Cerca de la Revolución

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cerca de la Revolución é uma canção do cantor de rock argentino Charly García. Foi lançada em 1984, juntamente com o álbum Piano Bar, do qual é a faixa N. 09.

É uma das mais influentes musicas da Argentina. Em Abril de 2006, ela foi considerada a maior canção de rock da Argentina.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Charly García escreveu a canção no cenário político da queda da ditadura militar na Argentina (1976-1983), que deixava um terrível saldo de 30.000 desaparecidos e a Guerra das Malvinas (1982). A democracia havia se instalado no dia 10 de dezembro de 1983 sob a presidência de Raúl Alfonsín, mas parecia fraca e ameaçada pelas injustiças militares e sociais exacerbadas durante a ditadura. É baseado neste cenário político que o autor escreve a letra da canção.

Músicos[editar | editar código-fonte]

Versões[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2005 - 6o Lugar na lista "Canção mais importante do rock argentino nos ultimos 40 anos" - Jornal "La Gaceta" - votação feita pelos eleitores[2]
  • 2006 - Canção de rock mais importante da Argentina - site rock.com.ar[1]

Referências

  1. a b satelitemusical.net Rock Latino - Top 20
  2. lagaceta.com.ar/ La elección de los tucumanos abarca un abanico bastante amplio de la producción del rock argentino en sus 40 años de existencia.