Ey!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Ey! é o sexto álbum do roqueiro argentino Fito Páez.

Foi gravado em 1988, sob o selo EMI.

O Disco[editar | editar código-fonte]

O álbum, inicalmente, se chamaria Napoleón y su tremendamente emperatriz (um trecho da música "Tatuaje falso"). Porém, devido a extensão do nome, a gravadora vetou. Assim, Fito o intitulou "Ey!" como um protesto.

O álbum foi o primeiro disco que Fito gravou fora da Argentina, tendo sido gravado em Nova York e em Havana[1].

Nos créditos do álbum, Fito conta que a canção Polaroid de Locura Ordinaria foi inspirada no conto “La chica más guapa de la ciudad” do escritor estadunidense Charles Bukowski[2].

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Lejos en Berlín (3:37)
  2. Sólo los Chicos (4:34)
  3. Tatuaje Falso (4:58)
  4. La Ciudad de los Pibes Sin Calma (3:43)
  5. Polaroid de Locura Ordinária (3:29)
  6. Canción de Amor Mientras Tanto (5:10)
  7. Dame Un Talismán (3:08)
  8. Alacrán (Resaca) (5:02)
  9. Por Siete Vidas (Cacería) (4:18)

Músicos[editar | editar código-fonte]

Músicos convidados[editar | editar código-fonte]

  • Fabiana Cantilo: Voz em "Lejos en berlín" e "Tatuaje falso"
  • Edilio Montero: Trompete em "Solo los chicos" e "Por siete vidas"
  • Edilio Montero: Direção de Brasses em "Solo los chicos" e "Por siete vidas"
  • Roberto García: Trompete em "Solo los chicos" e "Por siete vidas"
  • Marcelo Capazzo: baixo em "Polaroid"
  • Lapo Gessaggi: guitarra elétrica em "Talisman"
  • Diego Arnedo: baixo em "Alacran"
  • Carlos García Lopez: Guitarra elétrica em "Alacran"
  • Ricardo Mollo: Guitarra elétrica em "Lejos en berlín","Tatuaje falso" e "Alacran"
  • Fabián Llonch: Baixos em "Lejos en berlín" e "Canción de amor mientras tanto"
  • Fernando Acosta: Saxofone-tenor em "Solo los chicos" e "Por siete vidas"
  • Amadi Bayard: Saxofone-alto em "Solo los chicos" e "Por siete vidas"

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Um dado pouco conhecido, uma vez que não aparece em lugar nenhum do CD, mas sim no Vinil e no cassete, é que o disco foi dedicado "Con todo amor para Fabi".
  • Em 1999, a banda uruguaia de rock No Te Va Gustar gravou uma versão da canção La ciudad de los pibes sin calma, que foi incluida no álbum Sólo De Noche.
  • No videoclipe da canção "Sólo los chicos", aparecem como extras, dentre outros, os então pequenos Dante Spinetta e Emmanuel Horvilleur, que mais tarde formarian a banda Illya Kuryaki and the Valderramas.

Referências

  1. argentinidad.com
  2. es-us.musica.yahoo.com/ Canciones, libros y literatura