Entre Rios de Minas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Entre Rios de Minas
  Município do Brasil  
Centro histórico, Praça Senador Ribeiro, Matriz Nossa Senhora das Brotas (centro)
Centro histórico, Praça Senador Ribeiro, Matriz Nossa Senhora das Brotas (centro)
Símbolos
Bandeira de Entre Rios de Minas
Bandeira
Brasão de armas de Entre Rios de Minas
Brasão de armas
Hino
Lema Duco in Altum
"Trabalho ostensivo"
Apelido(s) "Mesopotâmia Mineira"
Gentílico entrerriano
Localização
Localização de Entre Rios de Minas em Minas Gerais
Localização de Entre Rios de Minas em Minas Gerais
Mapa de Entre Rios de Minas
Coordenadas 20° 40' 15" S 44° 03' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária[1] Barbacena
Região imediata[1] Conselheiro Lafaiete
Municípios limítrofes Casa Grande, Desterro de Entre Rios, Jeceaba, Lagoa Dourada, Queluzito, Resende Costa, São Brás do Suaçuí
Distância até a capital 110 km
História
Fundação 20 de dezembro de 1713 (307 anos)
Aniversário 20 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Jose Walter Resende Aguiar (PSB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 456,796 km²
População total (Estimativa IBGE/2020[3]) 15 380 hab.
Densidade 33,7 hab./km²
Clima Tropical de altitude
Altitude 1.283 - 950 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35490-000 a 35491-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,744 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 89 363,012 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 6 194,58
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora das Brotas[6]
Sítio www.entreriosdeminas.mg.gov.br (Prefeitura)
www.entreriosdeminas.mg.leg.br (Câmara)

Entre Rios de Minas[nota 1] é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada para 1.º de julho de 2020 era de 15 380 habitantes, e sua área é de 456,796 km².[3]

História[editar | editar código-fonte]

No final do século XVII, uma expedição bandeirante liderada por Fernão Dias partiu de São Paulo com 40 paulistas e 200 índios em busca de esmeraldas, na região conhecida como Sertão dos Cataguás.[7] Os bandeirantes percorreram os vales dos rios São Francisco, das Velhas, Jequitinhonha e Pardo. Na virada dos séculos XVII e XVIII, os sertanistas remanescentes dessa bandeira instalaram o Fortim dos Bandeirantes, uma fortificação localizada em um sítio chamado Casa de Pedra do Gambá, cujas ruínas existem até os dias atuais.[7]

O primeiro morador do lugar, Pedro Domingues, obteve sesmaria concedida por D. Brás Baltasar da Silveira, em 20 de dezembro de 1713, no caminho novo que vem da vila de São João del-Rei para as Minas Gerais, na paragem chamada o Bromado. A casa de residência de Pedro Domingues, considerando o fundador de Entre Rios de Minas, existiu na rua chamada dos Cruzeiros, até o ano de 1915, quando foi demolida. O primeiro batismo, na capela de Nossa Senhora das Brotas do Bromado, filial da Matriz de Congonhas, está registrado pelo padre Semião Lopes Barbosa, com data de 18 de fevereiro de 1739. Em 1749, estava já constituída a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário, na capela de Nossa Senhora das Brotas, pelo missionário frei Luís Maria de Fulgo, o que indica a existência do povoado. Entre as 32 paróquias criadas em Minas pelo decreto da Regência, de 14 de julho de 1832, está a de Brumado. Com o nome de Brumado do Suaçuí, foi criado o município em 7 de janeiro de 1875, desmembrado do de Conselheiro Lafaiete. Em 19 de outubro de 1878 sua denominação para Entre Rios. Em 3 de janeiro de 1880, foi elevada à categoria de cidade. Em 17 de dezembro de 1938 mudou sua denominação de Entre Rios para João Ribeiro. Em 12 de dezembro de 1953, deu-se-lhe a denominação atual, Entre Rios de Minas

Notas

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. a b c «Entre Rios de Minas». Estimativa 2020. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1.º de julho de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 21. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. a b Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (maio de 2007). «Distrito Industrial de jeceaba - Estudo de Impacto Ambiental» (PDF). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais. Consultado em 23 de março de 2018 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Arquidiocese de Mariana

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.