Crazy Town

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Crazy Town
Crazy Town logo.
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rapcore
Nu Metal
Rap Rock
Período em atividade 1995 - 2003, 2007 - Presente
Gravadora(s) Columbia Records
Integrantes Bret Mazur
Seth Binzer
Nick Diiorio
Ahmad Alkurabi
Ex-integrantes
Adam Goldstein
Antonio Lorenzo Valli
James Bradley Jr.
Rust Epique
Kraig Tyler

Crazy Town é uma banda de rap rock formada em 1995 em Los Angeles, California.[1]

História da Banda[editar | editar código-fonte]

Formação (1995 - 1999)

Mazur e Binzer, que atendem pelos nomes "Epic" e "Shifty Shellshock" respectivamente, começaram colaborando juntos em 1995, com o nome de "The Brimstone Sluggers". No entanto eles não pensaram seriamente sobre lançar qualquer material até muito tempo depois. No início de 1999, Crazy Town consistia em Mazur, Binzer, Rust Epique, James Bradley Jr., Doug Miller, Adam Goldstein (vulgo DJ AM), e Antonio Lorenzo "Trouble" Valli. Seu álbum de estréia, The Gift of Game, foi lançado em novembro de 1999, tendo sido gravado previamente naquele ano. O álbum foi bem recebido graças ao single "Butterfly" que alcançou a primeira posição do Billboard Hot 100.

Epic e Shifty

O fim da banda (2003)[editar | editar código-fonte]

Em 2002 chega o segundo álbum da banda, chamado "Darkhorse", que não teve o sucesso de seu antecessor (The Gift of Game), vendendo nas primeiras semanas apenas 13.000 cópias. Meses depois a banda acabou se separando. No ano de 2007, Bret "Epic" Mazur e Seth "Shifty Shellshock" Binzer, anunciaram uma possível volta da banda, que acabou não acontecendo, sendo vários outros fatores que jogaram uma "sombra" sobre a banda, como a morte de Rust Epique, ex-guitarrista do Crazy Town, por parada cardíaca em 2004 e a morte de Adam Goldstein, ex-DJ da banda.

Inúmeros fatores foram cruciais para que os integrantes fossem se afastando com o tempo, a relação de amizade ia sendo esquecida a cada novo caso de Seth Binzer com uso abusivo de drogas, o que o levou a participar do reality show Celebrity Rehab, o que não adiantou. Shifity entrou em coma por alguns dias e logo depois foi encaminhado para uma clinica de recuperação.

Tempos depois Seth estaria de volta, fazendo alguns shows com o seu projeto solo, um deles com participação do Ex- Limp Bizkit Dj Lethal.

Por outro lado Epic ( Bret Mazur ) e SQRL ( Kraig Tyler ) se uniram e formaram o LA_EX, grupo que envolve elementos do eletro, disco com um vocal pop de Antonella Barba, que participou do American Idol.

Hiato (2003-2007)[editar | editar código-fonte]

Durante o hiato de Crazy Town, Bret Mazur passou a formar The Pharmacy, uma empresa produtora de registro. Pouco depois de deixar Crazy Town, Rust Epique formou uma banda que se chamou pre)Thing. Ele morreu de um ataque cardíaco[2] pouco antes de seu álbum de estreia 22nd Century Lifestyle que foi lançado em 2004. Os vocalistas Binzer contribuíram com vocais com Paul Oakenfold no single de 2002, Starry Eyed Surprise. Ele lançou seu primeiro álbum solo em 2004, Happy Love Sick, sob o seu apelido Shifty Shellshock. Kraig Tyler se juntou a banda industrial de Eric Powell 16 Volt.

2013 e o possível retorno[editar | editar código-fonte]

Após um vídeo campanha "Crazy Town Back to the scene" feito pela equipe New Metal 4 U ter alcançado os olhos dos membros pelas redes sociais, James, Seth. Epic, Kraig, Doug Miller e Anthony disseram que estariam sempre disponíveis para tocar com os velhos amigos, dessa forma prometeram novidades para os dias que se seguem, seria agora o retorno da banda.

The Brimstone Sluggers (2013–presente)[editar | editar código-fonte]

O retorno de todos os membros ainda não é certo, mas Seth e Epic prometem um EP que voltará as origens "The Brimstone Sluggers" será lançado em breve, juntamente com a campanha de marketing dos novos endereços em redes sociais, Twitter, Instagram e facebook. O Brimstone Sluggers foi lançado em 28 de agosto de 2015. DJ AM aparece como um artista em destaque na faixa "Born to Raise Hell", que foi lançada como single em agosto de 2015.[3]

Estilo[editar | editar código-fonte]

As músicas de Crazy Town tem sido rotuladas como: rap rock,[4][5][6][7] rap metal,[4][5][8] nu metal,[9][10][11] e alternative rock.[12][13]

