El Efecto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
El Efecto
El Efecto.jpg
El Efecto ao vivo no Festival Recontagem de 2012 em Contagem, Minas Gerais. Da esquerda para a direita: Bruno Danton, Tomás Rosati, Gustavo Loureiro, Pablo Barroso (ex-integrante) e Eduardo Baker.
Informação geral
Origem Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) Rock progressivo, Post-hardcore, MPB
Período em atividade 2002-atualmente
Gravadora(s) Independente
Integrantes Aline Gonçalves
Bruno Danton
Cristine Ariel
Eduardo Baker / Pedro Lima
Gustavo Loureiro
Tomás Rosati
Tomás Tróia
Ex-integrantes Diogo Furieri
Pablo Barroso
Uirá Bueno
Página oficial elefecto.com.br

El Efecto é uma banda brasileira de rock, formada em 2002[1][2] por Tomás Rosati, Bruno Danton e Eduardo Baker.[3] Todos os trabalhos em estúdio do grupo estão disponíveis para download gratuito em seu site oficial.[4] Suas letras costumam abordar temas políticos e sociais.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2013, seu terceiro álbum Pedras e Sonhos levou o grupo a ser indicado ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Grupo de Pop/Rock/Reggae/Hip hop/Funk.[5]

O álbum contém um de seus maiores sucessos, "O Encontro de Lampião com Eike Batista", que narra um hipotético encontro da notória figura do cangaço com o ex-bilionário brasileiro em uma linguagem inspirada pela literatura de cordel. A faixa ganhou repercussão no início de 2017 com a prisão do empresário e a banda detalhou o enredo: trata-se de uma situação em que Eike dá o maior lance de uma licitação do governo para gerir um terreno à beira do Rio São Francisco, mas encontra resistência de Lampião e seu bando, que ocupam o local, negam ofertas de emprego e sociedade e expulsam os empresários.[6]

Conforme explica o vocalista e percussionista Tomás Rosati, a canção foi feita "em um momento em que o discurso da importância da parceria público-privada estava muito forte, como uma forma de solucionar os nossos problemas. E a figura do Eike sintetizava muito isso. Ele tinha parcerias com o Cabral, com o Paes, com o governo federal... Eike era uma caricatura nisso." Sobre o significado da faixa com a prisão de Eike, o cantor afirmou que "neste caso, Eike representa a metáfora de uma lógica. Assim como ele foi descartado pelo sistema, logo outro aparece para ocupar o espaço. Por um lado, há um sentimento de que alguma justiça pode estar sendo feita. Por outro, há a impressão de que enquanto a lógica capitalista persistir, o personagem vai se repetir."[6]

Em dezembro de 2014, lançaram seu quarto álbum A Cantiga É uma Arma, que traz quatro regravações acústicas e duas faixas inéditas, também acústicas.[2] O álbum é um registro em estúdio de um formato de show acústico que a banda adotou por possibilitar que se apresentem em locais sem a infraestrutura necessária para uma apresentação elétrica.[1] As duas faixas inéditas foram compostas em 2013, durante uma turnê que o quinteto realizou em Portugal e na Espanha.[1] Uma das regravações, "Ciranda", ganhou um vídeo com a participação da cantora Daíra Saboia.[7]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Diogo Furieri - voz, guitarra e violão (2002 - 2010)
  • Pablo Barroso - vocal e guitarra (2010 - 2017)
  • Reinaldo Marques - bateria (2002 - 2003)
  • Uirá Bueno - bateria e percussão (2003 - 2010)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Oliveira, Luccas (19 de Dezembro de 2014). «El Efecto lança álbum acústico para celebrar 'estilo de guerrilha'». Amplificador. Grupo Globo. Consultado em 29 de Dezembro de 2014 
  2. a b c Aiex, Tony (15 de Dezembro de 2014). «Estreia exclusiva: El Efecto - A Cantiga é Uma Arma». Tenho Mais Discos que Amigos!. Consultado em 29 de Dezembro de 2014 
  3. «A Banda». Site oficial do El Efecto. Consultado em 11 de Março de 2018 
  4. «Discografia para download». Site oficial do El Efecto. Consultado em 11 de Março de 2018 
  5. Santos, Carolina (16 de Maio de 2013). «Pernambuco tem cinco indicados ao Prêmio da Música Brasileira». Play. Diários Associados. Consultado em 29 de Dezembro de 2014. Arquivado do original em 30 de dezembro de 2014 
  6. a b Oliveira, Luccas (31 de janeiro de 2017). «Eike x Lampião: relações entre o empresário e o governo inspiraram música de banda carioca». O Globo. Grupo Globo. Consultado em 14 de fevereiro de 2017 
  7. Campos, Mateus (24 de Julho de 2014). «'Armado' com cantigas, El Efecto lança versão acústica para 'Ciranda'». Amplificador. Grupo Globo. Consultado em 29 de Dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.