Elisa Kauffmann Abramovich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elisa Kauffmann Abramovich
Vereadora de São Paulo
Período cassada antes de assumir o mandato
Dados pessoais
Nascimento 08 de junho de 1919
São Paulo, SP
Morte 04 de janeiro de 1963
Nacionalidade brasileira
Cônjuge Francisco Abramovich
Partido PCB
PST
Profissão Professora[1]

Elisa Kauffmann Abramovich (São Paulo, 8 de julho de 19194 de janeiro de 1963) foi uma professora e militante comunista brasileira de origem judaica. Foi a primeira mulher a ser eleita vereadora na Câmara Municipal de São Paulo.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filha de judeus asquenazes naturais do Leste Europeu, que vieram ao Brasil fugindo da miséria e dos linchamentos. Casada com o comerciante Francisco Abramovich, com quem teve duas filhas:Fanny Abramovich e Irene Abramovich, também era professora no colégio Scholem Aleichem, no bairro do Bom Retiro, onde atendia os judeus vítimas de perseguição que chegavam no Brasil.[2]

Entrou na militância política ainda jovem, ao conhecer o filho comunista de uma amiga de sua mãe, perseguido pela repressão do Estado Novo. Elisa era uma árdua militante da esquerda, e sua casa era uma das células do Partido Comunista Brasileiro em São Paulo. Em 1947, tornou-se a primeira mulher a ser eleita vereadora na Câmara Municipal de São Paulo, mas por ser comunista, foi cassada antes de assumir o cargo.[2]

Referências

  1. «Elisa Kauffmann Abramovich». Centro de Memória CMSP. Consultado em 12 de agosto de 2017. 
  2. a b c «Ela não teve medo da vida» (PDF). Revista Apartes. Consultado em 12 de agosto de 2017.