UFO (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
UFO
UFO no Hamburg Harley Days em 2015
Informação geral
Origem Londres,  Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Hard rock, heavy metal,[1], rock progressivo, space rock
Período em atividade 1968–1983, 1984–1989, 1991–presente
Gravadora(s) Beacon, Chrysalis, Cleopatra, Metal Blade, SPV GmbH
Afiliação(ões) Lone Star, Michael Schenker Group, Fastway, Waysted, The Plot, Chicken Shack, Spread Eagle, Scorpions
Integrantes Phil Mogg
Andy Parker
Paul Raymond
Vinnie Moore
Rob De Luca
Ex-integrantes Pete Way
Mick Bolton
Larry Wallis
Bernie Marsden
Michael Schenker
Paul Chapman
Danny Peyronel
John Sloman
Neil Carter
Paul Gray
Tommy McClendon
Robbie France
Jim Simpson
Myke Gray
Fabio Del Rio
Rik Sanford
Tony Glidewell
Erik Gamans
Laurence Archer
Clive Edwards
Jem Davis
Simon Wright
Aynsley Dunbar
Jason Bonham
Página oficial ufo-music.info

UFO é uma banda de rock formada em 1969,[2] com Phil Mogg (vocal), Pete Way (baixo), Andy Parker (bateria) e Mick Bolton (guitarra). Junto com Black Sabbath, Led Zeppelin e Deep Purple é considerada uma das primeiras bandas de heavy metal e hard rock da história.

UFO veio a ser um grupo que fez a transição entre o heavy rock inicial e o New Wave of British Heavy Metal. O UFO foi ranqueado No. 84 na lista do canal VH1 dos "100 Maiores Artistas de Hard Rock".[3]

História[editar | editar código-fonte]

Primeiramente nomeada Hocus Pocus, o grupo teve seu nome mudado para UFO logo depois. Com a formação Phil Mogg, Pete Way, Andy Parker e Mick Bolton lançaram dois álbuns que levaram o nome de "UFO 1" e "Flying". Apesar desses álbuns não terem obtido um grande sucesso comercial, alguns fãs consideram essa a melhor fase da banda.

Em 1974, quando já faziam um relativo sucesso na Alemanha e no Japão, Bolton deixou a banda, dando lugar a Larry "Wallis" Wallace (futuro primeiro guitarrista do Motörhead), depois a Bernie Marsden, que viria a tocar com o Whitesnake e logo depois deu lugar, finalmente, a Michael Schenker, que é irmão do também guitarrista Rudolf Schenker, ambos são membros fundadores da banda alemã Scorpions.

Com Michael na banda, aconteceu algo bastante incomum, pois Phil foi o fundador e frontman da banda, mas era Michael quem chamava todas as atenções. Mesmo assim, a banda tocou e obteve contatos até que conseguiu um contrato com a Chrysalis, onde gravaram o álbum "Phenomenon", com os clássicos "Doctor, Doctor" (que chegaria a ser coverizada por Iron Maiden e Scorpions) e "Rock Bottom".

Em 1976 a banda acrescentou à sua formação o tecladista Danny Peyronel, que depois daria lugar a Paul Raymond.

Em 1978, Michael saiu da banda, voltando ao Scorpions onde gravou somente três faixas no álbum "Lovedrive" e depois formou o Michael Schenker Group. Paul Raymond foi acompanhar Michael em 1980 e para seu lugar no UFO foi chamado Neil Carter. Nessa época Pete Way criou o Fastway, que teve Fast Eddie Clarke (ex-Motörhead) na formação. Para o lugar de Pete foi chamado o ex-The Damned, Paul Gray.

Em 1983 foi anunciado o fim da banda, que ressurgiria dois anos mais tarde com Phil Mogg, Raymond, Gray e os novos integrantes Jim Simpson e Tommy M. Com essa formação gravaram o álbum "Misdemeanor", que não foi um sucesso de vendas. E mais uma vez o fim da banda é anunciado.

