Eluveitie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eluveitie
Eluveitie Cernunnos Fest 161207 01.jpg
Eluveitie em performance ao vivo
Informação geral
Origem Zurich
País Suíça
Gênero(s) Folk Metal, celtic metal, death metal melódico
Período em atividade 2002 - Atualmente
Gravadora(s) Fear Dark
Nuclear Blast
Integrantes Chrigel Glanzmann
Michalina Malisz
Nicole Ansperger
Matteo Sisti
Rafael Salzmann
Kay Brem
Jonas Wolf
Alain Ackermann
Fabienne Erni
Ex-integrantes Anna Murphy
Ivo Henzi
Merlin sutter
Linda Suter
Meri Tadic
Sarah Kiener
Dani Fürer
Dide Marfurt
Sevi Binder
Sevan Kirder
Rafi Kirder
Simeón Koch
Patrick "Päde" Kistler
Ivo Henzi
Shir-Ran Yinon
Página oficial Site oficial do Eluveitie

Eluveitie (pronuncia-se /ɛlˈveɪti/[1]) é uma banda de folk metal da Suíça. Seu som pode ser descrito como Celtic Folk Metal com influências de Death Metal Melódico. A banda foi formada em 2002 e o primeiro EP, Vên, saiu em 2003. A banda, então, lançou o primeiro álbum, intitulado Spirit. Em novembro de 2007, Eluveitie assinou contrato com a Nuclear Blast.[2] O primeiro álbum após o contrato foi o Slania, lançado em fevereiro de 2008, alcançando o 35º lugar nas paradas suíças e 98º nas alemãs.[3][4]

Um dos principais chamativos de Eluveitie é o uso virtuoso e liberal de instrumentos tradicionais da cultura celta, contracenando com os gritos emotivos de Chrigel e as guitarras. Um outro são as letras das músicas, baseadas muitas vezes na história e literatura remetentes aos helvécios(como as letras do álbum Helvetios, baseadas em uma tentativa de leitura da visão gaulesa no De Bello Gallico de Júlio César) e outras vezes escrita na extinta língua Gaulesa (como a música Omnos).

A palavra Eluveitie é a mais antiga (ca. 300 a.C.) inscrição citando a tribo, encontrada em uma embarcação de Mantua e em Etrusco, que foi interpretada como significando "o Helvécio", provavelmente referindo-se a um homem de descendência helvécia que habitava Mantua.[5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

A banda foi fundada no inverno de 2002 por Christian "Chrigel" Glanzmann como um projeto focado nos estúdios apenas, onde participavam diferentes pessoas em diversas músicas. Em outubro do ano seguinte publicaram o MCD Vên (em Gaulês Helvécio para “Alegria Selvagem”). Depois de muitas análises positivas por parte do cenário musical e da mídia, Chrigel decidiu concretizar a banda em vez de deixa-la apenas como um projeto. Ele juntou outros nove músicos, formando uma banda completa com dez integrantes.

Então, o grupo fez seus primeiros shows, incluindo um que participaram do “Swiss Metal Festival Elements of Rock” onde assinaram um contrato com a gravadora holandesa Fear Dark pela qual regravaram Vên em 2004. Outras performances ao vivo foram sendo apresentadas, como em alguns eventos da “Fear Dark Festivals”, como suporte para as já estabelecidas bandas internacionais de metal folk/pagão como Korpiklaani e Cruachan. Neste ponto, a banda estava totalmente ocupada, e sete dos dez mebros deixaram a banda por diversas razões, ficando Chrigel Glanzmann, Sevan Kirder e Meri Tadic, que tiveram que continuar com novos membros. Eles recrutaram seis outros, incluindo Sevan Kirder, fazendo com que Rafi Kirder ficasse com o baixo, e assim tornando a banda grande novamente, desta vez com nove membros no total.

Um álbum, de edição limitada, foi lançado, como tributo à banda Germano-Islandesa Falkenbach, em setembro de 2006, em comemoração ao 15º aniversário da banda. O álbum incluía um cover feito pelo Eluveitie, "Vanadis".

No começo de 2006, houve mais uma mudança na formação da banda. Quando Sarah Kiener foi substituída por Anna Murphy, tocando sanfona, a banda decidiu que não precisaria mais de Linda Suter tocando violino, diminuindo o número de integrantes para oito.

No segundo quarto de 2006, o álbum intitulado Spirit foi publicado pelo selo Fear Dark, e em setembro do mesmo ano, Eluveitie começou a turnê europeia com a banda alemã Odroerir. No final de 2006, a banda assinou um novo contrato com a gravadora alemã Twilight Records. No começo de 2007, eles tocaram no Ragnarök Festival.

Em novembro de 2007, Eluveitie assinou um novo contrato, dessa vez com a Nuclear Blast. O novo estúdio promoveu o álbum Slania (um nome feminino que Chrigel viu em uma lápide de 2500 anos), sendo o mesmo lançado em 15 de fevereiro de 2008.

