Freixianda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Freixianda  
—  Freguesia  —
Mapa da freguesia de Freixianda
Mapa da freguesia de Freixianda
Freixianda está localizado em: Portugal Continental
Freixianda
Localização de Freixianda em Portugal
Coordenadas 39° 45' 46" N 8° 27' 44" O
País  Portugal
Concelho VNO1.png Ourém
Fundação c 1304
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 30,16 km²
População (2011)
 - Total 2 474
    • Densidade 82/km2 
Código postal 2435-284 Freixianda
Orago Nossa Senhora das Candeias

Freixianda foi uma freguesia portuguesa do concelho de Ourém, com 30,16 km² de área e 2 474 habitantes (2011)[1] . Densidade: 82 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais.[2] .

Dentro do Concelho de Ourém, fez fronteira com as freguesias de Casal dos Bernardos, Formigais, Ribeira do Fárrio e Rio de Couros. Do lado nascente faz fronteira com a freguesia da Pelmá do concelho de Alvaiázere. Pelo norte faz fronteira com a freguesia de Abiul do concelho de Pombal.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Freixianda [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
2 505 2 854 3 415 3 599 4 275 4 677 5 000 6 337 7 225 7 219 4 710 4 198 2 638 2 792 2 474

Com lugares desta freguesia foi criada em 1964 a freguesia de Casal dos Bernardos e em 1989 a freguesia de Ribeira do Fárrio

Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 453 359 1 299 681 16,2% 12,9% 46,5% 24,4%
2011 323 310 1 167 674 13,1% 12,5% 47,2% 27,2%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

Lenda[editar | editar código-fonte]

Há uma lenda que explica a origem do nome. Segundo essa lenda, quando a igreja andava a ser construída, passou por lá uma velha apoiada num pau de freixo, que ameaçou os trabalhadores: "trabalhem depressa, senão o freixo anda!"

História[editar | editar código-fonte]

A Freixianda é referida pela primeira vez num documento medieval de 1159, por D. Gilberto, bispo de Lisboa, com a forma Fraxineta. Nesse documento não se refere a uma povoação, mas a um rio, que corresponde ao actual Nabão. O texto indica os limites territoriais do castelo de Ceras, na perspectiva do referido bispo. No que diz respeito à Freixianda, diz, em tradução, "passa pela ribeira da Murta (Rego da Murta) conforme desce para a (ribeira da) Freixianda e daí vem ao Porto de Tomar que é na estrada de Coimbra que vai para Santarém". Nesta passagem do texto, Tomar tem de ser tomado no seu significado Medieval, o Rio Tomar, que era a designação de parte do actual Rio Nabão. O referido Porto de Tomar corresponde a uma passagem desse rio, provavelmente entre Formigais e a Sandoeira, da freguesia de Rio de Couros.

A primeira vez que é mencionada a igreja das Freixiandas é em 1304, na nomeação do clérigo Domingos Peres. Em 28 de Março de 1376 foi nomeado João Afonso para a igreja da Freixianda. (Cristino 1982)

Em 1445, a instituição da Colegiada de Ourém, por vontade de D. Afonso, 4.º Conde de Ourém, 1.º Marquês de Valença, determinou a extinção o priorado das Freixiandas. (Couseiro 213-215)

A partir do seu território original foram criadas, ao longo dos séculos, novas freguesias. Assim, em 1729 foi desanexada a freguesia de Rio de Couros. A 18 de Abril de 1964, através do Decreto-Lei n° 45669 foi criada a freguesia do Casal dos Bernardos. Por fim, em 1989, surgiu a freguesia da Ribeira do Fárrio.

Em 1995, pela Lei nº 55/95 de 30 de Agosto, a sede da freguesia foi elevada a vila.

Na vila da Freixianda funciona desde 1991 a Escola de Ensino Básico 2,3.

Lugares[editar | editar código-fonte]

Na freguesia da Freixianda, onde o povoamento é bastante disperso, contam-se várias dezenas de lugares habitados, de que se destacam:

  • Abades
  • Aldeia de Santa Teresa
  • Arneiro
  • Avanteira
  • Besteiros
  • Casal do Pinheiro
  • Casal da Sobreira
  • Charneca
  • Cumeada
  • Fárrio
  • Fonte Fria
  • Freixianda
  • Granja
  • Junqueira
  • Lagoa de Santa Catarina
  • Lagoa do Grou
  • Malaguarda
  • Parcerias
  • Perucha
  • Porto do Carro
  • Póvoa
  • Ramalheira
  • São Jorge
  • Vale do Carro
  • Várzea do Bispo
  • Vale da Meda

Do ponto de vista religioso, além da igreja matriz, há capelas de maior ou menor dimensão nos lugares de Avanteira, Charneca, Cumeada, Perucha, Ramalheira e São Jorge.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 3 de Março de 2014. 
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 5 de março de 2014.
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.