Comiket

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Comiket (コミケット, Komiketto?), também conhecido como Comic Market (コミックマーケット, Komikku Māketto, lit. mercado de histórias em quadrinhos?),[1] é a maior feira de dōjinshi do mundo, que acontece duas vezes por ano em Tóquio, Japão.[2] A primeira edição da Comiket aconteceu em 21 de Dezembro de 1975 e contou com a presença de 32 círculos participantes e cerca de 600 visitantes.[3] Atualmente o número de visitantes chega a ultrapassar a faixa de meio milhão de pessoas.[2]

A base do evento são esforços DIY para vender dōjinshi, revistas japonesas autopublicadas. Como os itens vendidos na Comiket são considerados muito raros (já que dōjinshis raramente são reimpressos), alguns podem ser encontrados na internet sendo vendidos a preços muito maiores do que o preço original. A continuidade do funcionamento do Comiket é de responsabilidade do Comic Market Preparatory Committee (ComiketPC).


Muitos dos mangakás amadores formam grupos ou "círculos" de fãs e publicam dōjinshis para mostrar seu trabalho a outros fãs. Alguns desses artistas alcançam altos níveis de popularidade a ponto de entrar no mercado comercial e atrair uma empresa. Assim, mangakás como Rumiko Takahashi e o grupo CLAMP começaram desenhando dōjinshi que elas expuseram na Comiket. Alguns mangakás publicam dōjinshi na Comiket depois de entrar no mundo profissional, pelo amor à arte e à liberdade de expressão que muitas vezes não encontram em seus trabalhos comerciais. Na Comiket, há tendências que serão refletidas mais tarde no mangá e no anime comercial.

Comiket teve origens humildes com 30 posições e um público de 700 ou 800 pessoas, mas agora o número de grupos ou círculos ascende a 35.000, e durante três dias por edição 550.000 pessoas vão (2007 até o verão). Esses números continuam mostrando uma tendência ascendente. Nos últimos anos, as técnicas de impressão melhoraram muito: não são mais páginas impressas com uma Xerox e acompanhadas por um grampo, mas você já pode ver revistas coloridas.

Na Comiket, também é comum a presença de cosplays.

Origem[editar | editar código-fonte]

A Comiket foi fundada em 1975 por Yoshihiro Yonezawa[4] e um círculo de amigos, incluindo Teruo Harada e Jun Aniwa[5] enquanto estudavam na Universidade Meiji. Seguindo o fechamento da revista de mangás COM, eles quiseram estudar mangá e explorar seu potencial, já que as ofertas comerciais naquele tempo eram mainstream e sem novidades.


Hora, data e local[editar | editar código-fonte]

Público na Comiket 62.

O Comic Market é realizado duas vezes por ano; uma vez em agosto e uma vez em dezembro.[5] Estes são normalmente referidos como NatsuComi (夏コ, Natsukomi?) e FuyuComi (ミコミFuyukomi?) (contrações das Verão e Inverno com Comiket), respectivamente. O NatsuComi tem duração de três dias e geralmente acontece no fim de semana em torno de 15 de agosto. O FuyuComi dura de dois a três dias e é realizado entre 28 e 31 de dezembro. O local atual da convenção é o centro de convenções Tokyo Big Sight, perto de Ariake. Odaiba, Kōtō, Tóquio. A maior parte da convenção ocorre das 10h às 16h, embora os estandes da empresa funcionem até às 17h. No último dia da convenção, os estandes da empresa e a Cosplay Square fecham uma hora antes, às 16h. e 3 da tarde respectivamente.[6] Devido à popularidade do evento, o site oficial da Comic Market recomenda que os participantes da primeira vez cheguem à tarde para evitar ter que esperar na fila.[7] Aqueles que chegam às 10 da manhã podem esperar na fila por cerca de uma hora antes de poderem entrar. Os participantes que chegam no primeiro trem podem esperar cerca de cinco horas antes de entrarem, aproximadamente, às 10h ou 10h30 da manhã.[6]


Referências

  1. Alexandre Nagado (19 de Abril de 2002). «O bê-a-bá do mangá». Omelete 
  2. a b McCarthy, Helen (2006). "Manga: A Brief History". 500 Manga Heroes & Villains. Hauppauge, New York, USA: Chrysalis Book Group. p. 14. ISBN 978-0-7641-3201-8
  3. Inokai, K. (2000) apud Wilson, Brent; Toku, Masami (2003). "'Boys Love', Yaoi, and Art Education: Issues of Power and Pedagogy". Acesso em: 07 mar. 2012. (em inglês)
  4. New university library puts focus on the fans, The Japan Times Online, 14 de Junho de 2009. Acesso em 31 de Março de 2012. (em inglês)
  5. a b Peixoto Silva, Sérgio (2002). «Comic Market - A Maior Feira de fanzines do mundo». Editora Trama. Anime EX (20): 8-11 
  6. a b «コミックマーケット76のご案内» (em japonês). Comiket Inc 
  7. «To Attendees from Overseas: Comic Market (Comiket) 76». Comiket Inc 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Comiket
Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.