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros
  • Bret "Epic" Mazur – vocais(1995–2003; 2007–presente)
  • Shifty Shellshock – rapping, (1995–2003; 2007–presente)
  • Nick "Dax" Diiorio – baixo, backing vocais (2014–presente)
  • Kevin Kapler - bateria (2014–presente)
  • Omar Gusmao - guitarra (2015–presente)
  • Rick "R1CKONE" Dixon - samples (2010-2013, 2015–presente)
Ex-integrantes
  • Adam "DJ Adam 12" Bravin - turntables, samples, programação, teclado (1995–1996)
  • Charles "Rust Epique" Lopez - guitarra (1999–2000; morreu em 2004)
  • James "JBJ" Bradley Jr. – bateria (1999–2001)
  • Adam "DJ AM" Goldstein – turntables, samples, programming, teclado (1999–2000, 2001, 2009; died 2009)
  • Doug "Faydoe Deelay" Miller - baixo (1999-2003)
  • Kraig "Squirrel" Tyler - guitarra rítmica, backing vocais (2000–2003)
  • Antonio Lorenzo "Trouble" Valli - guitarra (1999–2003)
  • Kyle Hollinger - bateria (2001-2003)
  • Ahmad "Deadsie" Alkurabi – guitarra (2014–2015)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Informação do Álbum
The Gift of Game[14]
  • Lançado: 9 de Novembro de 1999
  • Posições: #9 EUA, #15 Reino Unido
  • Singles: "Toxic", "Darkside", "Butterfly", "Revolving Door"
Darkhorse[15]
  • Lançado: 12 de Novembro de 2002
  • Posições: #120 EUA, #164 Reino Unido
  • Singles: "Drowning", "Hurt You So Bad"
The Brimstone Sluggers[16]

Singles[editar | editar código-fonte]

Lista de singles, com gráficos e certificações selecionadas, mostrando ano, lançamento e nome do álbum
Título Ano Pico gráfico posições Certificações Álbum
EUA
[17]
EUA
Alt.

[18]
EUA
Main. Rock

[19]
AUS
[20]
AUS[21] FIN
[22]
ALE
[23]
NOR[24] NLD[25] NZ[26] SUE[27] SUI[28] UK[29]
"Toxic"[30] 1999 The Gift of Game
"Darkside"[31] 2000
"Butterfly" 1 1 21 4 1 2 1 1 8 2 2 1 3
  • RIAA: Ouro
  • ARIA: 2× Platina[32]
  • BPI: Prata
  • BVMI: Platina
  • IFPI AUT: Ouro
  • IFPI SUI: Ouro
"Revolving Door" 2001 76 29 19 26 71 46 43 23
"Drowning" 2002 24 24 45 45 50 Darkhorse
"Hurt You So Bad"[33] 2003
"Hurt You So Bad" (Paul Oakenfold Remix)
"Lemonface" 2013 The Brimstone Sluggers
"Megatron" 2014
"Backpack" 2015
"Born To Raise Hell" 2015
"Come Inside" 2015
"—" denota uma gravação que não entrou em um gráfico ou não foi lançada no território

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.last.fm/pt/music/Crazy+Town
  2. http://www.territoriodamusica.com/noticias/?c=2744
  3. http://rocknheavy.com/noticias/crazy-town-lanca-novo-single/
  4. a b Nimmervoll, Ed. «Crazy Town - Biography». AllMusic. Consultado em May 28, 2014. 
  5. a b «NME Reviews - Crazy Town : The Gift Of Game - NME.COM». NME. September 12, 2005. Consultado em July 31, 2015. 
  6. «Crazytown - Darkhorse». Consultado em July 31, 2015. 
  7. Chaz Kangas. «Everything You Need to Know About Crazy Town Getting Back Together». L.A. Weekly. Consultado em July 31, 2015. 
  8. «ALBUM ANNOUNCEMENT: Crazy Town Return With “The Brimstone Sluggers”». Confort Magazine. Consultado em July 31, 2015. 
  9. «28 Nu-Metal Era Bands You Probably Forgot All About». NME. August 11, 2011. Consultado em July 31, 2015. 
  10. «The Bluffer's Guide: Nu-Metal». Team Rock. Consultado em July 31, 2015. 
  11. Udo, Tommy (2002). Brave Nu World Sanctuary Publishing [S.l.] pp. 187–88. ISBN 1-86074-415-X. 
  12. «Top 10 Alt-Rock One-Hit Wonders». Consultado em July 31, 2015. 
  13. Victoria Miller. «The 5 best one-hit wonder alternative rock artists». AXS. Consultado em July 31, 2015. 
  14. http://www.nme.com/reviews/crazy-town/4825.
  15. http://www.sputnikmusic.com/review/36010/Crazy-Town-Darkhorse/
  16. https://www.ultimate-guitar.com/reviews/compact_discs/crazy_town/the_brimstone_sluggers/index.html
  17. «Crazy Town – Awards». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em May 28, 2014. 
  18. «Crazy Town – Chart History: Alternative Songs». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em May 28, 2014. 
  19. «Crazy Town – Chart History: Mainstream Rock Tracks». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em May 28, 2014. 
  20. Peak chart positions for singles in Australia:
  21. http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:jk8W8De9VvUJ:top40-charts.com/song.php%3Fsid%3D17053+&cd=6&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br
  22. «Discography Crazy Town». finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em May 28, 2014. 
  23. «Chartverfolgung / Crazy Town / Single». musicline.de (em German). Media Control Charts. Consultado em May 28, 2014. 
  24. http://norwegiancharts.com/search.asp?search=Crazy+Town&cat=s
  25. http://dutchcharts.nl/showinterpret.asp?interpret=Crazy+Town
  26. http://charts.org.nz/showinterpret.asp?interpret=Crazy+Town
  27. http://swedishcharts.com/search.asp?cat=s&search=Crazy+Town Swedish singles chart
  28. http://swisscharts.com/showinterpret.asp?interpret=Crazy+Town
  29. http://www.zobbel.de/cluk/CLUK_C.HTM
  30. «Toxic – Crazy Town». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em May 28, 2014. 
  31. «Tales from the Darkside – Crazy Town». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em May 28, 2014. 
  32. «ARIA Charts – Accreditations – 2001 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em June 20, 2014. 
  33. «Hurt You So Bad – Crazy Town». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em May 28, 2014.