Emanuel Bouzon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Emanuel Bouzon
Nascimento 8 de janeiro de 1933
Manaus, AM
Morte 28 de março de 2006 (73 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
espanhol

Manuel Bouzon dito Emanuel Bouzon (Manaus, 8 de janeiro de 1933Rio de Janeiro, 28 de março de 2006) foi um sacerdote católico, assiriólogo e especialista em Antigo Testamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Manaus, no Amazonas, era filho de imigrantes da Galiza, e possuía a nacionalidade brasileira e espanhola.

Em 1954, graduou-se em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RJ. Graduou-se, em 1958, em teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (PUG), na Itália.

Especializou-se Assiriologia e História Antiga pela Westfälische Wilhelms Universität Münster, Alemanha.

No ano de 1960 concluiu o mestrado em História Antiga Oriental, no Pontifício Instituto Bíblico, na Itália, com a dissertação As Corporações Proféticas no Antigo Israel, sob a orientação de Ernst Vogt. Na mesma instituição doutorou-se, em 1969, também sob orientação de Vogt.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Entre os inúmeros trabalhos e traduções destaca-se a tradução do Código de Hamurabi para a língua portuguesa. Ao falecer, Bouzon finalizava a tradução da epopeia Gilgamesh.

Era professor do Departamento de Teologia da PUC-Rio e também dava aulas no Departamento de História da mesma Universidade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa religiosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.