Estige (satélite)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
P5
Satélite de Plutão
Styx (moon).jpg
Estige fotorafada pela sonda espacial New Horizons em 13 de julho de 2015, de uma distância 632 mil km.
Características orbitais
Semieixo maior ~47,000
Características físicas
Diâmetro equatorial 10–25 km
Massa ? kg
Composição da atmosfera
Pressão atmosférica Inexistente

Estige, antigamente, S/2012 P 1 (ainda conhecido como S/2012 (134340) 1 ou P5) é um pequeno satélite natural de Plutão cuja existência foi anunciada em 11 de julho de 2012. Foi o quinto satélite confirmado do planeta anão, encontrado há cerca de um ano após a descoberta de S/2011 P 1, a quarta lua de Plutão.[1][2]

Estima-se que a nova lua tenha um diâmetro entre 10 e 25 quilômetros.

Nome[editar | editar código-fonte]

No dia 2 de julho de 2013, a UAI anunciou que foram aprovados os nomes Cérbero para o satélite P4 e Estige para o satélite P5. Estige é o rio que passa pelo sub-mundo na mitologia grega. Foi garantido à ninfa Estige por ter ajudado Zeus na guerra contra os titãs. As águas deste rio são mágicas e desaguam no Tártaro. A convenção para os nomes dos satélites de Plutão é de que estes estejam ligados à figura mitológica Hades (correspondente grego de Plutão).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.