Death metal melódico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Death metal melódico
Origens estilísticas Death metal
Heavy metal
Heavy metal tradicional
Power metal
Contexto cultural Início da Década de 1990 na Suécia e nos demais países nórdicos
Instrumentos típicos Vocais - Guitarra - Baixo - Bateria - Teclado
Popularidade Underground
Gêneros de fusão
Power metal extremo
Formas regionais
Países nórdicos, EUA e países do Leste Europeu
Outros tópicos
Idade Média
Mitologia

O death metal melódico (do inglês: melodic death metal) é um subgênero do death metal. Como o nome sugere, ele é mais melódico, ou seja, apresenta mais ênfase na melodia e técnicas harmônicas, é menos brutal e tem maior incidência de solos de guitarra do que seu gênero-mãe. Algumas bandas fazem ainda uso do teclado - raríssimo no death metal. Além disso, muitos vocalistas cantam com vocal limpo em trechos de algumas músicas, ao invés de exclusivamente vocal gutural ou rasgado, como acontece no death metal, É seguramente o gênero mais complexo do heavy metal, pois além de influências do NWOBHM, também percebe-se a complexidade sonora típica do metal progressivo e do power metal aliados ao peso do death metal.

As bandas precursoras desse gênero do metal foram: Therion, Carcass, Arch Enemy, In Flames, Dark Tranquillity, At the Gates, Children of Bodom.[1]

Gothenburg metal[editar | editar código-fonte]

A cidade de Gotemburgo, Suécia, é considerada a cidade-mãe do death metal melódico. Muitas bandas originárias de lá aderiram a esse som e, por isso, o death metal melódico também é muitas vezes chamado de Gothenburg metal.[2]

Algumas bandas dessa cidade são: In Flames, At the Gates e Dark Tranquillity.

Power/speed metal extremo[editar | editar código-fonte]

Existe um grande debate entre os apreciadores de metal sobre casos de bandas como o Children of Bodom, o Amon Amarth, o Norther e o Kalmah que fazem um som que alguns chamam de death metal melódico, enquanto outros chamam de power/speed metal extremo, isto é, uma mistura de power metal e speed metal, só que mais pesados e com uso de vocal gutural ou rasgado.

Um dos argumentos dos que defendem este termo para o Children of Bodom é de que há uma grande semelhança entre esse e bandas de power metal como o Stratovarius e o Sonata Arctica.

Bandas famosas do gênero[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bowar, Chad. Carcass About.com. Visitado em 2011-02-27.
  2. Il sound metal di Göteborg