Eleições gerais no Peru em 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eleição presidencial no Peru em 2016
  2011 ← Flag of Peru.svg → 2021
5 de junho
Segundo turno
Pedro Pablo Kuczynski 2016 (cropped).jpg Keiko Fujimori 2.jpg
Candidato Pedro Pablo Kuczynski Keiko Fujimori
Partido Peruanos Por el Kambio Fuerza Popular
Votos 8.591.802 8.549.205
Porcentagem 50,12% 49,88%



Presidente do Peru

O primeiro turno das eleições gerais no Peru de 2016 foi realizado em 10 de abril daquele ano para eleger o presidente da República, dois vice-presidentes, 130 congressistas e cinco membros do Parlamento Andino para o período de 2016 a 2021. Uma vez que nenhum candidato presidencial conquistou mais de 50% dos votos válidos, um segundo turno foi realizado em 5 de junho, culminando na vitória de Pedro Pablo Kuczynski.

Em 10 de abril 130 congressistas provenientes dos 26 departamentos foram eleitos. O método da representação proporcional foi usado e o Congresso eleito será empossado em 27 de julho. O presidente da República e seus vice-presidentes eleitos assumirão seus respectivos cargos em 28 de julho.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A convocação para as eleições gerais foram realizadas no dia 13 de novembro de 2015 pelo presidente Ollanta Humala.[1][2] Em janeiro de 2016, o presidente do Congresso do Peru, Luis Iberico, firmou a lei que autorizou o JNE (Jurado Nacional de Elecciones) e o JEE (órgão que monitora as eleições) a retirar da disputa os candidatos que violaram as regras eleitorais.

No dia 20 de fevereiro de 2016 um sorteio foi realizado para eleger os membros da mesa eleitoral (três titulares e três suplentes) no âmbito nacional.

Candidatos Presidenciais[editar | editar código-fonte]

Os candidatos para presidente e os dois vice-presidentes foram escolhidos através de eleições internas entre os dias 13 de outubro e 21 de dezembro de 2015. O registos das formulações presidenciais foram realizadas até o dia 11 de Janeiro de 2016 para o júri de eleições nacionais. Foram 19 partidos ou grupos políticos que assinaram até à data limite.

Os candidatos incluídos nesta seção receberam mais de 5% dos votos válidos.
Organização política Candidato presidencial Cargo recente Campanha
Lema da campanha
Candidato 1º
Vice-Presidência
Candidato 2º
Vice-Presidência
Plano de governo
Acción Popular
Alfredo Barnechea
19 de maio de 1952 (67 anos)
Barnechea.jpg
Membro do Congresso
(1985-1990)
Barnechea 2016.png
Ahora te toca a ti
Agora cabe a você
Víctor Andrés García Belaúnde
Edmundo del Águila
Visualizar
Alianza Popular
(Partido Aprista Peruano - Partido Popular Cristiano - Vamos Perú)
Alan García
23 de maio de 1949 (70 anos)
Garciaalan09112006-1.jpg
Presidente do Peru
(1985-1990 / 2006-2011)
Alan 2016.png
El voto seguro
O voto seguro
Lourdes Flores
David Salazar
Visualizar
El Frente Amplio por Justicia, Vida y Libertad
Verónika Mendoza
9 de dezembro de 1980 (38 anos)
Verónika Mendoza (cropped).jpg
Membro do Congresso
(2011-2016)

Valiente como tú
Valente como você
Marco Arana
Alan Fairlie
Visualizar
Fuerza Popular
Keiko Fujimori
25 de maio de 1975 (44 anos)
Keiko Fujimori 2.jpg
Membro do Congresso
(2006-2011)
Keiko 2016.png
#Kontigo (1º Turno)
#Contigo
El futuro está en marcha (2º Turno)
O futuro está em andamento
Site da campanha
José Chlimper
Vladimiro Huaroc
(Excluído)
Visualizar
Peruanos Por el Kambio
Pedro Pablo Kuczynski
3 de outubro de 1938 (80 anos)
Pedro Pablo Kuczynski.jpg
Primeiro ministro do Peru
(2005-2006)
PPK 2.png
Sí sabe
Sim você sabe; Se acabó el recreo (1º Turno)
Acabou a brincadeira
Me comprometo contigo, Soluciones Ya! (2º Turno)
Eu concordo com você, soluções já!
Site da campanha
Martín Vizcarra
Mercedes Aráoz
Visualizar