Em 1991, um novo ressurgimento, com apenas Mogg e Way da formação clássica, acompanhados pelo baterista Clive Edwards e pelo guitarrista Lawrence Archer. A banda lançou, então, o álbum "High Stakes And Dangerous Men", com algumas referências ao estilo dos álbuns "Phenomenon" e "Lights Out".

Em meados da década de 90, Michael voltou à banda, mas permaneceu por pouco tempo, voltando a seus projetos solo. A volta não passou de uma tentativa de levantar dinheiro. O grupo chegou a se apresentar novamente com Mogg, Way, Raymond, Wright e Jeff Kollman no lugar de Michael. Jeff havia tocado baixo no Michael Schenker Group. Em 95 Michael Schenker voltaria novamente, gravando o disco "Walk on Water" e dividindo seu tempo entre o UFO, Michael Schenker Group e outros trabalhos solo.

Em 1999 foi lançado um tributo ao UFO no Japão, com bandas como Scorpions, Bruce Dickinson, Megadeth, Metallica, DIO, Anthrax, Anvil, entre outras.

O último álbum da banda, "A Conspiracy of Stars", foi lançado em 23 de fevereiro de 2015.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação atual[editar | editar código-fonte]

  • Phil Mogg - vocais (1969–83, 1984–89, 1992–presente)
  • Andy Parker - bateria (1969–83, 1988–89, 1993–95, 2005–presente)
  • Paul Raymond - teclados, guitarra (1976–80, 1984–86, 1993–99, 2003–presente)
  • Vinnie Moore - guitarra (2003–presente)
  • Rob De Luca – baixo (2008–presente)

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

  • Pete Way - baixo (1969–82, 1988–89, 1992–2004, 2005–08)
  • Mick Bolton - guitarra (1969–72)
  • Larry Wallis - guitarra (1972)
  • Michael Schenker - guitarra (1973–78, 1993–95, 1997–98, 2000–03)
  • Bernie Marsden - guitarra (1973)
  • Paul Chapman - guitarra (1974–75, 1977, 1978–83)
  • Danny Peyronel - teclados (1975–76)
  • John Sloman – teclados (1980)
  • Neil Carter - teclados, guitarra (1980–83)
  • Billy Sheehan - baixo (1982–83)
  • Paul Gray - baixo (1983–87)
  • Tommy McClendon - guitarra (1984–86)
  • Robbie France - bateria (1984–85)
  • Jim Simpson – bateria (1985–87)
  • David Jacobson – teclados (1986)
  • Myke Gray – guitarra (1987)
  • Rik Sandford – guitarra (1988)
  • Tony Glidewell – guitarra (1988)
  • Fabio Del Rio – bateria (1988)
  • Erik Gamans – guitarra (1988–89)
  • Laurence Archer - guitarra (1992–95)
  • Jem Davis – teclados (1992–93)
  • Clive Edwards - bateria (1992–93)
  • Simon Wright - bateria (1995–96, 1997–99)
  • Leon Lawson – guitarra (1995–96)
  • John Norum – guitarra (1996)
  • George Bellas – guitarra (1996)
  • Aynsley Dunbar - bateria (1997, 2000, 2001–04)
  • Matt Guillory – guitarra (1997)
  • Jeff Kollmann – guitarra (1998–99), baixo (2005)
  • Louis Maldonado – teclados (2000)
  • Jeff Martin – bateria (2000)
  • Jason Bonham - bateria (2004–05)
  • Barry Sparks – baixo (2004, 2011)

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de UFO

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • Too Hot To Handle (1994)
  • Showtime (2005)

Referências

  1. "Legends of Rock Guitar: The Essential Reference of Rock's Greatest Guitarists" by Pete Prown, H. P. Newquist
  2. Strong, Martin C. (2000). The Great Rock Discography 5th ed. Edinburgh: Mojo Books. pp. 1014–1016. ISBN 1-84195-017-3 
  3. «The Greatest | Show Cast, Episodes, Guides, Trailers, Web Exclusives, Previews». VH1.com. Consultado em 28 de junho de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre UFO (banda)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.