Stoner rock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stoner Rock
Origens estilísticas Hard rock, rock psicodélico,acid rock, heavy metal, blues-rock, doom metal
Contexto cultural Começo da década de 1990
Instrumentos típicos bateria, baixo, guitarra, vocal, teclado
Subgêneros
Stoner metal, desert rock
Gêneros de fusão
Stoner metal, stoner sludge
Formas regionais
Palm Desert Scene
Outros tópicos
Bandas de stoner rock

Stoner Rock é um gênero musical que mescla elementos de hard rock, heavy metal,[1][2] rock psicodélico, blues-rock e acid rock e doom metal. É caracterizado por possuir riffs marcantes, andamentos em tempo médio, vocais melódicos e produção "retro".[3] O gênero surgiu durante a década de 1990 e teve como percursores as bandas californianas Kyuss[4] e Sleep.[5]

A maioria das bandas é movida por riffs marcantes e clima setentista. Entretanto é difícil definir o que é exatamente Stoner rock, visto que algumas bandas têm o som mais voltado para o heavy metal, e outras para o doom metal.

Terminologia[editar | editar código-fonte]

A expressão "stoner rock" pode ser originária do título de uma compilação de 1997, lançada pelo selo holandês Roadrunner Records chamada de Burn One Up! Music for Stoners. Desert rock é uma expressão igualmente usada para descrever o estilo, e foi cunhado pela gravadora MeteorCity, em 1998[6]. O Sludger rock é considerado seu principal subgênero; mas ao invés de predominar a atmosfera descontraída e os motivos psicodélicos do Stoner rock mais tradicional, o slugde dialoga mais fortemente com o doom metal, o punk hardcore e o blues-rock sulista[7].

Historia[editar | editar código-fonte]

Precursores (décadas de 60 à primeira metade da década de 80)[editar | editar código-fonte]

Como a maioria dos subgêneros da música, as origens do Stoner rock são difíceis de rastrear e identificar. No entanto, vários progenitores conhecidos e canções são amplamente creditados como elementos de estruturação do gênero. A banda Blue Cheer é considerada uma das pioneiras do estilo. De acordo com o crítico Mark Deming, o primeiro álbum do Blue Cheer, Vincebus Eruptum, é uma "celebração gloriosa do primitivismo do rock & roll, executado através de amplificadores Marshall suficientes para ensurdecer um exército"[8].

Segundo a revista Rolling Stone: "O stoner rock lentificou e aumentou o volume dos riffs, o persistente legado do blues do Mississippi. As bandas britânicas Led Zeppelin e Black Sabbath foram os primeiros a fazer deste legado um monólito"[9]. Estas duas bandas, juntas de Jimi Hendrix, são indubitavelmente as maiores referências do Stoner Rock, mas outras influências podem ser rastreadas. O grupo de rock novaiorquino Sir Lord Baltimore também já foi chamados de "os padrinhos do stoner rock", assim como a banda Leaf Hound foi citada por influenciar inúmeras bandas no movimento stoner rock, incluindo Kyuss e Monster Magnet[10]. O álbum da banda Primevil , Smokin' Bats at Campton's foi chamado de "pedra angular" de stoner rock[11]. Jim DeRogatis acrescenta que as bandas de rock stoner buscam inspiração de demais bandas psicodélicas e proto-metálicas como o Cream, Black Sabbath, Deep Purple, Jimi Hendrix, Rush, Mountain, Uriah Heep, UFO, Thin Lizzy, Writing on the wall, The Doors, Rainbow, Captain Beyond, Wool, Foghat,os primeiros álbuns do Judas Priest e o Blue Öyster Cult[12]. A sonoridade dos primeiros albuns do ZZ Top assim como o imaginário mescalero do deserto norte-americano também foram uma grande influencia. De certa forma, a verdadeira existência do Stoner Metal foram o final da década de 60 e o inicio da década de 70, sendo o que mais tarde veio se chamar de Stoner Rock, nada mais que um revival ou releitura de todo um subgênero[13].

Desenvolvimento inicial (segunda metade da década de 80 à primeira metade da década de 90)[editar | editar código-fonte]

A banda Monster Magnet, surgida em 1989 é talvez a primeira a unir o som tipico do Stoner Rock com o imaginário e a iconografia tipicas do que viria a ser o movimento à partir de seu batismo[14]. Embora o Soundgarden, que lançou seu primeiro álbum em 1988, seja tipicamente associado com o estilo grunge,eles também são citados como banda padrão de stoner rock durante a década de 1990. Na verdade, o grunge foi um rotulo criado pela mídia para definir uma determinada cena de rock à surgir no final dos anos 90 em Seattle, mas em termos de sonoridade tratava-se de uma releitura continuada do Hard rock lento e pesado dos anos 70, praticada por grupos locais influenciados pelas mesmas bandas precursoras do Stoner rock, porém acrescidos de uma forte influência Punk mais recente. Assim, além do Soundgarden, O Nirvana (na fase do album Bleach), o TAD, O Smashing Pumpkins, e os Melvins praticavam um som com elementos típicos do que seria batizado de Stoner Rock anos mais tarde[15]. Fora da cena Grunge, outras bandas como o Trouble, a banda de música britânica do doom metal Cathedral, o White Zombie, o Corrosion of Conformity, o Clutch, os Sons of Otis e o Helmet investiam significativamente em uma música pesada lenta e baseada em grooves, ajudando a sedimentar o caminho do Stoner[16].

