Escape Plan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Escape Plan
Plano de Fuga (PT)
Rota de Fuga (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2013 •  cor •  115 min 
Direção Mikael Håfström
Produção Mark Canton
Randall Emmett
George Furla
Robbie Brenner
Kevin King Templeton
Roteiro Miles Chapman
Jason Keller
Elenco Sylvester Stallone
Arnold Schwarzenegger
Jim Caviezel
Vinnie Jones
Amy Ryan
Vincent D'Onofrio
50 Cent
Sam Neill
Gênero Ação
Suspense
Música Alex Heffes
Edição Elliot Greenberg
Companhia(s) produtora(s) Atmosphere Entertainment
Emmett/Furla Films
Distribuição Summit Entertainment
Lionsgate
Lançamento Estados Unidos 18 de outubro de 2013
Brasil 11 de outubro de 2013
Portugal 24 de outubro 2013
Idioma Inglês
Orçamento US$ 40 milhões[1]
Receita US$ 137.328.301[2]
Página no IMDb (em inglês)

Escape Plan (no Brasil, Rota de Fuga; em Portugal, Plano de Fuga), anteriormente conhecido como Exit Plan e The Tomb, é um filme de ação e suspense estadunidense estrelado por Sylvester Stallone, Arnold Schwarzenegger, Jim Caviezel e Vinnie Jones. Escape Plan é dirigido pelo cineasta sueco Mikael Håfström, e é escrito por Miles Chapman (roteiro) e Jason Keller (re-escritor). O filme vai acompanhar o personagem de Stallone, Ray Breslin, dirige uma empresa de segurança que trabalha para o departamento de penitenciárias dos Estados Unidos. Seu trabalho é se infiltrar nas cadeias estadunidenses como um prisioneiro e então escapar delas, revelando depois os ponto fracos que possibilitaram sua saída. Um dia, contudo, ele é enviado para uma cadeia projetada com base nos conhecimentos que ele próprio registrou em um livro, e lá é deixado incomunicável com seus colegas de trabalho.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

Ray Breslin (Stallone) é um ex-procurador da justiça estadunidense que agora é sócio da Breslin-Clark, uma empresa de segurança sediada em Los Angeles e especializada em testar prisões de segurança máxima. O trabalho de Ray é se infiltrar em prisões pelos EUA e subsequentemente empreender uma fuga, detalhando posteriormente em relatórios as falhas de segurança do local. Ele entrou nesta vida após uma ocorrência não especificada envolvendo sua finada esposa e filho.

Um dia, ele e seu sócio Lester Clark negociam um acordo multimilionário com a agente Jessica Miller da CIA. Em troca do dinheiro, Ray testará uma cadeia de segurança máxima desenvolvida pela agência para manter presos de altíssima periculosidade, como suspeitos de terrorismo - é uma cadeia na qual ficarão prisioneiros que, para todos os efeitos, não existem mais no mundo exterior. Ele aceita o negócio. Em Nova Orleans, Ray se deixa ser preso como Portos, um terrorista espanhol, mas a situação foge de seu controle quando os seus captores removem de sua pele o microchip que havia instalado para que sua equipe pudesse rastreá-lo e o sedam para que durma.

Ray desperta mais tarde em um complexo de celas de vidro dentro de uma espécie de galpão sem janelas para o mundo exterior. A prisão é vigiada por guardas truculentos e mascarados. Lá, ele conhece o criminoso alemão Emil Rottmayer (Schwarzenegger), com quem se alia num plano para escapar. Ambos forjam uma briga para que sejam enviados às celas solitárias, permitindo a Ray estudar o local em busca de uma possível saída. As celas são constantemente iluminadas por poderosos refletores, que desorientam e desidratam os presos. Ray percebe que o chão é de alumínio, mas os rebites são de aço. Forjando outra briga, ele, Emil e um prisioneiro turco chamado Javed são novamente jogados nas solitárias, onde Ray usa uma peça de metal anteriormente obtida por Emil e direciona a luz dos refletores para os rebites, aquecendo-os, dilatando-os e abrindo o chão.

Uma passagem se revela e Ray entra nela, seguindo o caminho até uma escotilha. Ao abrí-la, Ray descobre que a prisão, na verdade, é um cargueiro adaptado navegando em algum ponto da Terra. Uma escapatória simples, portanto, é impossível. Ray e Emil continuam a estudar o complexo e descobrem algumas brechas na rotina dos guardas. Enquanto isso, os colegas de Ray na sua empresa, Abigail Ross e Hush, começam a suspeitar de Lester quando percebem que o pagamento de Ray por sua parte no trabalho foi congelado. Eles hackeiam documentos da prisão, de codinome "The Tomb" (A Tumba), e descobrem que ela pertence a uma organização ligada à Academi, e que Lester receberia um salário anual de US$ 5 milhões se mantivesse Ray atrás das grades.

