Lista de subgêneros do heavy metal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Essa é uma lista dos subgêneros do heavy metal.

Algumas considerações sobre a lista dos subgêneros do heavy metal:

  • A lista dos subgêneros do heavy metal está organizada por ordem alfabética.
  • Algumas ramificações do heavy metal estão em mais de um subgênero por serem de fusão.
  • Quase todos os subgênero do heavy metal possuem ramificações melódicas, sinfônicas, progressivas, técnicas, industriais, etc.

Histórico dos subgêneros[editar | editar código-fonte]

Anos 80[editar | editar código-fonte]

Os primeiros subgêneros

Alguns subgêneros do heavy metal, como o speed metal, o thrash metal e o doom metal, surgiram durante a década de oitenta, e mesmo o power metal, o death metal e o black metal, também surgiram ainda na década de oitenta, embora esses três últimos possuiriam contextualizações apenas no começo da década de noventa.

As primeiras ramificações dos subgêneros

Ainda na década de oitenta começaram as ramificações dos subgêneros do heavy metal, sendo o thrash metal o primeiro subgênero a se ramificar, ramificações essas, do heavy metal, que do final da década de oitenta para o começo da década de noventa, e daí para a frente (até a atualidade), cada vez mais caracterizaria os subgêneros do heavy metal.

As primeiras fusões dos subgêneros

Adjacente as ramificações dos subgêneros do heavy metal, outra grande característica do heavy metal seriam as suas fusões com os demais gêneros musicais que, também, começaram ainda na década de oitenta, como o glam metal (fusão do heavy metal com o hard rock, como exemplo, o Girls, Girls, Girls do Mötley Crüe), o avant-garde metal (fusão do heavy metal com a música de vanguarda, como exemplo, o Into the Pandemonium do Celtic Frost), o thrash metal progressivo/técnico (fusão do thrash metal com o rock progressivo e o jazz fusion, como exemplo, o Nothingface do Voivod), o funk metal (fusão do heavy metal com o funk rock, como exemplo, o The Real Thing do Faith No More), o rap metal (fusão do heavy metal com o rap, como exemplo, o I'm the Man do Anthrax), o metal progressivo (fusão do heavy metal com o rock progressivo, como exemplo, o When Dream and Day Unite do Dream Theater) e o death metal técnico (fusão do death metal com o jazz fusion e o rock progressivo, como exemplo, o Piece of Time do Atheist), e tendo entre essas fusões a do glam metal como a de maior repercussão na década de oitenta, haja vista as demais terem as suas reais contextualizações nas primeiras datas da década de noventa.

Subgêneros[editar | editar código-fonte]

Black metal[editar | editar código-fonte]

Death metal[editar | editar código-fonte]

Doom metal[editar | editar código-fonte]

Power metal[editar | editar código-fonte]

Speed metal[editar | editar código-fonte]

Thrash metal[editar | editar código-fonte]

Subgêneros de fusão[editar | editar código-fonte]

Avant-garde metal[editar | editar código-fonte]

Dark metal[editar | editar código-fonte]

Folk metal[editar | editar código-fonte]


Glam metal[editar | editar código-fonte]

Gothic metal[editar | editar código-fonte]

Grindcore[editar | editar código-fonte]

Metalcore[editar | editar código-fonte]

Metal alternativo[editar | editar código-fonte]

Metal industrial[editar | editar código-fonte]

Metal neoclássico[editar | editar código-fonte]

Metal progressivo[editar | editar código-fonte]

Metal sinfônico[editar | editar código-fonte]

Post-metal[editar | editar código-fonte]

Stoner metal[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências