Folkung

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo Folkung na Suécia tem dois significados distintos:

  1. Os Folkungar (Folkungarna, folkunga rote) foram uma fação ou partido da alta nobreza da Svealand, durante o séc. XIII, que se opunha ao aumento do poder real, pretendendo que os reis continuassem a ser eleitos pelos grandes senhores do país. Estiveram atrás de várias rebeliões contra os reis da época entre 1210 e 1280. Foram vencidos pelo jarl Birger Magnusson, e o seu último líder foi executado em 1280.[1][2]
  2. A Casa de Folkung (Folkungaätten), mais conhecida como Casa de Bjälbo (Bjälboätten), foi uma dinastia real que governou a Suécia entre 1250 e 1364. [3]

Casa de Folkung ou Casa de Bjälbo[editar | editar código-fonte]

Personalidades do partido dos Folkung[editar | editar código-fonte]

Batalhas em que participaram os partidários dos Folkung[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Harrison, Dick (1 de setembro de 2011). «Vilka var folkungarna? (Quem eram os Folkung?)». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 20 de março de 2017 
  2. Henrik Lindström. «De äkta folkungarna» (em sueco). Populär historia, 2006. Consultado em 20 de março de 2017 
  3. «Folkungaätten» (em sueco). Tacitus.nu. Consultado em 29 de julho de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.