Falooda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Falooda
Tiposobremesa, bebida gelada
Lugar de origemÍndia, África do Sul
Ingredientes principaisLeite, xarope de rosas, massa vermicelli', sementes de manjericão-doce e gelo
Falooda de Mianmar

Falooda (também Faluda, Faloodah), é uma sobremesa fria popular no subcontinente Indiano.[1] Tradicionalmente, é feita da mistura de xarope de rosa, massa vermicelli, sementes de manjericão-de-folha-larga (sabza/takmaria) e pedaços de gelatina com leite, muitas vezes acompanhada por uma bola de sorvete.[2] O vermicelli utilizado para preparação de falooda é feita com base de trigo,[3] araruta, fécula de milho, ou sagu.[4]

História[editar | editar código-fonte]

A origem de falooda se dá na Pérsia, onde uma sobremesa semelhante chamada faloodeh era popular, feita com base nos mesmos "macarrões" finos que eram mergulhados em uma mistura semi-congelada de xarope de rosas com açúcar, similar a um sorbet. Essa sobremesa chegou na Índia levada pelos comerciantes muçulmanos e dinastias, que se assentaram no país entre os séculos XVI e XVIII.[5] A forma atual do falooda foi desenvolvida pelo império Mogol, e disseminada nos locais de suas conquistas. Governantes muçulmanos que sucederam os Mogol foram adaptando a receita da sobremesa, especificamente no estado de Hyderabad[1]

Referências metafóricas[editar | editar código-fonte]

Na língua Hindustani, a palavra falooda é usada em referência a algo que foi destruído/fragmentado, em referência aos fios da massa vermicelli, que são extremamente finas. Por exemplo, alguém que cai em desgraça pode dizer que sua izzat (honra) foi tornada em falooda (इज़्ज़त का फ़लूदा, عزت کا فالودہ, izzat ka falooda), que é aproximadamente um equivalente em dizer "a minha reputação foi destruída".[6]

Variantes[editar | editar código-fonte]

Falooda em uma loja na Praia de Juhu, Bombaim

Existe uma versão da bebida com o mesmo nome na África do Sul. O falooda chegou lá pela comunidade de javaneses estabelecidos na Colônia do Cabo.[7] 

Em Maurícia, a sobremesa leva o nome de alouda, e usa gelatina de agar-agar em cubos ou em tiras no lugar do vermicelli;[8] o xarope de rosas geralmente não é utilizado, e é substituido por essência de baunilha ou de amêndoas.[9] Já em Bangladesh, há uma variedade que usa pérolas de tapioca e frutas variadas cortadas onde o xarope de rosas é opcional.[10]

A versão de falooda feita no Sri Lanka usa sementes de papoula como ingrediente. [11]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «The Royal Falooda | Eating India». www.eatingindia.net (em inglês). Consultado em 19 de novembro de 2017. Arquivado do original em 28 de maio de 2017 
  2. «Falooda recipe, how to make falooda at home, indian desserts». Indian food recipes - Food and cooking blog (em inglês). 26 de maio de 2015 
  3. «Falooda». iFood. Cópia arquivada em 25 de janeiro de 2015 
  4. «Falooda sev recipe, how to make falooda sev at home». Indian food recipes - Food and cooking blog (em inglês). 25 de maio de 2015 
  5. Sinaiee, Maryam. «Faloodeh: Persian Rosewater and Lemon Sorbet». www.thepersianfusion.com (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2017 
  6. «India Today». India Today. 24 
  7. «viii. Cape Malay Food Recipes « Cape Malays…». toyerfarrath.wordpress.com (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2017 
  8. «Alouda, Mauritius | Local Food Guide». eatyourworld.com. Consultado em 20 de novembro de 2017 
  9. «Alouda Cold Milk» (em inglês) 
  10. «Faluda / Falooda / ফালুদা». Banglarecipes by Rownak (em inglês). 15 de julho de 2014 
  11. «Faluda: Sri Lanka Recipes : Malini's Kitchen». www.infolanka.com (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2017