De volta à Tumba, Willard Hobbes, o diretor do presídio, revela a Ray que ele sabe de sua real identidade, e que contará com a ajuda de seu chefe de segurança Drake para mantê-lo preso lá pelo resto de sua vida. Enquanto isso, Emil convence Javed (que é muçulmano) a forjar uma aliança com Willard em que fornece informações falsas sobre o plano de fuga para ganhar o direito de ir para um compartimento de onde poderá ver as estrelas e orar. Contudo, o seu real objetivo é usar um sextante improvisado por Ray para descobri a latitude do navio. Observando a latitude e o clima, Ray e Emil deduzem que eles estão no Oceano Atlântico, e o local mais próximo é o Marrocos.

Ray finge um mal-estar e é levado ao Dr. Kyrie, e inicia um processo de tentar convencê-lo a ajudar na fuga. Eventualmente, o médico resolve ajudar, e Ray o instrui a enviar um e-mail para Victor Mannheim, chefe de Emil cujas informações são constantemente exigidas por Willard, mas Emil se recusa a fornecê-las. Ray então transmite uma mensagem falsa por meio de um código a partir de sua cela, enganando Willard sobre uma revolta prestes a acontecer no bloco C do complexo. Quando a maior parte das forças de segurança são enviadas àquela parte da prisão, Javed inicia uma briga generalizada no bloco A, dando a eles, Ray e Emil tempo para fugir em direção ao deque. Ray mata Drake, mas Javed é baleado e morto por Willard e seus homens. Ray chega à casa das máquinas e reinicia o sistema eletrônico, dando a Emil tempo para abrir o teto do deque enquanto um helicóptero enviado por Victor combate a tripulação do navio.

Emil embarca no helicóptero enquanto Ray é levado ao fundo do navio quando o sistema automático de águas da embarcação é ativado. O helicóptero pega Ray, mas quando Willard começa a atirar neles, Ray o mata atingindo alguns tanques de óleo. Eles pousam em uma praia no Marrocos, onde Emil revela que ele próprio é Victor Mannheim, e que a agente Jessica Miller da CIA é sua filha. "Portos" era um codinome para indicá-lo que Ray era um aliado. Willard inicialmente não sabia que a identidade de Ray era falsa. Mais tarde, em uma base aérea do Marrocos, Abigail informa a Ray que Lester fugiu, mas Hush o rastreou até Miami e conseguiu trancá-lo num contêiner em um navio cargueiro. Enquanto isso, a existência d'A Tumba é revelada ao público e ela é desativada.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Escape Plan tem recepção mista por parte da crítica especializada. Com o Tomatometer de 49% em base de 102 críticas, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Tão divertido quanto, é ver Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger se unirem na tela, Escape Plan não oferece muito mais do que uma pálida imitação de emoções pipoca dos anos 80". Por parte da audiência do site tem 60% de aprovação.[4]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Foi revelado pelo produtor Mark Canton em The Matthew Aaron Show que Jim Caviezel assinou um contrato para o filme, e foi revelado que ele será o principal antagonista no filme, o carcereiro Hobbs.

Em abril de 2012, o ator britânico Vinnie Jones assinou um contrato para estrelar o longa. Vinnie Jones relatou ao jornal The Sun que há três detentos escapando da prisão. Jones afirmou que ele começaria a filmar em 19 de abril de 2012, em Nova Orleans.

Vários outros meios de comunicação afirmaram que Amy Ryan, Vincent D'Onofrio e 50 Cent se juntaram ao elenco de Escape Plan. Foi confirmado em meados de abril que 50 Cent será um especialista em informática, que já foi preso por crimes cibernéticos. D'Onofrio foi confirmado como o vice-diretor da prisão com altas tecnologias, e Ryan como parceiro de negócios de Stallone e seu eventual interesse amoroso.

No dia 7 de janeiro de 2013, a imprensa noticia que Faran Tahir também faz parte do elenco. Esta será a primeira vez que um ator paquistanês vai trabalhar ao lado de Sylvester Stallone.

Produção[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista ao jornal britânico The Sun, Vinnie Jones afirmou que o filme vai começar a ser filmado em 19 de abril 2012, em Nova Orleans. Também foi confirmado que será filmado em Louisiana, na Primavera de 2012. Em agosto de 2012, na conferência de Os Mercenários 2, Arnold Schwarzenegger comentou sobre o filme, e afirmou que as filmagens já tinham sido concluídas.

Em 09 de abril de 2013, foi anunciado oficialmente que o filme seria lançado em 13 de setembro de 2013, e título do filme foi alterado para Escape Plan.

Referências

  1. «'2013 Feature Film Production Report'» (PDF) (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 21 de outubro de 2017. 
  2. «'Escape Plan' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de outubro de 2017. 
  3. «Escape Plan». InterFilmes. Consultado em 16 de janeiro de 2014. 
  4. «Escape Plan» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 16 de janeiro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]