Cornelius Lanczos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cornelius Lanczos
Nascimento 2 de fevereiro de 1893
Székesfehérvár
Morte 25 de junho de 1974 (81 anos)
Budapeste
Nacionalidade Hungria Húngaro
Alma mater Universidade de Szeged
Prêmios Prêmio Chauvenet (1960)
Orientador(es) Rudolf Ortvay
Campo(s) Matemática
Tese 1921: Die funktionentheoretischen Beziehungen der Maxwellsche Aethergleichungen - Ein Beitrag zur Relativitäts und Elektronentheorie

Cornelius Lanczos (pronúncia: [ˈlaːntszoʃ]; Kornél Löwy, Kornél Lánczos) (Székesfehérvár, 2 de fevereiro de 1893Budapeste, 25 de junho de 1974), foi um matemático e físico húngaro.

A tese de doutorado de Lanczos (1921) foi sobre teoria da relatividade. Em 1924 ele descobriu uma solução exata das equação de campos de Einstein que representa uma configuração de partículas com simetria cilíndrica rígida rotacionando. Isto foi posteriormente redescoberto por Willem Jacob van Stockum e é atualmente conhecida como poeira de van Stockum.

Trabalhando em Los Angeles no National Bureau of Standards após 1949, Lanczos desenvolveu uma série de técnicas para cálculos matemáticos utilizando computadores digitais, incluindo:

Em 1962, Lanczos mostrou que o tensor de Weyl, que tem grande importância na relatividade geral, pode ser obtido a partir tensor potencial, o chamado potencial de Lanczos.

Durante a era McCarthy, Lanczos esteve sob suspeita do governo norte-americano devido a possíveis ligações comunistas. Em 1952 ele decidiu deixar os Estados Unidos e se mudou para a School of Theoretical Physics no Dublin Institute for Advanced Studies na Irlanda, onde sucedeu Schrödinger.

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Applied Analysis, 1956.
  • The Variational Principles of Mechanics, 1949, 4ª Ed. 1970.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Lanczos, Cornelius; and William R. Davis (ed.) (1998). Collected published papers with commentaries. Raleigh, N.C.: North Carolina State University. ISBN 0-929493-01-X 
  • Lanczos, Cornelius (1970). The Variational Principles of Mechanics. Toronto: University of Toronto Press. ISBN 0-8020-1743-6 
  • Lanczos, Cornelius (1962). «The splitting of the Riemann tensor». Rev. Modern Phys. 34. 379 páginas. doi:10.1103/RevModPhys.34.379 
  • Lanczos, Cornelius (1924). «Über eine stationäre kosmologie im sinne der Einsteinischen Gravitationstheories». Zeitschr. f. Phys. 21. 73 páginas. doi:10.1007/BF01328251 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Richard Bruck
Prêmio Chauvenet
1960
Sucedido por
Philip Davis