Exclusões e retiradas de candidaturas[editar | editar código-fonte]

  • Em 10 de fevereiro, o candidato presidencial da coligação Siempre Unidos, Felipe Castillo, disse que não iria concorrer para presidente nesta eleição.
  • Em 18 de fevereiro, o candidato presidencial e congressista do Peru da coligação Patria Segura, Renzo Reggiardo, anunciou a retirada de sua candidatura, bem como todos os outros candidatos de seu partido.
  • Em 9 de março de 2016, o Conselho Nacional Eleitoral decidiu excluir os candidatos às eleições para Presidente da República Julio Guzman e César Acuña.
  • Em 11 de março, o Partido Nacionalista Peruano decidiu retirar a candidatura liderada por Daniel Urresti e todos os candidatos parlamentares.
  • Em 24 de março, o Comitê Executivo Nacional do Partido Libertário Peru, decidiu retirar a candidatura presidencial de Vladimir Cerron, bem como todas as suas candidaturas ao Congresso e ao Parlamento.
  • Em 28 de março, Yehude Simon decidiu retirar sua candidatura presidencial, bem como todos os seus candidatos ao Congresso e ao Parlamento.
  • Em 29 de março, Francisco Diez Canseco decidiu retirar sua candidatura presidencial, bem como todos os seus candidatos ao Congresso e ao Parlamento.
  • Em 29 de março, Nano Guerra Garcia decidiu renunciar a sua candidatura presidencial.

Apoio político[editar | editar código-fonte]

Apoios políticos do 1º Turno Presidencial
Aliança Partido Candidato
Fuerza popular.svg Fuerza Popular
Keiko Fujimori
Peruanos Por el Kambio.png Peruanos Por el Kambio
Pedro Pablo Kuczynski
Logo-frente-amplio.svg Frente Amplio
Verónika Mendoza
Acción Popular emblema.jpg Acción Popular
Alfredo Barnechea
Alianza Popular LOGOPPC.jpg Partido Popular Cristiano
Alan García
Flag of APRA.svg Partido Aprista Peruano
Vamos Perú
Democracia Directa
Gregorio Santos
Frente Esperanza
Fernando Olivera
Perú Posible
Alejandro Toledo
Logo Progresando Peru.jpg Progresando Perú
Miguel Hilario
Partido Político Orden.png Partido Político Orden
Ántero Flores-Aráoz
Logoapp.png Alianza para el Progreso del Perú Logoapp.png Alianza para el Progreso
Sem definição
Restauración Nacional.jpg Restauración Nacional
Somos Perú.jpg Somos Perú
Apoios políticos no 2º Turno Presidencial
Partido Candidato
Fuerza popular.jpg Fuerza Popular
Keiko Fujimori
Peruanos Por el Kambio.png Peruanos Por el Kambio
Pedro Pablo Kuczynski
Acción Popular emblema.jpg Acción Popular
Perú Posible
Logoapp.png Alianza para el Progreso
Logo-frente-amplio.svg Frente Amplio
LOGOPPC.jpg Partido Popular Cristiano
Não definido(º)
Flag of APRA.svg Partido Aprista Peruano
Vamos Perú
Democracia Directa
Frente Esperanza
Logo Progresando Peru.jpg Progresando Perú
Partido Político Orden.png Partido Político Orden
Restauración Nacional.jpg Restauración Nacional
Somos Perú.jpg Somos Perú
  • (º)Partidos políticos e movimentos cujas bases já tomaram a decisão de liberar os seus membros para oferecerem suporte a qualquer um dos dois candidatos.

Debates entre os candidatos[editar | editar código-fonte]

O primeiro debate presidencial foi realizado entre 11 e 12 de fevereiro na biblioteca nacional. O debate foi organizado pela Associação de jornalistas do Peru e a Escola de Advogados de Lima. 10 dos 17 candidatos participaram. Os tópicos abordados foram meios de comunicação, educação e cultura

Em 6 de Março La República y Latina suspendeu o debate, devido à falta de apoio de 5 dos 7 candidatos.