Em 4 de junho de 2008, os irmãos Rafi Kirder e Sevan Kirder (baixista e tocador de gaita-de-fole, respectivamente) anunciaram nas páginas do MySpace deles que deixariam a banda.

O projeto Evocation, que foi anunciado em 2008, foi lançado como álbum-conceito duplo acústico. Chrigel afirmou que, apesar de ser um álbum acústico, o álbum apresentará muitas características de trabalhos anteriores do Eluveitie, como os vocais guturais. A primeira parte do álbum, Evocation I: The Arcane Dominion, seria lançado em abril de 2009. A banda lançou uma edição especial oficial do seu novo álbum, Slania/Evocation I: The Arcane Metal Hammer Edition na edição de maio da revista Metal Hammer. Foi lançada em 15 de abril de 2009, com seis músicas do novo álbum e seis do Slania.

Em 29 de agosto, 2013, foi revelado que Eluveitie estava trabalhando em um novo álbum, e que sua World Tour Helvetios será o último de seu tempo tocando ao vivo (para além da sua Eluveitie & Friends Festival) antes totalmente trabalhando no novo álbum . No dia 11 de dezembro, foi revelado que Nicole Ansperger será o sucessor de Meri Tadić no violino.

Em março de 2014, Eluveitie ganhou o Prêmio Nacional de Melhores Atos da Swiss Music Awards. Em abril do mesmo ano, a banda anunciou uma turnê européia como atração principal, com o apoio age Arkona e Skálmöld . Em 14 de maio, a banda anunciou um novo álbum agendado para lançamento em 1 de agosto de 2014, intitulado Origens . Os trabalhos originais criados por Chrigel Glanzmann foram liberados também, junto com o tema do álbum, que revolve principalmente em torno da mitologia Gaulish.

No início de junho, a banda anunciou em seu Facebook que estará lançando seu primeiro single para Origens , intitulado "King", no dia 13, no mesmo mês. Eluveitie lançou o vídeo oficial da música para a canção de julho 3.

Em novembro de 2014, no meio de uma turnê europeia, Patrick "Päde" Kistler deixou Eluveitie. Depois de uma semana de silêncio, ele lançou uma declaração em seu perfil oficial no Facebook explicando seu ponto de vista sobre a licença.

Em 3 de agosto de 2015, a banda anunciou a saída da violinista Nicole Ansperger porque sua situação familiar, como ela descreveu, "... torna impossível para mim estar na estrada com a minha banda constantemente." A violinista israelense Shir-Ran Yinon se juntou ao grupo em turnê como sua substituta, tendo sido selecionada através de uma audição aberta para a qual ela havia enviado um vídeo.

Em 5 de maio de 2016, Merlin Sutter, Anna Murphy e Ivo Henzi afastaram-se simultaneamente da Eluveitie. As declarações da banda e dos três músicos indicaram que Sutter havia sido expulso do grupo, com Murphy e Henzi escolhendo sair depois de sua partida. Os três indicaram que eles começariam a produzir música nova juntos, enquanto ainda cumpriam compromissos de turnê com Eluveitie até seus últimos shows programados em junho. Ao mesmo tempo, Yinon (que nunca havia sido admitida como membro de pleno direito da Eluveitie) indicou que partiria mais tarde no verão, quando seu contrato expirou.

Em setembro de 2016, Eluveitie anunciou no Facebook que eles começaram a trabalhar na segunda parte da Evocação I: The Arcane Dominion. O novo álbum será lançado na Primavera de 2017. O álbum será apresentado como Evocação II: Visions.

Em 5 de janeiro, a banda revelou sua nova linha completa, com os novos membros sendo: membro de retorno Nicole Ansperger (violino), Alain Ackermann (bateria), Jonas Wolf (guitarra), Michalina Malisz (hurdy-gurdy) e Fabienne Erni (Mandola, harpa celta, vocais).

Membros[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Álbuns ao vivo
  • Live @ Metalcamp 2008 - 2008
  • Live on Tour - 2012
  • Live at Feuertanz 2013 - 2014
Coletâneas
  • The Early Years - 2012

Referências

  1. :: Metalist Magazine :: Interviews :: Eluveitie
  2. «ELUVEITIE Signs With NUCLEAR BLAST RECORDS». Blabbermouth.net. 14 de novembro de 2007. Consultado em 4 de dezembro de 2007 
  3. «Slania». Swisscharts.com. Consultado em 27 de julho de 2008 
  4. «NUCLEAR BLAST Rocks German Charts». Blabbermouth.net. 8 de março de 2008. Consultado em 27 de julho de 2008 
  5. Reprodução em R.C. De Marinis, Gli Etruschi a Nord del Po, Mantova, 1986.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eluveitie
Flag of Switzerland.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Suíça, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.