Durante o início até meados da década de 1990, enquanto o Grunge dominava as paradas de sucesso e atraia as atenções da mídia, um número de bandas do sul da Califórnia desenvolvia no underground um estilo que seria chamado finalmente de Stoner rock. Em 1992, o Kyuss emergiu da cena de Palm Desert com o álbum Blues for the Red Sun. Os críticos o saudaram como "um marco importante na música pesada"[17], enquanto o semanário inglês NME descreveu sua música como uma tentativa de derreter areia quente do deserto em metal[18]. Em 1992, a banda de doom metal Sleep lançou seu álbum Sleep's Holy Mountain, e juntamente com o Kyuss foram anunciados pela imprensa especializada como líderes da cena stoner emergente. Juntamente com essas três bandas, os sul-californianos Fu Manchu, que lançaram seu álbum de estréia em 1994, são creditados como sendo "uma das bandas mais duradouras e influentes do gênero." Em 1994, o Acid King de São Francisco e o Acrimony da Grã-Bretanha lançaram seus álbuns de estréia, os quais adotaram a mesma abordagem psicodélica para o doom metal [19].

Desde então o gênero não para de crescer e de se desenvolver em subgêneros, mundo afora, atingindo uma popularidade cada vez mais crescente com centenas de bandas e lançamentos fonográficos.

Stoner Rock no Brasil[editar | editar código-fonte]

O Evil Motor é considerada a primeira banda brasileira do gênero, surgida em Teresópolis no Rio de Janeiro, ainda em 1994 e que gravou o disco Mr Insane em 1995, o primeiro registro de Stoner Rock no Brasil. Surgiram depois a Goiana MQN, Hellbenders, Black Drawing Chalks, Fuzzly, Far From Alaska, Fat Divers, Grindhouse Hotel, Monster Coyote, Into The Dust, Cocaine Cobras, Spiritual Void, Pombagira, Captamefala, entre outras[15].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Huey, Steve. «allmusic (((Master of Reality > Overview)))». Allmusic. Consultado em 27 July 2010. 
  2. Ellis, Iain (2008). Rebels Wit Attitude: Subversive Rock Humorists Soft Skull Press [S.l.] p. 258. ISBN 1-59376-206-2. 
  3. «Stoner Metal». Allmusic. Consultado em 2009-05-22. «Stoner metal could be campy and self-aware, messily evocative, or unabashedly retro.» 
  4. Eduardo Rivadavia. «Kyuss biography». Allmusic. Consultado em 2007-12-10. «…they are widely acknowledged as pioneers of the booming stoner rock scene of the 1990s…» 
  5. Eduardo Rivadavia. «Sleep biography». Allmusic. Consultado em 2008-07-21. 
  6. bravewords.com. . "StonerRock.com And MeteorCity Part Ways" (em en-US). bravewords.com.
  7. «Doom Metal Music Genre Overview | AllMusic». AllMusic. Consultado em 2016-11-03. 
  8. «Vincebus Eruptum - Blue Cheer | Songs, Reviews, Credits | AllMusic». AllMusic. Consultado em 2016-11-03. 
  9. «Rated R : Queens of the Stone Age : Review : Rolling Stone». 2007-12-03. Consultado em 2016-11-03. 
  10. Sleazegrinder (March 2007). "The Lost Pioneers of Heavy Metal". Classic Rock.
  11. Rivadavia, Eduardo. "Smokin' Bats at Campton's"Allmusic. Retrieved 8 November 2009.
  12. DeRogatis, Jim. "The Drummers of Stoner Rock". Retrieved 26 January 2012.
  13. «Stoner Rock : définition de Stoner Rock et synonymes de Stoner Rock (français)». dictionnaire.sensagent.leparisien.fr. Consultado em 2016-11-07. 
  14. "Monster Magnet Bio"monstermagnet.net. Archived from the original on 2007-04-03. Retrieved 2007-06-17.
  15. a b «Stoner brasileiro: Que barulho é esse? – SCREAM & YELL». screamyell.com.br. Consultado em 2016-11-03. 
  16. «leafhound.com». www.leafhound.com. Consultado em 2016-11-03. 
  17. «Kyuss | Biography, Albums, Streaming Links | AllMusic». AllMusic. Consultado em 2016-11-03. 
  18. Kyuss - Muchas Gracias: The Best Of - Album Reviews - NME.COM
  19. Rivadavia, Eduardo. "Fu Manchu: In Search Of... (Review)"AllMusic. Retrieved 2016-05-25.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal do Rock.


Ícone de esboço Este artigo sobre Rock é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.