfset frutas = ['figo','abacate','ameixa','caju']> <!---Array in-line (Suportado apenas na versão 8)--->
 
<cfdump var="#variables.frutas#"> <!--- dump do array --->
 
<cfoutput>
	<!--- Loops --->
	<cfloop array="#variables.frutas#" index="i">
		#variables.i#
	</cfloop>
	<!--- // --->
	<cfloop from="1" to="#ArrayLen(variables.frutas)#" index="i">
		#variables.frutas[i]#
	</cfloop>
 
	<!--- loop 1 a 100 --->
	<cfloop from="1" to="100" index="i">
		#variables.i#
	</cfloop>
 
	<!--- loop 100 a 1 --->
	<cfloop from="100" to="1" index="i" step="-1">
		#variables.i#
	</cfloop>
</cfoutput>

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.