O último debate presidencial foi realizado em 3 de abril no centro de convenções de Lima. Foi organizado pelo JNE, International IDEA e o consórcio de investigação econômico e social.

Segundo turno[editar | editar código-fonte]

O primeiro debate presidencial do segundo turno foi realizado em 22 de maio. O debate foi desenvolvido no auditório da Universidad Nacional de Piura.

O segundo debate foi realizado em 29 de maio na Universidade de Lima os temas escolhidos são o crescimento econômico e a promoção do emprego, desenvolvimento sustentável e gestão ambiental, educação, redução da pobreza e das desigualdades, transparência e a luta contra a corrupção e segurança pública e interna.

Observação eleitoral[editar | editar código-fonte]

O Presidente do Conselho de Ministros anunciou sua observação eleitoral através da Organização dos Estados Americanos, no caso da União Europeia enviaram uma missão de observação eleitoral, presidido por Ana Vergara Gordon, para monitorar supostas fraudes cometidas.

Resultados[editar | editar código-fonte]

1º Turno Presidencial

Institutos Fonte Keiko Fujimori Pedro Pablo Kuczynski Verónika Mendoza Alfredo Barnechea Alan García Gregorio Santos Alejandro Toledo Outros
Ipsos Perú [1] 37,8% 20,9% 20,3% 7,6% 5,8% 3,8% 1,4% 2,4%
GfK [2] 39,9% 20,6% 20,3% 7% 5,5% 4% 1,3% 1,4%
CPI [3] 39,1% 19,7% 18,8% 8,6% 6,6% 3,1% 1,4% 2,7%

Por contagem rápida

Institutos Fonte Keiko Fujimori Pedro Pablo Kuczynski Verónika Mendoza Alfredo Barnechea Alan García Gregorio Santos Fernando Olivera Outros
Ipsos Perú
(Al 100% de actas)
[4][ligação inativa] 39,6% 21,5% 18,7% 7,1% 5,7% 4%
GfK
(Al 100% de actas)
[5] 39,3% 21,3% 18,7% 7,2% 5,8% 4,1% 1,4% 2,2%

Resultados oficiais[editar | editar código-fonte]

Primeiro turno presidencial[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % Votos totais % Votos válidos
Fuerza popular.jpg Fuerza Popular 6 115 073 32,64 39,83
Peruanos Por el Kambio.png Peruanos Por el Kambio 3 228 661 17.23 21.05
Logo-frente-amplio.svg Frente Amplio 2 874 940 15.35 18.74
Acción Popular emblema.jpg Acción Popular 1 069 360 5.71 6.97
Alianza popular.jpg Alianza Popular 894 278 4.77 5,83
Democracia Directa 613 173 3.27 4.00
Frente Esperanza 203 103 1.08 1.32
Perú Posible 200 012 1.07 1.30
Logo Progresando Peru.jpg Progresando Perú 75 870 0.47 0.49
Partido Político Orden.png Partido Político Orden 65 673 0.35 0.43
Total de votos válidos 15 340 143 81,88%
Votos em branco 2 225 449 11,88%
Votos nulos 1 168 538 6,24%

Mapas[editar | editar código-fonte]

Abaixo encontra-se o mapa com os candidato mais votados nos departamentos, províncias e distritos no primeiro turno presidencial.

Votação por departamentos
Votação por provincias
Votação por distritos

Segundo turno presidencial[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % Votos totais % Votos válidos
Peruanos Por el Kambio.png Peruanos Por el Kambio 8 591 802 46,859 50,124
Fuerza popular.jpg Fuerza Popular 8 549 205 46,627 49,876
Total de votos válidos 17 141 007 93,486 % 100%
Votos em branco 149 476 0,815 %
Votos nulos 1 044 902 5,699 %
Votos totais 18 335 385 100%

Mapas[editar | editar código-fonte]

Abaixo encontra-se o mapa com os candidato mais votados nos departamentos, províncias e distritos no segundo turno presidencial.[3]

Votação por departamentos
Votação por províncias

Referências