Eetes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Na mitologia grega Eetes, Eétes[1] ou Aietes[2] (em grego clássico: Αἰήτης; romaniz.: Aiḗtēs; em georgiano: აიეტი, transl. Aiet'i) era um rei da Cólquida (actual Geórgia).

Segundo Epimênides[3], é originário de Corinto[4].

Família[editar | editar código-fonte]

Hélio, filho dos titãs Hiperião e Teia casou-se com Perseis, uma das oceânides, filha de Oceano e de Tétis. Eles tiveram vários filhos: a feiticeira Pasífae os reis Eetes e Perses e a deusa feiticeira Circe. Aloeu também é mencionado como filho de Hélio.

Hélio deu dois reinos a seus filhos Aloeu e Eetes: Aloeu recebeu Esópia, e Eetes recebeu Eplireia, mas quando Eetes partiu para a Cólquida, deixou Buno, filho de Hermes e Alcidameia como rei.[5]

Reinado e filhos[editar | editar código-fonte]

Da sua primeira mulher, a rainha Eidia, teve a Medeia, Calcíope e Absirto.

Eetes é um dos personagens principais da história dos argonautas.

Referências

  1. Sousa, Eudoro de (1975). Horizonte e complementariedade: ensaio sobre a relação entre mito e metafísica, nos primeiros filósofos gregos. [S.l.]: Editora Universidade de Brasília 
  2. Kury, Mário da Gama (1 de julho de 1990). Dicionário de mitologia grega e romana. [S.l.]: Zahar 
  3. Escólio de Apolónio de Rodes, III, 240.
  4. Giorgio Colli, La Sagesse grecque, 8, B25, p. 77.
  5. Eumelo, citado por Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 2.3.10
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.