Donna Tartt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Donna Tartt
Nascimento 23 de dezembro de 1963 (53 anos)
Greenwood,  Estados Unidos
Prémios Prémio Pulitzer de Ficção (2014)

Medalha Andrew Carnegie (2014)

Género literário Romance, conto
Movimento literário Pós-modernismo
Magnum opus O Pintassilgo

Donna Tartt é uma escritora, romancista, ensaísta e crítica norte americana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Don e Taylor Tartt, Donna nasceu a 23 de Dezembro de 1963 em Greenwood, Mississippi mas foi criada em Grenada, Mississippi, Estados Unidos da América. É de ascendência italiana. Iniciou os seus estudos universitários na Universidade do Mississippi em 1981, transferindo-se posteriormente para a Universidade de Bennington em 1982, onde veio a concluir a sua formatura em1986. Foi neste estabelecimento de ensino que conheceu o escritor Bret Easton Ellis, seu colega de Universidade.

Em 2014, ganhou Medalha Andrew Carnegie para a Excelência na Ficção e Prémio Pulitzer de Ficção pela obra O Pintassilgo.[1]

Obras Literárias[editar | editar código-fonte]

A História Secreta (The Secret History)[editar | editar código-fonte]

Tartt iniciou o seu primeiro romance A História Secreta durante o seu segundo ano em Bennington. Foi Ellis que recomendou o seu trabalho a uma bem conhecida agente literária, Amanda Urban, que preparou o caminho para o êxito do romance. Foi publicado em 1992 com enorme sucesso, chegando a ultrapassar 75.000 exemplares na primeira edição, tornando-se assim um best seller. Foi traduzido em mais de 24 línguas.

O fio narrativo de A História Secreta passa-se numa universidade fictícia que se assemelha bastante ao ambiente onde a própria escritora estudou. O enredo inclui um grupo achegado de estudantes e o seu professor de Literatura Clássica, que tecem um plano secreto. A narrativa na primeira pessoa é bastante enriquecida com as diferenças entre cada membro do grupo. Numa toada de calma melancolia, o narrador discorre sobre variadas circunstâncias que acabam por culminar no assassínio de um dos membros do grupo. Visto que o crime, bem como o local e os seus causadores, são revelados no início do romance, afasta a narrativa da formal estrutura clássica do livro de crime e mistério.

O Amigo de Infância (BR) ou O Pequeno Amigo (PT) (The Little Friend)[editar | editar código-fonte]

O Amigo de Infância (BR) ou O Pequeno Amigo (PT), segundo romance de Tartt, publicado em Outubro de 2002. A primeira vista, trata-se de uma aventura misteriosa, contada do ponto de vista de Harriet, uma menina de 12 anos, e seu amigo Hely, residentes no sul dos Estados Unidos, em meados do Século XX. É um romance perturbador sobre a perda da inocência, a dor, a culpa, a vingança e também sobre as complicações que dificultam a procura da verdade e da justiça.

O Pintassilgo (The Goldfinch)[editar | editar código-fonte]

Terceiro romance da escritora, publicado nos Estados Unidos da América em 2013, 11 anos depois do segundo livro da mesma autora. Manteve-se durante semanas na lista dos livros mais vendidos do New York Times, tendo ganho o Prémio Pulitzer de Ficção de 2014. A história tem por protagonista Theo Decker, que sobrevive aos 13 anos a um ataque terrorista que vitima mortalmente a mãe. Desorientado, numa nova casa, numa escola onde tem colegas que o perseguem, refugia-se num quadro, a obra de Carel Fabritius, "O Pintassilgo". Este romance é sobre a perda, o instinto de sobrevivência e a história de uma obsessão.

Donna Tartt tem auxiliado alguns autores desconhecidos a lançar a sua carreira e coopera em projectos tanto de ficção como não ficcionais, incluindo uma biografia controversa do actor Anthony Perkins.

Referências

  1. «Romance ganhador do Prêmio Pulitzer, 'O pintassilgo' chega ao Brasil». O Globo. 22 de agosto de 2014. Consultado em 21 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Donna Tartt