Corifeu de Azevedo Marques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corifeu de Azevedo Marques
Nascimento 20 de maio de 1907
Morte 29 de agosto de 1965 (58 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista

Corifeu de Azevedo Marques (20 de maio de 190729 de agosto de 1965) foi um jornalista brasileiro da primeira metade do século XX[1], e importante militante e dirigente do Partido Comunista Brasileiro nos anos 1930, eleito para o seu Bureau Político durante a Conferência Nacional ocorrida em janeiro de 1934.

Desenvolveu uma carreira de radialista no O Grande Jornal Falado Tupi, como também atuou na Rádio Tupi, Diários Associados e na Rádio Difusora.

Nos últimos anos de sua carreira, ganhou respeito em todo o Brasil por seu envolvimento com o movimento municipalista e, principalmente, pelos comentários profundos e abalizados que fazia no Grande Jornal Falado Tupi e no Matutino Tupi. Seus comentários eram perspicazes, curtos e, ao mesmo tempo, profundos, todos feitos de improviso.

Em sua homenagem, o seu nome foi utilizado para batizar a Avenida Corifeu de Azevedo Marques, no bairro do Butantã, São Paulo.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • LIMA, Heitor Ferreira. Caminhos percorridos: memórias de militância. São Paulo, Brasiliense, 1982.