Copa Petrobras de Tênis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Fevereiro de 2008). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Etapa de São Paulo da Copa Petrobrás 2009 (em quadra, Júlio Silva

A Copa Petrobras de Tênis, é um torneios de tênis da América do Sul.[1]

O torneio, organizado pela multinacional brasileira Petrobrás, rende pontos no Ranking da ATP e premia com alta soma em dinheiro. Em 2010, essa premiação chegava a 75.000 dólares.[1]

A competição[editar | editar código-fonte]

O torneio foi criado em 2004, com a primeira edição em Santiago no Chile.[1]

O Tênis do continente sul-americano aproveita a temporada da Copa Petrobras para garantir pontos preciosos, tenistas argentinos são sempre fortes candidatos ao titulo. o Brasil também sempre alcança bons resultados, mas abaixo do esperado, o importante também é a mescla com jogadores europeus, principalmente da Espanha e da Italia que resultan no crescimento dos tenistas do Cone Sul. E Também ajuda a tenistas a crescerem em torneios maiores caso em 2007 como Thomaz Bellucci, João Olavo Souza (feijão), entre outros.

Campeões[editar | editar código-fonte]

Em 2004[editar | editar código-fonte]

Campeão - Oscar Hernandez (ESP) Vice-campeão - Nicolas Lapentti (EQU)

Campeão - Oliver Marach (AUT) Vice-campeão - Diego Moyano (ARG)

Campeão - Mariano Puerta (ARG) Vice-campeão - Franco Ferreiro (BRA)

Campeão - Ramon Delgado (PAR) Vice-campeão - Mariano Puerta (ARG)

Campeão - Nicolas Lapentti (EQU) Vice-campeão - Júlio Silva (BRA)

Campeão - Mariano Puerta (ARG) Vice-campeão - Nicolas Lapentti (EQU)

2005[editar | editar código-fonte]

Campeão - Marcos Daniel (BRA) Vice-campeão - Daniel Koellerer (AUT)

Campeão - Júlio Silva (BRA) Vice-campeão - Ruben Ramirez Hidalgo (ESP)

Montevidéu, Uruguai Campeão - Juan Martin del Potro (ARG) Vice-campeão - Boris Pashanski (SCG)

Campeão - Boris Pashanski (SCG) Vice-campeão - Nicolas Lapentti (EQU)

Campeão - Carlos Berlocq (ARG) Vice-campeão - Diego Hartfield (ARG)

2006[editar | editar código-fonte]

Campeão - Diego Hartfield (ARG) Vice-campeão - Daniel Koellerer (AUT)

Campeão - Guillermo Cañas (ARG) Vice-campeão - Nicolás Lapentti (EQU)

Campeão - Sergio Roitman (ARG) Vice-campeão - Boris Pashanski (SCG)

Campeão - Guillermo Cañas (ARG) Vice-campeão - Martin Vassallo-Arguello (ARG)

Campeão - Guillermo Cañas (ARG) Vice-campeão - Flávio Saretta (BRA)

2007[editar | editar código-fonte]

campeão Marcos Daniel (BRA) vice-campeão Santiago Giraldo (COL)

campeão Nicolas Devilder (FRA) vice-campeão Manoel Granollers-Pujol (ESP)

campeão Santiago Ventura (ESP) vice-campeão Manoel Granollers-Pujol (ESP)

campeão Franco Ferreiro (BRA) vice-campeão Martim Vassallo-Arguello (ARG)

campeão Sergio Roitman (ARG) vice-campeão Marcos Daniel

campeão Nicolas Massu (CHI) vice-campeão Sergio Roitman (ARG)

Titulos de Simples por paises[editar | editar código-fonte]

Prêmios e pontuação[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Cinco torneios challengers, US$(dólares) 75.000,00,[1] total por torneio + hospedagem.

Torneio dos campeões US$ 100.000,00 + hospedagem

Pontos[editar | editar código-fonte]

Simples — Pontos — Premiação
  • Campeão — 70 — US$14.000
  • Finalista — 49 — US$8.480
  • Semifinalista — 31 — US$5.020
  • Quadrifinalista — 16 — US$2.920
  • Rodada/16 — 7 — US$1.720
  • Rodada/32 — 0 — US$1.040
Duplas — Pontos — Premiação
  • Campeão — 70 — US$6.200
  • Finalista — 49 — US$3.600
  • Semifinalista — 31 — US$2.160
  • Quadrifinalista — 16 — US$1.280
  • Rodada/16 — 0 — US$720

Referências

  1. a b c d Jonas Lopes, Veja SP (2010). «Copa Petrobras de Tênis». Consultado em 3 de agosto de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]